Pecados Gamísticos

Olá para todos!

Não importa em qual geração cada gamer começou a jogar e quais são seus consoles e jogos favoritos, existe algo que é comum para todos nós: pecados gamísticos.

Se tivéssemos dinheiro e tempo para jogar todos os jogos do mundo, talvez isso não acontecesse. Mas sabemos que isto é uma grande utopia.

Pensando nisso resolvi elaborar um Top 20 com meus maiores pecados, ignorando a presença de algumas franquias que eu não gosto ou não ligo. Mas estes serão citados no final. Alguns desses jogos eu sequer joguei, outros eu até cheguei a jogar, mas pouco e acho que o game merece ser jogado de cabo a rabo. Vou explicar cada um dos casos.

Então vamos ao que interessa, de trás pra frente, é claro!

20. Shenmue (série)

Olha só o seguista renascendo dentro de mim. Eu sequer cheguei a ver videos do jogo, mas sei que muita gente que jogou este jogo curtiu. Então eu não sei se espero por um eventual remake em HD (que tantos rumores apontam que existirá) ou se tento jogar em um Dreamcast, se eu encontrar um que funcione.

19. Breath of Fire (série)

Sempre gostei muito dos RPGs antigos (8 e 16 bits) e esta é uma das séries mais respeitadas do gênero que existem. E eu não joguei nenhum jogo dela! Gostaria muito de ter o mesmo tempo que eu tinha na época de criança/adolescente para encarar todos eles, mas talvez eu fique sem encarar por acabar priorizando outros jogos.

18. Super Mario RPG: Legend of the Seven Stars (Super NES)

Esse é outro RPG que parece ser bem divertido, tanto por parecer ter uma estória mais simples quanto na jogabilidade um tanto diferente. Mas até hoje joguei muito pouco, preciso investir mais tempo neste jogo. Queria mesmo era jogá-lo diretamente em um Super NES.

17. Sonic Advance (série)

Para muita gente pode não ser um pecado gamístico, mas para um fã de Sonic, ignorar os jogos da franquia que foram lançados para o GBA é uma grande mancada. Eu os joguei até certo ponto, especialmente o primeiro, mas nunca os terminei. Pretendo fazer isso num futuro próximo.

16. Shining Force (série)

Eu só escuto/leio elogios das pessoas para os jogos da série, tanto do Mega Drive, quanto do Game Gear e do Saturn. Não sei que mais outras plataformas receberam títulos da franquia, mas ela não pode passar batida por alguém que gosta muito de RPG Tático, não é verdade?

15. Pier Solar and the Great Architects (Mega Drive)

O jogo já está comprado, preciso agora de um SEGA CD, da mídia para tocar as músicas direto dela (falta comprar) e de tempo! Ouço muita gente falar bem do jogo, creio que tenho que debulhar este de cabo a rabo. É sim um pecado gamístico.

14. Silent Hill (série)

Devo muito a mim mesmo essa série. Tentei encarar o primeiro jogo na época que saiu e fiquei preso em uma parte onde não sabia o que fazer, e pior que era começo do jogo ainda. Mas vocês devem se lembrar de como era nessa época, todo mundo tinha trocentos jogos em mãos fornecidos por aquele cara de tapa-olho, então era travar em um que você simplesmente o tirava do console e ia encarar outro. Que grande mancada, hein Caduco? Só quero ver coragem pra jogar isso sozinho de madrugada. Dá medinho!

13. Demon’s Souls / Dark Souls (PS3 / Multiplataforma)

Coloquei os dois em um aqui por saber da importância de ambos os jogos. Talvez sejam os únicos desta geração que eu acredito que não jogar possa ser considerado um baita pecado gamístico. Pelo menos para quem curte ser desafiado.

[UPDATE (07/01/2015): Demon’s Souls foi terminado em Dezembro de 2014. Resta apenas Dark Souls, meta de 2015!]

12. Super Mario Galaxy 1 e 2 (Wii)

Preciso encarar tanto o primeiro quanto o segundo. Alguns detalhes vão me impedir de jogar este jogo ainda em 2012, mas quem sabe num futuro eu não o jogo? O pouco que tentei me fez gostar muito, ainda que eu ache o esquema mais rápidodescompromissado do Super Mario 3D Land mais interessante.

[UPDATE (18/07/2015): Terminei o primeiro Super Mario Galaxy. Falta o segundo. Deveria estar entre os primeiros jogos do “ranking” dessa página. E superou facilmente Super Mario 3D Land, mesmo que este também seja um jogo excelente.]

[UPDATE (25/04/2017): Terminei o segundo também, ano passado, não lembro a data. O update veio atrasado. Adeus Pecado!]

11. Gunstar Heroes (Mega Drive)

Um dos melhores jogos do meu console favorito e eu só me dei conta da existência dele em meados de 2010. Esse eu vou encarar no console, nada de emulador! Apesar que os preços que eu andei vendo por aí me desanimaram um bocado.

10. Super Mario 64 (N64 e DS)

Tá aí um jogo que eu acho bonito e interessante até os dias atuais. Mas, como nunca tive um N64 na vida, nunca o joguei pra valer. Tenho ciência de que a versão de DS é diferente da do N64, mas corrigirei o pecado gamístico nesta versão. De preferência fechando 100% do jogo.

9. Shadow of the Colossus / ICO (PS2)

A primeira vez que joguei SotC, acreditem: eu DETESTEI o jogo. Fiquei lá perdido no mapa procurando o que tinha que fazer, para onde tinha que ir, etc. E quando vi o primeiro Colosso então, não entendi nada. Logo, encostei o jogo e nunca mais quis saber dele. Entretanto, sei que estava numa fase idiota da vida onde o importante era jogar Winning Eleven e dane-se o resto. Pretendo encarar a versão de PS3 em HD [UPDATE (06/10/2013): SotC foi terminado em Outubro de 2013.] e o mesmo quero fazer com ICO, inclusive este foi o propósito de ter colocado os dois juntos. [UPDATE (08/09/2013): ICO foi terminado em Agosto de 2013.]

8. Castlevania (série)

Sou fã declarado de Castlevania: Symphony of the Night, já terminei esse jogo umas quatro ou cinco vezes, sem exagero. E sei que alguns jogos seguiram esse mesmo estilo, especialmente os jogos lançados para GBA e DS. Mesmo assim, sei que devo a mim mesmo jogar até o fim os jogos da série lançados também para NES, SNES e até o Bloodlines pro Mega Drive.

7. Mega Man X (série)

Pois é, pessoal. Embora eu tenha jogado um pouco do X1 e do X4, nunca encarei um jogo da série pra valer. Grande mancada, né? Passei muito tempo ignorando estes jogos cheios de segredos, estórias bacanas, inimigos memoráveis e tudo mais. Ainda há tempo de corrigir isso, porém, não antes de encarar toda a série clássica.

6. Battletoads (NES)

Todo gamer deve pelo menos tentar zerar esse jogo antes de morrer. Sem desistir na Turbo Tunnel, que é o que acontece com a maioria, inclusive comigo. Ainda vou terminá-lo! E a versão Americana, que é a realmente difícil.

5. Ninja Gaiden (série)

É, eu sei, eu sou um masoquista, mas eu vou encarar essa série assim que terminar os jogos do Mega Man, do Contra e o Battletoads. Nunca joguei muito além da segunda fase do primeiro jogo pro NES, mas quero encarar todos que existem. TODOS. Inclusive as versões lançadas para Game Gear e Master System, por mais que alguns Nintendistas fiquem de mimimi falando que a versão do Nintendinho é melhor.

4. Phantasy Star IV (Mega Drive)

Passei muitos tempo da vida jogando (j)RPGs, começando pelo incrível Phantasy Star de Master System em PT-BR, na época em que a TecToy lançou o jogo traduzido. Mais pra frente, encarei PS II na coletânea de jogos da série que saiu pro GBA e de longe foi o RPG mais difícil que joguei na vida. E o IV? Tentei começá-lo duas vezes, uma em emulador e outra no PS3 (na coletânea de jogos do Mega Drive). Larguei nas duas oportunidades e até hoje não sei explicar o porquê, mas podem ter certeza que vou investir algumas horas nele, mesmo sabendo que é um pouco mais fácil que os demais jogos da série.

3. Super Mario Bros. 3 (NES)

Sim, eu deixei de jogar aquele que é considerado por muitos o melhor Super Mario 2D de todos. Mas eu venho corrigindo isso, estou jogando bem aos poucos em emulador e salvando o progresso onde parei, sem usar os Save States de forma injusta. Atualmente estou no Mundo 4, não sei o quão longe isso é do fim (não dê spoilers, por favor).
Não me xinguem, fãs, mas eu ainda prefiro Super Mario World. Questão de gosto mesmo, pois ambos são jogos incríveis!

[UPDATE (26/08/2015): Acabo de terminar o jogo. Incrível, desafiador, impressionante. Uma das melhores experiências que tive com jogos, mas ainda prefiro Super Mario World (não me xinguem muito)]

2. Donkey Kong Country (série)

Quando DKC foi lançado, eu criei um asco do jogo que até hoje não consigo explicar muito bem. Aqueles gráficos “estranhos” (pra mim, na época) que pareciam 3D me incomodaram um bocado, achei o jogo todo esquisitão, tanto na parte gráfica quanto sonora. A grande verdade é que meu lado seguista deve ter atingido o max level e eu peguei bronca sem um motivo verdadeiro. Passada essa fase ista (que nada tem a acrescentar na vida das pessoas), chego a conclusão que estou perdendo ótimos jogos de um gênero que curto muito, plataforma. Após gostar demais de Rayman Origins (no PS3) e ficar sabendo que ele é quase uma cópia descarada de DKC, fiquei mais empolgado ainda pra encarar os jogos do gorilão da Nintendo.

[UPDATE (15/09/2016): Eu não poderia estar mais enganado! Joguei de cabo a rabo o primeiro DKC e achei sensacional. Ainda estranho os gráficos e algumas coisas na jogabilidade, mas o jogo no geral é fantástico e a trilha sonora é simplesmente genial. Pretendo jogar os dois outros de SNES assim que botar minhas mãos nos cartuchos (aceito doações, pois estes negócios são bem caros).]

1. Mega Man (série)

Quem acompanha aqui com alguma frequência sabe que eu já comecei a me redimir deste pecado e encarei de cabo a rabo o terceiro episódio da série. Mas eu enrolei por muitos anos e agora pretendo corrigir isto. Adoro jogos que testam a habilidade, paciência e reflexo do jogador. E Mega Man é uma série que se baseia muito nesses pontos, além de ser divertido de aprender qual arma pode ser usada em qual inimigo e tudo mais.
Vale lembrar que eu considero como pecado o fato de não ter jogado do 1 ao 6, além do 9 e 10. Os demais eu vou encarar também, mas não estou tão entusiasmado quanto os citados.
Um spoiler de leve: já passei todos os robôs no 4 também e cheguei na Fortaleza do Dr. Wily! [UPDATE (07/01/2015): Faz tempo que Mega Man 4 também foi terminado.] [UPDATE (15/09/2016): Esqueci de mencionar que o Mega Man II também.]

Outros jogos (por console)

ARCADE: Final Fight. [UPDATE (15/09/2016): Terminado em dupla na BGS. Valeu, Rokuman Senpai!]

NES: Batman, Yo! Noid [entre muitos outros, ainda preciso saber quais, joguei pouca coisa no NES].

MASTER SYSTEM: Land of Illusion starring Mickey Mouse, Legend of Illusion Starring Mickey Mouse, Sonic Chaos, [UPDATE (15/09/2016): Terminado este ano, logo sai o post da Maratona.] .

SNES: Final Fantasy Mystic Quest, Legend of Mana, The Magical Quest starring Mickey Mouse, Secret of Mana, Super Mario World 2: Yoshi’s Island [UPDATE (12/04/2016) – Jogado e terminado, deveria estar entre os 20 da lista principal].

MEGA DRIVE: Castlevania: Bloodlines, Earthworm Jim (1 e 2), The Lost Vikings, Mega Man: The Wily Wars, Rocket Knight Adventures, Shadow Dancer: The Secret of Shinobi [UPDATE (07/01/2015): terminado antes do review feito aqui no blog.], Thunder Force (II, III e IV), Wonder Boy in Monster World, World of Illusion Starring Mickey Mouse and Donald Duck [UPDATE (08/09/2013): terminado na data da atualização, em dupla.].

SATURN: Nights into Dreams…, Saturn Bomberman, Burning Rangers, Astal, Clockwork Knight (1 e 2), Princess Crown, Sonic R, Panzer Dragoon (série).

PSX: Brave Fencer Musashi, Crash Bandicoot (série), Crash Team Racing, Final Fantasy IX [edit (07/12/2015): jogado/terminado em 2015], Legend of Legaia, Legend of Mana, Parasite Eve, [UPDATE (25/04/2017): terminado no ano passado, no Vita] Parasite Eve 2, Tenchu.

GBA: Mega Man Zero (série).

GAMECUBE: Super Mario Sunshine, Resident Evil Remake.

PS2: Devil May Cry (série), Okami, Viewtiful Joe (1 e 2).

DREAMCAST: Segagaga, Skies of Arcadia, Sonic Adventure 2.

DS: Mario Kart DS, Mario vs. Donkey Kong (série), Sonic Chronicles: The Dark Brotherhood, Sonic Rush Adventure [UPDATE (25/04/2017): terminado no ano passado.] [UPDATE (01/06/2017): Retirados MKDS e Sonic Chronicles, jogados em 2017 e 2016, respectivamente].

PSP: God of War: Chains of Olympus (update: terminado no PS3), God of War: Ghost of Sparta, LocoRoco (2 e 3), Mega Man Maverick Hunter X, Patapon (série).

WII: Pandora’s Tower, The Last Story, Xenoblade Chronicles [entre outros, será atualizado no futuro].

PS3/X360: [um monte de jogos, mas a geração ainda tá respirando bem, atualizo isso aqui futuramente].

PC: Baldur’s Gate (série), Diablo II, The Elder Scrolls (série), Prince of Persia, Neverwinter Nights (série)

MULTIPLATAFORMA: Persona (série) [UPDATE (01/06/2017): Terminei o 3 e o 4, não me vejo jogando os dois primeiros e o 5 jogarei com o tempo.], Ys (série), Flashback: The Quest for Identity, Battletoads & Double Dragon, Out of This World, Contra (série), Metroid (série)

Séries que estou desprezando (mordam-se de raiva, fãs)

Como já falei, existem séries que não me interessam por não gostar ou por simplesmente não ligar (não é meu tipo de jogo), são elas: Metal Gear, Pokémon, Star Fox, Starcraft e boa parte dos FPS que não seja Doom/Wolfenstein antigo ou tenha algo de inovador/interessante (pra mim).

Meus caros, é isso! Quanto mais velho eu fico, menos tempo tenho pra encarar os jogos e sei que todos estão na mesma. Quero ver encarar tudo isso de jogos sem falar em todos que vão sair após esta data e eu vou querer jogar. Exemplos rápidos: Castlevania, New Super Mario Bros 2 (esse já saiu) [UPDATE (07/01/2015): esses já foram.] e Epic Mickey 2 do 3DS [UPDATE (15/09/2016): Terminado este ano, até penso em um review]. Entre muitos outros.

E vocês? Quais são seus maiores pecados gamísticos? O que acharam da minha lista? Exagerei em algum título/franquia? Deixe sua opinião nos comentários!

Abraços para todos e até o próximo post!

[SOBRE OS UPDATES: Consultem a página de Jogos Terminados, caso queiram ver os jogos que terminei após colocar este post no ar. Se tiverem alguma dúvida, mandem comentários. Valeu!]

Anúncios

Sobre Gamer Caduco

Menino novo, com mais de 30 anos de idade, fanático por games de todas as gerações.
Esse post foi publicado em Jogos, Pecados Gamísticos e marcado . Guardar link permanente.

70 respostas para Pecados Gamísticos

  1. João Roberto disse:

    Fala, Caduco!

    Cara, pecados gamísticos… Texto legal.

    Eu não vou malhar a tua lista por que eu tenho vários, e 1deles você sabe: Super Mario World…
    Agora, acho que isso é parte integrante da vida de todos que já colocaram as mãos em um controle e é justamente como você escreveu sobre a fase “Winning Eleven”. Às vezes temos jogos que não saem do console e não queremos saber de outra coisa. Aconteceu comigo.

    Mas uma coisa eu achei interessante: Você não terminar os jogos Sonic para GBA. Não que seja um cúmulo, por conta das toneladas de outros jogos que temos hoje em dia, fora os compromissos além dos games. Eu só achei interessante por você ser um fã declarado da série. (mas se vc me apertar e direi que sou fã do bigodudo e também não sou lá essas coisas como jogador, hehe)…

    2 pontos.

    1) Jogue sem medo qualquer game da série Breath of fire. Eu joguei mais o 4, de PSX, que é muito bom. E fui muito longe nele e só não zerei porque minha esposa, que só joga RPG´s, apagou o meu save e terminou o jogo (você não ideia de como ela me zoa até hoje por isso…)

    2) Quanto ao Shadow of the colossus, aconteceu a mesma coisa comigo. Eu vi aquela mulher lá deitadona e não fazia ideia do que era pra fazer. Ai larguei o jogo de lado. Somente dias atrás é que tive curiosidade de jogá-lo,(de tanto ler por ai como ele é bom e tal). Agora acho interessante, mas longe de ser uma de minhas prioridades…

    Texto muito legal…

    T+

    • Gamer Caduco disse:

      Grande João… vamos lá para a segunda tentativa de resposta, quando eu estava finalizando deu alguma zica no WordPress aqui e ele fechou o TextArea de resposta. Imagina o tamanho da minha alegria! hahahaha
      Essa época maldita de Winning Eleven… entre outros jogos também… eu acho que é pura perda de tempo. É legal pegar pra jogar com os amigos de vez em quando, tanto quanto um Guitar Hero e outros. Mas infelizmente pra jogar sozinho é atrasar a carreira gamer. Acredito que ambos sabemos disso. E olha que eu me peguei pensando em comprar o PES2013 por causa dos times brasileiros, daí me lembrei de duas coisas: da perda de tempo e do fato de estar odiando qualquer campeonato que se passa no continente americano (América do Norte, Central e do Sul).
      Sobre Sonic, é complicado jogar todos os jogos de uma franquia quando a lista é grande. Inclusive seu comentário me fez perceber um erro grotesco no meu post: eu me esqueci completamente de alguns portáteis, sendo eles o Game Boy (clássico e Color) e o Game Gear. Para este segundo tem muitos jogos do Sonic que eu ainda não encarei e deveriam estar na lista de “outros” do post (provavelmente vou editar isso em breve), mesmo sabendo que alguns destes jogos nem são tão encaráveis assim. Mas faz parte dos meus planos.
      Breathe of Fire eu já falei, tenho bastante curiosidade. Sério mesmo que vc não terminou, deixou sua esposa terminar e agora fica sofrendo Bullying? uhauhahuahua
      A versão de PSX é 2D ou 3D? Eu não sei se conseguiria encarar hj uma versão 3D de RPG.
      Sobre SotC, fiquei com uma curiosidade: pq não é uma de suas prioridades jogar o jogo? O estilo não agrada ou é somente o excesso de jogos na lista pra jogar/terminar? Ou outro motivo?
      Esse eu quero encarar, depois que joguei o tal do Journey, me interessei por jogos mais “artísticos”. É uma outra pegada. Só quero ver paciência pra ficar vagando por aquele mundo enorme! hehehe
      Valeu João!

      • João Roberto disse:

        Fala, Caduco…

        Olha, eu estou pensando até agora sobre PES 2013 justamente sobre os times brasileiros e, se eu comprar será a versão do PS2. Se eu comprar… E tem aquela lata da edição limitada… (pode rir se quiser hehe). mas ai eu penso: Futebol de novo? Acho que é só por causa dos times brasileiros mesmo…

        Eu não deixei ela jogar o BoF. Eu nunca deixo, hehe. Ela sempre apaga o meu Savegame, ai eu fico sem vontade de começar de novo, ai ela termina o game e fica me zoando. Aconteceu isso com Kirby Mass Attack do DS que ela apagou meu save e zerou o jogo ontem…

        Sobre Shadow, bem, eu tenho tanta coisa pra jogar que vou deixar esse pra depois e também quero terminar alguns jogos do Wii pra fazer valer o investimento. Você viu lá no Alvnanista, não tenho quase nada terminado…

        • Gamer Caduco disse:

          Então, eu tava nessa também pelos times brasileiros. Mas ao mesmo tempo, não quero mais cair nessa, a lista de jogos pra terminar é enorme e este post prova isso! hahaha
          Eu nem vi a tal edição limitada. Depois vou dar uma conferida.
          Mas… mas… pq diabos sua esposa apaga seus Saves? kkkkkk
          É de sacanagem mesmo ou é pra abrir slot pra ela salvar enquanto joga?
          E o Alvanista serve mesmo de alerta pra quem quer aumentar a lista de jogos terminados, muito embora o meu alerta veio quando eu resolvi criar a minha lista aqui no blog mesmo. Falta muita coisa clássica!
          Valeu João!

  2. Nossa, é tanto jogo que fica difícil comentar, rzs. E vou te perdoar você desprezar Zelda só por eu nunca ter fechado nenhum Sonic 2D e você ter mostrado interesse em Metroid, hwa hwa hwa. Aliás, não sei se você se dará bem com a série Prime, são jogos bem “labirínticos”.

    • Gamer Caduco disse:

      Cara, esqueci de mencionar que esta semana mesmo eu acabei colocando o Metroid do NES só pra ver como ele era. E eu achei ele interessante, viu? Gostei do esquema. Percebi que o primeiro Zillion é bem chupinhado dele, pelo menos em matéria de jogabilidade e tal (tem uns elementos diferentes).
      A série Prime é com visão em primeira pessoa, né? Se for, pode ter certeza que eu desprezarei sem dó nenhuma! hauhauhahua
      Mas os jogos 2D com essa pegada de ir e voltar pra pegar power ups e outras coisas eu sempre achei bacana desde que joguei o Castlevania: SotN.
      Sobre Zelda… cara… não rola! Só o de SNES me chama a atenção. Quem sabe um dia eu encaro?
      Valeu Rafa!

      • Eu sou muito suspeito, mas Metroid todos são bons, até mesmo o Fusion de GBA que foi o que eu menos gostei até hoje, rzs. Mas o que você tem obrigação mesmo é Super Metroid, pra mim esse é o melhor jogo de Super Nintendo.

        A série Prime é em primeira pessoa sim, é um FPS só que totalmente focado em exploração ao invés de ação (pelo menos o 1 e 2, que foi os que eu joguei até hoje). Mas como eu disse, ele é muito labiríntico, da última vez que eu joguei ele um tempo atrás, tinha uns trechos que eu lembrava de você e imaginava o quando você passaria mal com as mudanças súbitas de câmera e corredores apertados, rzs. Mas é uma série excelente de todo modo, os caras conseguiram levar o jogo para o 3D de um modo totalmente diferente, mas mantendo a alma da série.

        Sobre Zelda tem uma coisa que eu falo: o jogo é excelente (tanto 2D quanto 3D), mas tem que gostar do estilo, caso contrário é melhor passar longe para não se frustrar.

        Abraço!

        • Gamer Caduco disse:

          Metroid o melhor jogo de SNES? Melhor que Super Mario Kart? Melhor que Chrono Trigger? Melhor que o hack de Ligeirinho com Sonic? (tá, esse é horrível, foi só zueira)
          Agora fiquei curioso pra jogar, vai entrar na lista preferencial quando eu começar a encarar os jogos do console pra valer (quem sabe até antes dos Mega Man X?).
          Olha, o que vc falou do Prime torna o jogo bem interessante, é incrível quando conseguem transmitir a alma de um jogo mesmo quando a jogabilidade dele é diferente (ahhh, SEGA, aprenda a fazer isso com o Sonic). Só que vc lembrou bem, eu passaria mal mesmo jogando, já que tem que movimentar a câmera pra tudo quanto é lado procurando por coisas, ainda mais em corredores apertados e tal, aposto que o ritmo é frenético e o jogo tem várias luzes e cores. Aí “Os Caduco Pira”! kkkkk
          Então… Zelda eu tentei jogar só um de NES e um de Wii, não consegui me interessar por nenhum deles. Falam tão bem do que foi lançado pro SNES que as vezes até dá vontade de experimentar (replay do outro comment), mas sei lá, nunca me animo. Mas não odeio a série como costumo falar em alguns blogs só pra encher o saco dos donos deles! hahahaha!
          Valeu!

          • É sério, claro que é minha opnião, mas Super Metroid é O jogo do SNES. Perto dele Mario Kart é “legalzinho” e Chrono Trigger é “história pra boi dormir”, rzs.

            • Gamer Caduco disse:

              Nãoooooooooooooo! Não fale isso sobre Chrono Trigger que eu chorooooooooooooo!
              kkkkkkkkkkkkkk
              Supera até mesmo os Final Fantasy? O VI?

              • Tá falando com a pessoa errada, porque eu acho, parafraseando minha esposa, Final Fantasy VI um ** dentro do outro, rzs. Aliás, recentemente eu cheguei a conclusão que o único Final Fantasy que eu gostei mesmo (dos poucos que joguei) foi o IX, que eu nem terminei 😛

                • Gamer Caduco disse:

                  Talvez vc não tenha o Tactics! 😛
                  huahuahua
                  Mas o VI não é meu favorito, eu ainda prefiro o V… que muita gente nem gosta! kkk
                  Eu gosto de ter liberdade pra mexer no “time”, mudar o job e tudo mais.
                  Curiosamente, o IX foi um dos poucos que eu não joguei. Peguei trauma pq o personagem principal chama Zidane e tem o rabo do Goku! hehehe

                • Ah, é tanto FF que no meio deve ter algum que eu acabe gostando mesmo, rzs. O Tatics eu joguei muito pouco no PSX, não deu tempo de nutrir nenhum sentimento por ele, ainda compro o de GBA e quem eu acabe curtindo? Aliás, lembrei agora aqui, eu me diverti pra caramba com o demo de “Final Fantasy Crystal Chronicles: My Life as a Darklord” no Wii, hwa hwa hwa… mas é sério, me diverti mesmo 🙂

                • Gamer Caduco disse:

                  Esses Crystal Chronicles eu não joguei NENHUM!
                  Posso considerar pecado gamístico? hahaha

                  NÃO JOGUE FF TACTICS ADVANCE!
                  Eu fui até o fim dele, mas fiquei frustrado o jogo todo!
                  Pra vc ter uma idéia, os combates possuem árbitros que dão cartão amarelo e vermelho… tipo… WTF?!?!?!?

                • Esse ae que eu falei é bem diferente, é estratégia, você tem que ficar defendendo a masmorra utlizando monstrons contra a invasão dos heróis, he he he.

                  Opa, valeu pelo aviso então, me economizou uma grana, rzs.

                • Gamer Caduco disse:

                  Ah, peraí. Não é Crystal Defenders o nome desse que vc tá falando?
                  Pq eu cheguei a jogar este no PSP e era Tower Defense do Final Fantasy.

                • Não, é “Final Fantasy Crystal Chronicles: My Life as a Darklord” mesmo, tem a demo dele na Wiiware pra baixar, dá pra jogar um pouquinho num lance meio tutorial, mas eu achei bem divertido.

                • Gamer Caduco disse:

                  Esse eu não conheci. Mas verei algum dia, talvez… hehehe!

  3. Dactar disse:

    Caduco,dos seus pecados eu compartilho estes:
    Super Mário RPG
    Só joguei alugado não deu para zerar e tinha a questão do hardware modificado para sustentar o potencial gráfico do jogo,supremo mesmo,fazia o SNES tremer.
    Super Mário 64
    É outra pérola que preciso jogar pra valer…o do DS é muito bom MESMO,quando eu comprar um DS de novo(tinha um mas tive que vender he he he)esse é certo na jogatina.

    Caraca caduco você não vai se arrepender de jogar Donkey Kong Country,tem uma das melhores soundtracks de todos os tempos e o design das fases são extraodinárias!!!Eu amo esta franquia no SNES.Mas que estória é essa de SMW melhor que SMB3?Ha ha ha eu até entendo seu ponto de vista mas Super Mario Bros 3 elevou o NES a um patamar jamais visto no nintendinho,he he he apenas por uma questão de “linha do tempo” eu prefiro este.E que fique claro: Super Mário World é muito bom também!!!

    Sobre o Shadow of the Colossus Caduco não se preocupe,eu também estranhei muito quando jogeui pela primeira vez,é que Shadow traz uma proposta de gameplay/roteiro muito inovadora é preciso “digerir” o jogo primeiro pra saber se realmente ele faz seu tipo ou não…a maioria dos que deram uma chance a Shadow of the Colossus gostaram,digo mais,se emocionaram muito com o game,inclusive eu.
    Você não curte The Legend of Zelda?Que os deuses gamísticos te perdoem eu estarei rezan…digo jogando por você ha ha ha.Tudo bem eu também vou blasfemar um pouco olha só os que eu desprezo:

    Final Fantasy (todos)
    Survival Horror (todos…sim incluindo Resident Evil,claro)
    RTS (real time strategy)

    MEUS PECADOS:
    Super Mário Bros 2 (NES)
    Strider (MD)
    Sonic 3 (MD)
    Mega Man 3,5,6 (NES)
    Sunset Riders (SNES)
    Tem muito mais mas é melhor parar por aqui he he he.
    Eu poderia completar com mais uma lista:
    Os “Jogos Que Gosto Mas Tenho Vergonha De Admitir”
    ha ha ha ha mas não,não esta fica pra uma próxima vez.
    🙂
    Ótimo texto caduco!!!

    • Gamer Caduco disse:

      Fala Dactar!
      Eu não sei desse lance de hardware modificado do Super Mario RPG. Vc diz algum chip interno do cartucho que dá mais potência na hora de executar o jogo? Se for isso, explica pq num passado distante eu não consegui emular este jogo direito.
      O do DS eu comprei e acabei deixando pra trás, pra variar, um Sonic pegou o lugar dele! huahuahua… Sonic Rush… ô joguinho difícil este, viu?
      Cara, sobre a “briga” de SMB3 vs SMW, eu acho que é questão de gosto. Não dá pra discutir o que foi que a Nintendo conseguiu extrair de seu console de 8 bits com aquele jogo, é de se impressionar a qualidade que ele tem. Mesmo! Não vi outros jogos do console com tanta qualidade quanto ele, tanto sonora, quanto gráfica e a questão de ter muita variação entre as fases. Mas eu tenho SMW como um dos meus favoritos, pode ser até a nostalgia me sacaneando, mas não consigo achar o incrível SMB3 melhor que ele. E quando falo incrível, estou até elogiando pouco.
      Shadow of the Colossus foi o problema que falei no post. Mas depois de tantos elogios que li e ouvi do jogo, resolvi que preciso encará-lo. Outro jogo me despertou ainda mais a vontade de conhecer ele e Ico. O jogo em questão foi o Journey, do PS3. Esse jogo me emocionou de verdade, terminei ele em 2 horas com um baita sorriso no rosto e depois vi muita gente fazendo algumas comparações entre ele e o SotC, pelo fato de serem jogos mais “artísticos” e tal. Preciso muito de uma experiência como esta e já vi onde posso encontrar isso.
      Final Fantasy? Nãooooooooooooo! ahuhauhuahua
      Cara, eu adoro os FF, mas entendo perfeitamente quando alguém diz que não gosta. É um gênero que vc ama ou odeia mesmo.
      RTS é um pé no saco pra mim, não a toa eu detesto Starcraft.
      E os Survival Horror… eu não sei… Silent Hill é um Survival Horror ou dá pra classificar de outra forma? Pq é o único jogo de “terror” que me dá vontade de conhecer.
      Mas bacana que vc compartilhou suas “blasfêmias”, não é muito comum a gente encontrar as pessoas falando isso por aí na Internet. E bem bacana vc ter compartilhado seus pecados também, é bem isso que eu tô buscando com este post.
      Esse Super Mario Bros 2 que vc cita é a versão original (japonesa) ou a versão adaptada de outro jogo lá que saiu nos EUA como SMB2? Pq essa adaptada eu não consigo gostar, sabe? Agora o tal do original eu nunca vi e talvez seja um pecado gamístico também.
      Ah, uma dica: se for jogar Sonic 3 algum dia, joguei Sonic 3 & Knuckles e faça de tudo para obter todas as esmeraldas do jogo, é uma experiência e tanto! Embora eu ainda ache o Sonic 2 mais jogo! hehe!
      Pra fechar a resposta: cara… vc vai me fazer dar um Spoiler, mas esse assunto de “jogos que gosto e tenho vergonha de admitir” (ou similar) é um dos que eu tenho em mente pra colocar aqui, ainda mais depois de ver tanta gente que odeia Sonic Unleashed e eu, fã cego (ou SEGA?), me diverti jogando! huahua. Portanto acalme-se que isso virá algum dia, quem sabe depois de fechar o Mega Man 3 por aqui e colocar mais algo no ar que estou prometendo a mim mesmo faz muito tempo.
      Valeu Dactar!

      • kanonclint disse:

        A sim , com certeza ! Vou dividi-lo em 2 tipos: Os pecados , jogos que joguei, mas não terminei, e os Pecadões, sacrilégios acima de qualquer desculpa, jogos que eu nunca joguei.

        -8bits
        .Alex Kidd – in High Tech World – Pecadão
        .Zillion – Pecado
        .Sonic Chaos – Pecadão
        .Cyber Shinobi – Pecado
        .The Legend of Zelda – Pecado
        .Super Mario Bros 2 – Pecadão
        .Castlevania 2 Simons Quest – Pecadão
        .Mega Man 5,6 – Pecado
        .Metroid – Pecado

        -16bits
        .Toe jam e Earl – Pecadão
        .Super Mario RPG – Pecadão
        .Donkey Kong 3 – Pecado
        .Star Fox – Pecadão
        .Ecco the Dolphin – Pecadão
        .Legend of Mana – Pecadão
        .Adventures of Batman e Robin – Pecado

        5 Geração ( Saturn, PSX, N64 )
        .Xenogears – Pecadão
        .Banjo Kazzoie – Pecado
        .Perfect Dark – Pecadão
        .Fear Effect – Pecado
        .Arc the Lad ( serie) – Pecadão

        -Jogos atuais , da geração PS2, e geração Atual
        .Deus Ex (serie) Pecadão
        .GTA – Não gosto da serie, nunca joguei , nem terminei nenhum
        .Red Dead Redemption – Pecado
        .BioSchok – Pecadão
        .Halo ( serie) Pecadão
        .Mass Effect (serie) – pecadão

        PC, e Portateis
        Nunca goste de jogar nos PCs, por isso nunca terminei qualquer game dessa plataforma. Os portateis, eu até gosto, mas sempre sofri com o Motion Sickness com ele especificamente. Terminei somente alguns poucos games do Game Gear via emulação. Recentemente terminei meu garimpo das melhores roms, e dos melhores emuladores dos portateis da Nintendo, com enfase no Game Boy Advance, e DS.
        Pretendo ainda esse ano , iniciar uma cruzada estas plataformas de no minimo uns 20 games.

        Bom, dos que eu lembrei, são esses , mas deve ter mais XD……eu acho.

        • Gamer Caduco disse:

          Cara… vamos lá… alguns comentários.
          Vc acha Alex Kidd in High Tech World um pecado? Eu não consigo curtir este jogo.
          Mas tem um pecadão que eu quase não te perdôo e eu tenho minhas dúvidas se hj vc vai curtir este jogo como poderia ter curtido na época, ainda mais jogando “de dois”: Toe Jam & Earl! Mano, eu sempre adorei este jogo! Hj ele parece um pouco travado, mas mesmo assim eu me divirto com o senso de humor dele e tudo mais.
          Outro que merece um puxão de orelha (como se eu tivesse alguma moral… kkk) é Xenogears! Pra mim é disparado o melhor RPG de PSX, se um dia estiver com tempo e paciência, encare-o!
          E tem uns que vc citou pro mesmo console que eu nem sei do que se tratam, sério! Perfect Dark, Fear Effect e Arc the Lad. Poxe me xingar! kkk
          GTA é muito “ame ou odeie”, eu só me empolguei jogando o San Andreas, em diversos momentos eu pensei em abandonar pq não aguentava mais a estória. Meio chata e tal. Mas curtia a jogabilidade. Eu até cheguei a comprar o IV e nunca o joguei. Desperdício de grana! :/
          Mas bacana, até vc que me parece ter jogado e terminado muito, mas muito mais jogo que eu também tem os pecados, o que comprova minha teoria de que todos possuem, não tem jeito!
          Os portáteis se vc conseguir jogar via emuladores, valem a pena. Especialmente o Game Gear, jogue os Shinobi que saíram pra ele, principalmente o segundo! Pra mim é um jogão!
          Motion Sickness maldito! Ninguém merecia sofrer disso!
          Valeu Kanon!

      • Dactar disse:

        Então Caduco o lance do SM RPG é um “chute controlado” meu porque alguns jogos do SNES receberam sim um chip a mais para acelerar o gráfico e embora não conste nada sobre SM RPG eu desconfio fortemente que alguma coisa foi feita com este game.O impacto visual gráfico é algo chocante para os padrões do SNES,acho que mexeram no hardware do cartucho sim,e a dificuldade de emular o game fortalece mais ainda minha teoria he he he.
        Caramba,Journey é muito intenso mesmo!Eu não joguei mas vi um gameplay do Guilherme Gamer no Youtube já faz um tempinho e fiquei muito impressionado com o jogo.É um jogo muito artístico não só visualmente mas conceitualmente também.
        Sobre o Silent Hill eu não descarto a possibilidade de gostar eventualmente de algum, mas o gênero em si não rola.Sei lá não curto filmes de terror e já “passo a bandeira” para jogos também e livros também,enfim é todo um gênero que não me atrai.
        O Super Mario Bros 2 que gosto é aquele que muita gente odeia,o americano,de 4 personagens selecionáveis e fases com desenho totalmente distinto,já que a “engine” é de outro game japonês originalmente,mas mesmo assim eu adoro este jogo e preciso detoná-lo.
        Valeu pelo toque em Sonic 3,vindo de você qualquer dica sobre Sonic ou a SEGA adquire um peso bem maior,sei que você é um apaixonado por esta empresa que marcou profundamente a história dos videogames.Acho que lá pela metade de 2013 eu devo encarar este clássico,tem muita coisa na lista de espera…he he he.
        Os “jogos que gosto e tenho vergonha de admitir” ha ha ha vou ficar no aguardo vai ser legal confessar essas coisas he he he.E não são apenas jogos conhecidos que cabem aqui,tem muita coisa tosca que a mídia mundial de games ignora ou cospe em cima mas a gente acaba curtindo…vai saber porque.

        • Super Mario RPG usou um chip especial sim, o nome do bicho é SA-I. Inclusive eu já joguei ele no próprio SNES e te digo que o cartucho é um tijolo, bem pesadinho, he he he.

          • Dactar disse:

            Muito interessante,então eu não estava delirando afinal…he he he,valeu por confirmar Rafa!Lembro que na locadora a ficha de locação do Super Mario RPG tinha uma bolinha vermelha,isto é,era o jogo mais fodástico e caro junto com Street Fighter Alfa 2 se não me engano.

            • Ops, acabei escrevendo o nome do chip errado, é SA-1. A Wikipedia gringa tem a lista com todos os chips do SNES e seus respectivos jogos, esse do Mario RPG foi usado em um monte, dá uma olhada http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_Super_NES_enhancement_chips

              Sobre Mario RPG e Street Alpha 2 lembro de ter alugado os dois uma época em que meu pai teve que ficar trabalhando em outra cidade (Varginha – MG) e eu fiquei uns tempos com ele pra fazer compania pro velho. O Mario RPG eu fiquei muito além do prazo pra poder zerar, rzs. Na mesma época tinha uma outra locadora fechando e por dois dias de atraso eu não comprei o Mario RPG por R$ 40,00… ô tristeza viu 😦

          • Dactar disse:

            Rafa:
            Pensei que os cartucho “modificados” fossem alguns mas a lista que você passou mostra o contrário.Jogos como Megaman X2 e Top Gear 3000 me surpreenderam pois também foram turbinados,aliás nessa lista tem até Power Rangers,caraca,he he he.Enfim,o que eu pensava ser exceção foi a regra pra muito jogo que saiu pro Super Nintendo.Mexer no cartucho e não no console para fazer “upgrade” foi uma boa ideia da Nintendo.
            Eu também vi muita locadora fechando mas nunca pude aproveitar,grana curta he he he.Salve salve os emuladores.

        • Gamer Caduco disse:

          Ah, o Tchulanguero já matou a nossa curiosidade! hehe!
          Journey é fantástico, não sei se vc possui PS3, mas se possuir e tiver algum crédito na PSN, vale a aquisição. Não vi o vídeo do Guilherme Gamer, depois vou dar uma olhada. Ele jogou de cabo a rabo? Ou mostrou trechos? Uma coisa que me impressionou é que eu, um cara meio que contra multiplayer online com desconhecidos, adorei o fato de ter seguido a jornada com um mesmo companheiro do começo ao fim, e era marinheiro de primeira viagem também. Então foi mais incrível ainda a experiência!
          Quanto à Silent Hill, agora entendi: vc não curte mesmo o gênero terror, independentemente da forma de entretenimento. Nesse caso não tem jeito mesmo, melhor ignorar a franquia e qualquer outra que seja no mínimo parecida.
          Cara, eu não gosto desse SMB2 americano! Não tem jeito… hahaha!
          E adicione sim o Sonic 3 & Knuckles na sua lista pra encarar, ele dá um trabalhinho pra zerar 100%, mas vale a pena. Eu fiz isso há anos e confesso: usei save states nas entradas dos Bonus Stages, sempre fui um pregão naquele Bonus Stage do 3 e do Knuckles. Nos demais eu ia bem, mas esse daí eu só me lasco! Pronto, agora vc pode me azucrinar bastante por eu ter roubado em uma de minhas franquias favoritas. Mas foi só dessa vez, viu? kkkkkk
          Calma que virá este post, deixa eu só organizar minha vida pessoal que tá meio de ponta-cabeça há algumas semanas! hehehe!
          Valeu Dactar!

          • Dactar disse:

            Não tenho console da nova geração,mas particularmente eu compraria um Xbox porque me identifico mais com os jogos do console e com a estrutura da LIVE.
            Sabe eu não lembro se o Guilherme foi até o fim ,acho que foi sim,já faz um tempo isso.
            E…ha ha ha não vou te zuar não,por ter,digamos pego alguns save states,em Sonic tudo bem he he he.

            • Gamer Caduco disse:

              Eu acabei optando pelo PS3, os motivos tão no post lá! Mas o X360 é um baita console.
              Ideal seria ter os dois, mas ainda não usaram o cheat de dinheiro infinito na vida da gente, né? 🙂

  4. kanonclint disse:

    Meu pai do céu ………………….é tanto pecado que nem mesmo um exercito dos melhores advogados da via láctea seria capaz de lhe conceder um misero efeito suspensivo, ou habeas corpus, sei lá heheheheheheh XD !
    Mas falando serio agora, eu acho que seu maior pecado Cadu, foi ter dedicado tanto tempo a jogos como Wining Eleven, e Guitar Hero, por exemplo. Eu acompanho o blog à algum tempo, e sei que você acabou bitolando um pouco além da conta nestes games, não que eles sejam ruins, eu adoro a serie PES, até campeonato eu já ganhei, mas são jogos que não saem muito daquilo.
    Falando dos pecados agora,se você esta mesmo disposto à se redimir de alguns, eu sugiro que você tente colocar primeiro SUA CASA em ordem, como assim ??! Começando pelos games das plataformas da Sega, e depois da Sony, e ai ir atrás das plataformas que você teve menos contato, no caso os da Nintendo, estou errado ???
    Minha jornada nos games sempre foi muito constante, desde 1990 quando eu ganhei meu Master System até hoje sempre joguei e terminei muitos jogos, minha média, segundo o instituto Data-Foda-se XD, é de 30 à 40 jogos terminados por ano. Quando eu tive acesso aos emuladores de consoles, eu fui primeiro atrás de games underrated dos consoles da Sega, ai depois foi só Nintendo, ainda que para um seguista, eu acho que minha participação nos consoles da Nintendo, é muito boa, melhor até do que muito nintendista por ai…….convenciiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiido!!!!!!
    Mas eu sei, que existem muitas pessoas que se perdem, que vão, que voltam, e até aqueles que nunca voltam ao mundo dos games, e ai acontecem as brechas de jogos obrigatórios que foram deixados de lado, isso é normal.
    Mas existe uma coisa muito importante esse assunto Cadu, a questão do gosto. Cada um tem o seu, e nem sempre o seu vai ser o da maioria. Vou dar meu exemplo: Skyrim, eleito o jogo do ano de 2011, eu já comecei tres campanhas, com raças diferentes, e o jogo não me prende nem com reza braba. fazer o que??? não rolou, ainda sim eu sei que o problema sou eu, eu não gostei do jogo, mas que ele é bom ele é. E acho que é esse discernimento que devemos ter, não é porque eu não gosto, que o jogo seja ruim.
    Agora vamos, e venhamos cara,…..Shining Force, Shenmue, Gunstar Heroes, Super Mario 3, Donkey Kong, Ninja Gaiden, Super Mario 64, PHANTASY STAR IV !!!!!!!!! Ai você enfiou a faca depois torceu heim ?????!!XD

    Abração cara !

    • Gamer Caduco disse:

      Putz… tô ferrado então, Kanon! hahaha!
      Só quero saber em que inferno eu vou arder já que não tenho direito à defesa no tribunal gamer! hehe
      Será que vão me fazer jogar ET do Atari por toda eternidade?
      NÃÃÃÃÃOOOOOOOOOOOO!!!!!
      Bom, não posso negar, vc tem toda razão quando diz que perdi tempo bitolando em WE/PES e Guitar/DJ Hero. São bons jogos pra se divertir em galera e tudo mais, mas perder tempo jogando eles sozinho é um problema sério para quem curte games e não só gosta dos jogos de esportes (não é uma crítica a eles, não me entenda mal).
      Eu gostei da sua sugestão, mas ao mesmo tempo eu tenho um tabu pra quebrar que é encarar os jogos do NES. Cara, eu desprezei muito este videogame durante toda minha vida, vc sabe bem a razão disto! hahaha! E sei que tem muitos jogos incríveis nele, então eu quero tentar encarar em paralelo algum dele com outro da geração atual (mesa ou portátil), se tiver tempo para isto, claro. Porém, creio que vc tenha razão sim em falar pra eu “organizar minha casa” primeiro, até pq tem muita coisa da SEGA que eu preciso encarar de cabo a rabo, por exemplo os Shinobi do Mega que são grande mancada minha. Junto com Gunstar Heroes e PSIV que eu nem preciso repetir o que escrevi no post, né?
      Ri alto do Instituto Data-Foda-se! E do “convenciiiiiiiiiiido” também! kkkkkkkkkkk
      Mas cara, eu até entendo o que vc tá dizendo, eu vejo muito nintendista por aí se gabando e nem conhecendo os consoles direito. É quase igual o meu caso com a SEGA, eu preciso encarar muita coisa, deve ter muito nintendista por aí que conhece muito mais da minha empresa favorita do que eu! hahahaha. Eu sempre tive o problema de jogar mais descompromissado, tipo, se eu perdia muito e enchia o saco, trocava de jogo. Isso desde adolescente. Agora eu estou um pouco mais paciente.
      O mais legal é que vc teve essa paciência e força de vontade de encarar até o fim muita coisa, até dos consoles que nem são seus favoritos. O que é ótimo para vc ter até um embasamento para discussões e tudo mais.
      Sobre gosto… é… gosto não tem jeito, é como um conhecido meu me disse uma vez: “gosto não se discute… se lamenta”! hahaha
      Então é aquele tal negócio, se não gostou, não adianta forçar. Tem mta coisa overrated por aí não só na área de jogos, mas filmes, séries, música e etc. Mas eu sempre digo e insisto, felizmente nem todo mundo tem o mesmo gosto, senão o planeta seria um porre. E vc disse bem, nem tudo que não gostamos pode ser considerado ruim. E acho que se aplica no caso de que nem tudo que é odiado pela maioria é necessariamente ruim também. Já vi tanto jogo odiado por causa de detalhes (Sonic Unleashed, sempre cito ele). Eu ainda vou falar sobre isso por aqui, ah vou!
      Pra fechar…
      Gostei da ênfase no “PHANTASY STAR IV”… senti como um puxão de orelha BEM forte! hahahahaha.
      Algo tipo “COMO ASSIM VC NÃO JOGOU ESSE JOGO? SAI DA FRENTE DESSE COMPUTADOR E VAI JOGAR, SÓ SAIA DO JOGO QUANDO VER O ‘THE END’!”.
      hahuauhahuahuahua
      E cadê sua lista de pecados gamísticos? Quero ver também, com certeza vc os tem!
      Valeu Kanon!

  5. aki é rock disse:

    Caramba você ta com muita coisa a jogar hein ta que nem eu cara eu tenho uma lista dessa no meu celular também recentimente andei jogando alguns jogos da minha lista mas são tantos jogos legais ai que a gente fica meio perdido.Mas aos poucos eu vou jogando alguma coisa no momento eu to jogando o Castlevania do PS2 peguei a cronologia da série e pretendo jogar passo a passo pra ver a como segue essa grande enredo.

    • Gamer Caduco disse:

      Pô, Rock, vc também andou listando no celular os jogos que tem pra jogar e cadê sua lista aqui? Tem que admitir seus pecados, pô! hahahaha
      Qual dos Castlevania do PS2 vc tá jogando?
      Eu tentei encarar o primeiro que saiu, mas depois de um tempo eu fiquei meio enjoado dele por não mudar muito. Mas acho que um dia eu tento encará-lo de novo.
      Mas é bem o que vc falou mesmo: tanto jogo legal que a gente fica meio perdido, aliás, diria completamente perdido!
      Valeu Rock!

      • aki é rock disse:

        Cara minha lista é muito grande mesmo viu eu separei por videogames tem cada jogo que eu quero jogar e que eu não tive oportunidade na época .

  6. Fúria disse:

    Falaê amigo, como vai? Acho que sua consciência pesou ao terminar a lista e clicar em “postar”, embora sofrível, listar os pecados gamísticos é uma forma de desabafo(mesmo fugindo dos pedregulhos e das chamas que os companheiros atiram). É uma lista boa e, em partes, compreensível, visto que tem consolas que eu também mal cheguei perto. Porém o que me doeu o coração(essa eu confesso que fiquei com o rim doente ao ver na lista) foi NiGHTS into Dreams… mas contei até 3 e respirei fundo e ficou tudo bem(brincadeira hehehe =p)

    Eu tenho muitos pecados gamísticos, mas tem uns que o pessoal acha ser pecado, quando na verdade eu pouco estou afim de debulhar um game qualquer da série ou mesmo testar só pra passar o tempo hehehe

    Abraços,

    Fúria

    P.S.: vou preparar um post especial em meu blog para listar meus pecados gamísticos.

    • Gamer Caduco disse:

      Fala Fúria! Tudo certo?
      Olha, foi quase isso mesmo que vc falou. A pior parte foi escrever o post, pq eu acabei montando uma lista antes de descrever cada jogo, mudei enquanto descrevia os jogos e mudei mais duas vezes depois de ter descrito até os “reservas” que não entraram na lista original. É tanto pecado que eu ficava na dúvida de quais são os mais importantes. Mas acho que cheguei num resultado plausível! hahahaha…
      Enfim, sim, foi um pouco desabafo!
      CAAAAAAAARA, eu tenho uma baita curiosidade com NiGHTS Into Dreams…! Eu nunca encostei em um Saturn na minha vida, então eu posso ter muito mais pecados neste console do que imagino!
      Esses que não estamos afim não tem jeito, eu até fiz a minha listinha.
      E eu já ia cobrar a sua lista de pecados, assim que postar eu vou conferir. A gente devia era fazer um Meme disso!
      Valeu, Fúria!

      • Fúria disse:

        Faaaaala meu amigo! Pois é, cara, você não pode demorar mais para conferir o Saturn(eu sei o quão difícil é achar este console hoje =T), tem tanto jogo incrível que você não pode levar em consideração os ‘mimimi’s’ dos que dizem que o Saturn é “isso e aquilo”. Eu sei bem como somos(nós blogueiros) indecisos na hora de listas e textos, eu mesmo mudo bastante também hehehe não se preocupe, não és o único a ter a “paranoia textual”(eu que “criei” esse tipo de paranoia hehehe).

        E sabe que eu pensei o mesmo? Deveríamos bolar um MeMe dos nossos pecados gamísticos sim, acho bem bacana essa corrente que os blog’s fazem!! Vamos trocar ideia a respeito do assunto ^^

        Abraços,

        Fúria

        • Eu acho que já rolou um meme com esse título. Não que um segundo não possa acontecer, só pra avisar mesmo, he he he.

        • Gamer Caduco disse:

          Pois é, sei da dificuldade de encontrar um Saturn funcionando legal e tudo mais. O jeito vai ser eu ganhar na loteria pra ter todos os consoles que quero, não tá fácil! hahaha
          E pelo visto acho que já rolou o Meme, será que aceitam inscrições atrasadas? huahuahuahu
          Valeu!

          • João Roberto disse:

            Fala, Caduco!

            Cara, eu vou comentar só sobre o Saturn que você disse ser difícil de encontrar…
            Hoje eu tenho 1, vendi o outro dias atrás porque não tinha jogo americano pra ele e o meu eh japonês. Ao todo já tive 3 e sei de gente aqui da minha cidade que tem e vende fácil. Não eh um console tão difícil assim, o problema é buscar no mercado lixo.

            O meu japonês, por exemplo, com 20 jogos originais, branquinho, branquinho e o com leitor ótimo comprei por R$200,00 e ainda levei um Mega Drive 3 (com 10 jogos na memória) de brinde e mais uma caixa de Dreamcast (detonada, mas ainda assim uma caixa de Dreamcast). No ML o meu console sai por horrores. O pessoal lá é sem noção…

            Olha esse igual ao meu:

            http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-440610829-sega-saturn-japons-20-jogos-originais-colecionador–_JM

  7. Puxa, a série Sonic Advance é muito boa mesmo xD
    Enfim, da série Zelda em geral eu também não curto muito, mas respeito.
    Mas zerei Twilight Princess (e quase o Ocarina of Time 3D), sendo que joguei bastante vááários outros.

    Mas compartilho muitos de seus pecados, triste vida xD

    • Gamer Caduco disse:

      Eu também respeito muito Zelda, embora viva tirando sarro de alguns fãs só pra provocar! Pura palhaçada, guerra SEGA X Nintendo! hehehe
      É uma tristeza esse monte de pecado, não?
      E Sonic Advance é ótimo, eu tô devendo pra mim mesmo, quem sabe um dia, né? Maratona Sonic tá aí pra isso! 🙂
      Valeu Paulo!

  8. Ryu1908 disse:

    Cometi alguns desses pecados aí, nunca nem toquei em Gunstar Heroes por exemplo.

    E sobre Sonic Advance, eu só recomendaria mesmo o 1 e o 3. Mas como você parece estar fazendo uma maratona aí, vai ter que jogar os três eventualmente, então boa sorte. 😛

    • Gamer Caduco disse:

      Putz, Ryu1908… o Gunstar Heroes eu posso considerar não ter encostado também. E esse é grande mancada nossa.

      Vou jogar os 3 sim, muito em breve começo. Não sei se já é a hora, mas está perto de acontecer! hehehe!

      Valeu! 😀

  9. Cherry Pie disse:

    Aiiii mééééééééuuu Déééééééuuussss!!!
    Sorrrocooo!!!
    Tenho que me confessar! É muita coisa! Muita coisa!
    Muito “pecado” comunitário! Com títulos desses, impossível não “cair em tentação!!!”
    Bom, vamu desembuchar essa bagaça!
    Uma boa parte deles eu admito que não conheço, alguns sequer de ouvir falar… maaas, dentre os que já passaram em alguma fase da minha vida estão: (na ordem do post)
    *Gunstar Heroes: Muuuito dinâmico! Ainda não tirei para fechar, mas para mim ele tem um “Que” especial, uma vez que ele me lembra (e eu o considero um precursor do…) Metal Slug! Meu Shoot’em’up favorito! Já fechei todos (pelo menos todos os que estão no Metal Slug Anthology de PS2)
    **Super Mario 64 é bacaninha! Volta e meia eu tiro para jogar e rejogar. Mas infelizmente, nunca consegui terminar, até porque acaba sempre me batendo uma queda pelos jogos de kart e eu acabo trocando ele pelo Mário Kart 64. Auto sabotagem é foda! 😦
    ***Phantasy Star1 (SMS)! O QUE FALAR DELE???!!! QUASE CAÍ DE COSTAS (QUANDO CRIANÇA) NA HORA QUE DESCOBRI ESSE GAME! ERA A FITA MAIS CARA DO MASTER! E TOTALMENTE EM PORTUGUÊS!! MEU, E EU AINDA NEM BEBIA NESSA ÉPOCA! ERA TUDO VERDADE! FECHADO COM MUITO ORGULHO!(Infelizmente, ja não mais no master nem na infancia, mas ainda assim…terminado!) E NOITES MAL DORMIDAS! MAS ESSE… VALEU A PENA!
    ****Donkey Kong: Na verdade, eu só joguei o Dixie Kong de SNES, que todo mundo chama de DK3. Não fechei na época, até pq esse eu só jogava na casa dos outros. Fechei ele no emulador com a mesma amiga com quem fechei Phantasy Star. Legalzinho, mas nada muito surreal. Com paciência dá pra “perder umas horinhas”…
    *****Final Fight no arcade? Pra mim, só se for via MAME, a menos que eu esteja com grana…MUUUITA GRANA… o jogo é bem loko, mas muito fácil para morrer… (pelo menos para mim).
    *Land of Illusion – FECHEI! O ultimo castelo Lembra o Castelo do Bowser no Super Mario World. O negócio é escolher o caminho certo, senão ferra tudo! E as fases de água então? Xinguei a mãe do coitado que fez o jogo até umas horas! Esse negócio de ter que subir toda hora para pegar ar lasca tudo! Haja santa paciência! Fora os joguinhos de combinações para transformar a lava em água, nadar, ficar invertendo as telas para pegar as portas… um verdadeiro pé de pica! Tem que ter um estoque bem gigante de paciência e perseverança para fechar este.
    *Comix Zone – achei legal pakas! O lance HQ é muito bem sacado! Em compensação, não consegui passar da 2ª fase! (VERGONHA!!!=-(( )
    *Shinobi (franquia) mto loko! Mas idem ao Comix Zone!!! (Vergonha ao quadrado!!)
    *Strider – Idem aos dois citados acima… (vergonha ao cubo!)
    *Crash Bandicoot (franquia) PSX – Quase TODOS FECHADOS E RE-FECHADOS 100% COM HONRAS! ESPECIALMENTE O CTR!! Exceções para Crash 01 (muito treta os 100%, pelo motivo de ter que pegar todas as caixas sem perder nenhuma vida para poder pegar as gems, mas fiz o possível) e Crash Bash. O jogo fica muito chatinho depois de um tempo. E Crash morreu para mim no mesmo instante que a Naught Dog deixou de participar da produção. Em minha opinião, o que veio depois ficou horrível. Não valeu a pena!
    *Tenchu – É loko mas é muito treta. “Fechei” graças ao game shark. Desclassificado (não o jogo, mas sim eu. Fechado na robalheira pura! VERGONHA AO INFINITO!!!)
    *Full Throttle – ESSE COMPENSA O ANTERIOR! FECHADO NA ÉPOCA! AJUDA? APENAS DOS PRIMOS QUE JOGAVAM JUNTO! TUDO DESCOBERTO NA RAÇA!
    Chutei horrores aquele piano do bar! Acabei com a mão do Ben no jogo da faquinha! Tretei muito com os caras na velha mina! E pulei o precipício com o truque da ventoinha e com a moto equipada com o “Envenenador de motor de combustão explosiva não regulamentado” dos Vultures! Sem dúvida, uma grande conquista! Fechado e refechado váááárias vezes!
    Ufa! Tá confessado!
    rsrsrsrsrsrs

    • Gamer Caduco disse:

      Ih, descobriu meus podres, né? Que coisa! huahuhuahuahua
      Calma que essa lista ainda vai aumentar bastante por culpa da geração que tá saindo agora, do PS3 e tal.
      Citando cada jogo:

      Gunstar Heroes: eu curto pacas Metal Slug, o Gunstar Heroes parece uma versão mais “calma” do jogo. Pq o MS vc morre o tempo todo se não tomar cuidado, só não é pior que Contra. Mas não joguei tanto da franquia. Seria um pecado gamístico? Vish…

      SM64: Eu não curto muito o Mario Kart 64, não me odeie por isso! huahuahua… felizmente não sou o único, o Tchulanguero do Vão Jogar! (www.vaojogar.com.br) fez um post sobre não ser fã também. Dá uma olhada, é um blog bacana também e bem receptivo, recomendo. Mas o Mario 64 eu sempre começo e nunca termino. Vc pelo visto fez o mesmo. Chegou a ir longe pelo menos?

      PSIV: Opa, peraí… não foi o PS1 que eu não joguei, mas sim o IV. O I e o II eu joguei bastante, especialmente o I. Já o IV eu comecei 2x e não fui longe, não sei pq. Mas vou terminar. E o III também, um dia…

      DK: Comecei o primeiro mais uma vez, não fui longe e já parei. O 3 vc curtiu? Dizem que o melhor é o 2, mas queria jogar na ordem.

      Final Fight: No arcade não sei se consigo com pouca ficha, provável que não. Precisaria de algum treino. Depois eu pego um MAME e tento, é que eu não consigo jogar no PC. Falta paciência.

      Land of Illusion: poxa, parece desafiadora esta última fase… agora fiquei realmente curioso pra jogar, agradeço pelas dicas de dificuldade e precisar de paciência! hehehe

      Comix Zone: EU TAMBÉM NÃO CONSIGO PASSAR DA SEGUNDA FASE!!!!!!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Shinobi: quase terminei o 2 nesse meio tempo entre o post e o dia corrente, mas não tentei jogar de novo. Cheguei no último chefe. Mas falhei miseravelmente em derrotá-lo.

      Strider e todos os outros acima: todos os jogos exigem paciência, não dá pra ficar com vergonha. Só ter um pouco de calma e vc termina todos. Vale pra mim tb o “conselho”! kkkkk

      Crash: quem é fã diz isso que vc disse, que o jogo só valia a pena na época da Naughty Dog. Eu sinceramente não consigo me empolgar muito com o jogo, não sei pq. Acho que tenho alguma neura com jogos em plataforma 3D, sou muito ruim nesse tipo de jogo! hahahaha

      Tenchu: huauhahuahuahuahua… vc tá traumatizada com os jogos não finalizados, calma que um dia vc termina tudo isso!

      Full Throttle: eu não sei se tenho mais paciência pra esse tipo de jogo, mas bacana que vc terminou tudo na época sem apelar pra “detonado”. Tenho um primo que fez isso tb, era fascinado pelo jogo. Eu mesmo não me empolguei, na época. Mas considero um pecado meu.

      Não tem mais nenhum pecado que vc estejas escondendo? Nenhum Sonic? Mario? Mega Man? Tartarugas Ninjas? Olha lá, hein? hehehehehe
      Obrigado por mais um comentário e pela visita frequente! 😀
      Bjs

  10. CherryPie :) disse:

    Olá deee novis!
    Domingão à noite… Bateu aquela deprê de final de FDS… trampei PA peiga dando um talento na house, mas…é o que teve pra hoje.
    Como ninguém é de ferro, chamei a tchurma para jogar Super Mario World pela enésima vez… kkkkk
    Todavia, nada como dar um chego aqui pra dar um up na moral!
    Bora pro fight?
    Seguinte:
    É, confesso que a confissão não foi assim tão bem feita.
    Então, vamos ao que falta!
    Sim! Metal Slug é de fato muuuito fácil para morrer!
    Nem sei como os caras jogam este nas máquinas! Ou eles são muito feras, ou muito ricos! Tem que ter audácia! Contra?? Coragem para jogar, hein?? Eu acho ele um tanto travado… Tem que incorporar os polegares do Chuck Norris para encarar este…
    Metal Slug é um caso sério pq ele é bem “visualmente poluído” tem hora. A sensação é que vc está na rocinha. É tiro pra tudo que é lado. E o pior: ás vezes você até chega a ver o condenado te dando um tiro, o cara ta lá na PQP á esquerda, onde Judas perdeu as cuecas, e quando vc vai ver, é atingido por aquele mesmíssimo tiro que teve o trabalho de viajar a tela toda! Dá dó.
    Mário Kart 64 cai na minha tara, que são os jogos de Kart, mas plataforma é um gênero que aprecio muito também.
    No SM64, não sei te dizer exatamente até onde fui… Aquele mundo é um pko confuso para mim… Tipo, eu cheguei numas fases que vc tem que cair num buraco negro no chão para entrar… Era umas fases escuras, que corria um gás verde, um baguio meio sombrio… Eu me lembro um pouco mais disso, mas esse já ta estacionado há um tempinho. Passa um tempo e as coisas vão caindo no esquecimento. Não tem jeito. A gente acaba esfriando.
    Phantasy Star… Tô ligada!!! HÁÁÁ, PEGADINHA DO MALLANDRO!!! IÉ IÉ!!! Hahahahaha! É que eu não podia perder a chance de comentar mais uma vez. Não dá! É mais forte que eu!!!
    Então, eu comecei a jogar o PS4, há muito tempo atrás, numa terra distante, longe da civilização, lá onde não tinha medo o tal João do Santo Cristo… Achei bem legal o começo. PS4 chega até a ser meio “autodidata”.Não é tão difícil quanto os outros, que vc tem que quebrar a cabeça para ir avançando. Maaas, ficou lá, me esperando… Pegando poeira. Quem sabe um dia?? Ah meu, jura que vc ainda quer conferir o 3?? Coragem, hein?? Não bati com o santo dele na hora! É o único da franquia que não desceu redondo pra mim… Se algum dia eu resolver mudar de ideia, esse vai precisar de muita coca-cola pra descer…
    Land of Illusion…deveras! Paciência é a palavra de ordem desse jogo!
    Ùltimo chefe??? Pô, aí dói, hein?? Maior dor no coração! =’((
    Então, pra gente que é da velha guarda, eu diria que Crash Bandicoot pode ser considerado como um “gosto adquirido”.
    No meu caso, adquiri o mesmo por causa da minha tara por kart (viu só! Isso é que é “cair em tentação!” kkk)
    CTR foi minha primeira vez com o Bandicoot. (Olha lá, hein?? To falando no bom sentido!).
    Daí, fiquei curiosa em conhecer os precursores. Daí então, ainda contei com a ajuda de uma amiga (irmã daquela que fechou PS comigo), que curtia… aí acabei sendo influenciada.
    Só que para mim, a saga acabou no PSX. Os games de Crash para PS2 ficaram muito aquém. Seja em jogabilidade, seja em enredo e também em diversão. Só um ponto para ilustrar: O senso de profundidade é praticamente inexistente nos Crashes de PS2. Vc morre e nem viu como morreu! Parece que o monstro tá lá na casa do chapéu, vc dá um passo e… já era! Muito ruim. Crash Nitro Kart??? Comprei na maior expectativa! Pra vc ver a situação: eu, fã de kart, QUASE CHOREI QUANDO VI AQUELA BAGAÇA! PENSEI, ‘NÃO É POSSÍVEL, TO TENDO UM PESADELO!’ ME BELISQUEI! MAS A IMAGEM NÃO SUMIU! SIM… ERA AQUILO MESMO QUE MEUS OLHOS VIAM E MINHAS MÃOS TENTAVAM JOGAR… MAIOR DECEPÇÃO!
    Aí, foi isso. Desde então, se não for para rejogar os Crashes de PSX, o Bandicoot e os demais estão todos mortos para mim.
    Tirar a Naughty Dog da produção é como querer fazer um filme do Rambo sem o Stallone! Meu, sem condições! Não desce!
    Ai ai… Tomara que sim. Infelizmente o tempo não é meu aliado. E com tanta coisa, cada dia fica mais difícil. Mas é isso aí! A esperança é a última que morre! Enquanto eu tiver um sopro de vida em meus pulmões e um controle na mão, eu tentarei!!!
    Ah, tenta de novo o Full Throttle! É curtinho! Nem dói!!!
    Pelo menos assim vc tira ele da lista de pendências! Quando não existem motivos, ás vezes precisamos criar algum… Eu te desejo sorte! Pensa com carinho… =-))
    Meu, o que falar do ouriço azul??? Tem muita coisa! Nem sei por onde começo! “pecados gravíssimos” cometidos com este carinha…
    Acho que vou guardar os comentários dele para os artigos do próprio, pq esse… dá pano pra manga!!!!!
    Mega Man??? Deixa eu ver… Bem, esse eu joguem bem pouco. Ainda hoje estava comentando dele com meu noivo. Não saiu nenhum para Play 3 nem para 360, né???
    Na verdade, é ele quem aprecia mais, especialmente os “X”.
    O último “X” ainda está inacabado. Paramos no último chefe! (aiiiiiiiiii!!! Pontada no coração!!!)
    Ele fechou os ‘crássicos’. Eu cheguei a pegar um pouquinho, mas afundei quem nem o Titanic… Trágico! No entanto, uso bastante ele no Marvel VS Capcom… (nossa, fui de pato pra ganso agora!)
    E… Tartarugas Ninja, joguei mais o IV ‘Turtles in Time’, com direito a muitas pizzas e “COWABUNGAS!!!”. Também fechamos aquele, não lembro direito qual, que começa numa fase com um incêndio… ai ai… Bons tempos. Boas coisas!
    É isso aí! Acho que agora foi tudo.
    Hehe
    Beijos e queijos!

    • Gamer Caduco disse:

      Finalmente consegui um tempo pra responder, desde sábado tudo bastante agitado aqui. Desculpe a demora!
      Eu gosto bastante do Contra, tanto quanto de Metal Slug. Nada de dizer que sou do Contra, hein? Piada batida essa! kkkkk
      Polegares do Chuck Norris? Com certeza! Haja habilidade! Mas ainda vou terminar alguns jogos da franquia! Esse negócio de ver o tiro e ser atingido(a) segundos depois é bem verdade, dá vontade de jogar a televisão longe! hehehe
      Não me lembro que fase é essa do SM64, na verdade lembro pouco do jogo pq joguei pouco, sempre jogava uma fase ou outra na casa de um amigo de infância, mas logo pedia pra trocar pra International Superstar Soccer 64 pra jogar de 2! hehehe
      O PSIV eu vou te dar um leve Spoiler, mas que vai te motivar a jogar da mesma forma que me motivou. Talvez vc até saiba, mas de certa forma há uma participação da Alis no jogo. A original, além da Alys que é personagem jogável. Eu sou louco pra jogar por isso, mas de fato ele é mais fácil que os dois primeiros. A propósito, o RPG japirongo que eu achei mais difícil em todos esses anos jogando nessa indústria vital dos games foi justamente o PSII. Ô jogo difícil da peste! Vc morre fácil a qualquer momento do jogo, chega a dar desespero.
      E eu vou encarar o 3, embora tenha achado ele bem paradão quando tentei jogar. Mas tem que ser numa época onde eu não tenha outra coisa legal pra jogar (ou seja, nunca, a fila de jogos é gigantesca).
      Fiquei rindo igual besta aqui do “falando no bom sentido”, se vc não tivesse dito nada, ia passar batido! ahuahuahuahua
      Já vi que vc tem o costume de terminar em galera os jogos, gostei disso. Crash com uma amiga, PS com a irmã dela, SSASR com o irmão, outros jogos com o noivo. Pô, aí é divertido pacas. Aproveita essa galerona toda e abram um blog, se todos tiverem a empolgação que vc tem pra escrever, daria muito certo! hahahaha… desculpa, me empolguei, mas é verdade! É legal quando mais de uma pessoa passa por uma experiência assim ao mesmo tempo, me lembra quando tentei zerar o Mega Man 9 em três pessoas, a gente riu bastante. Aliás, riram de mim que sou ruim, na verdade. Mas eu ri também! hahahaha. Ainda vou falar dessa experiência.
      Os Crashes de PS2 eu pulei PRA VALER! Os de PSX eu até cheguei a jogar e não me interessaram muito, mas os de PS2 eu nem pensei em ver.
      É ruim quando a gente se decepciona com algo que a gente espera muito, não é? Deu pra sentir sua frustração com o CNK.
      Putz, Cherry Pie, vou ser sincero, dificilmente vou querer encarar Full Throttle. Eu não me apego tanto à jogos point-and-click, muito embora eu tenha jogado o tal do The Walking Dead mais recente e tenha gostado. Falta paciência pra achar algumas coisas as vezes e eu sei que o FT tem muito disso. Mas, dependendo de como for, um dia eu arrisco. Vai que dá um momento de loucura! hehehe
      Ah, eu esqueci de mencionar acima, mas saiu sim Mega Man pra “PS360”, justamente o 9 que falei que joguei em galera (que é talvez o mais difícil dos Mega Man clássicos) e o 10 (esse beeeeem mais fácil), ambos com gráficos de 8 bits, como na era do NES. Eu ainda não terminei nenhum, mas baixei os dois quando eles ficaram gratuitos pra quem assina a PS Plus. A série X eu ainda tenho que jogar inteira. Mas fará parte do tal Desafio que vira e mexe eu posto aqui.
      Eu também usava bastante o Blue Bomber no MvC, adorava jogar com ele pq é muito fácil, já que eu sou péssimo em jogos de luta… hehehehe!
      Turtles in Time é sensacional. O que começa numa fase pegando fogo deve ser o que saiu pra Arcade e que teve uma conversão pra Nintendinho, que é o TMNT 2: Arcade Game. Eu achava o melhor de todos, até um amigo me fazer terminar o III com ele, que é espetacular. Há tempos eu não me divertia com co-op local pra bater a máquina, foi uma experiência bem agradável.
      Bom, é isso!
      Bjs

  11. Cherry Pie disse:

    Boooa tarde!!!
    Ai ai… Nada como estar de barriga cheia e com a mesa limpa, serviço terminado, (bem, pelo menos até segunda ordem) para dar uma inspiração e escrever aqui, com muito orgulho, depois de um belo almoço!
    Como vai? É muito bom estar de volta (de novo!)
    Cara, fala sério! É um tanto puxado ser “Office Girl”, deixar a casa em ordem, marcar presença com o noivo e amigos, dar conta dos compromissos a tempo e a hora! Uf uf! E olha que nem começamos a fazer o inventário da empresa! Vish! Num quero nem pensar! Bom, mas, aproveitando as vantagens de se estar na calmaria antes do furacão, tamos aí again!
    Cara… Internacional Super Star Soccer… Só que no nosso (meu) caso era o Deluxe de SNES!!!
    Nunca fui muito fã de futebol, mas vez ou outra jogava. Este (que mencionei), o Sega Soccer, (Mega Drive – com a dupla de ataque matadora da Rússia… Morkanov e Prussenko! E um tal de ETC… que sempre aparecia não sei de onde quando vc marcava + de 3 gols numa partida) o World Cup 94 (SMS) e o FIFA 2000 (PSX) foram alguns que passaram pelas minhas mãos e caíram um pouquinho na minha graça. Agora, FIFA 13/14…. É dar o controle na minha mão e começar a tocar “My Heart Will Go On” da Celine Dion. Totalmente hopeless para mim. Acho que futebol está para mim como luta está para vc… huahahahaha Nossa! Quase esqueci!!! ‘Ultimate Soccer’ do SMS também!!! Esse era notável! Tinha times e seleções a perder de vista! Ciprus, Malta… Esse foi memorável. Sempre tomava de goleada, mas um dia, virada no Jiraia, consegui fazer um gol tão lindo, mas tão lindo, que ficou na história! Aqueles que você tira o goleiro lindão! Até hoje meu irmão não gosta de se lembrar da história kkkk
    Winning Eleven também teve sua pequena passagem. Aquela narraçãozinha na língua do sol nascente…. Você chutava a gol e o cara soltava um “UUUUUUHHHHHH SSSSSHHHHHIIIIIIIII” e quando você pegava o rebote e a bola entrava era “YES!!! GOLO GOLO GOLO GOLO GOLO… GOOOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLL!!!!!” muito comédia!!! Graças a este jogo, as ‘tabelinhas’ foram sacramentadas como sendo “ONE TWO”. É… Acho que para uma garota, até que dá pra dizer que eu tenho a bola no pé… 😉
    Mudando de assunto… PSIV. Nossa! Curti, hein??? Vou fazer um tempinho para dar uma conferida! Vou ver se consigo convencer aquela minha amiga a jogar comigo. De dois sempre o gás para encarar é maior. Bem, vou esperar ela terminar o jogo do gnomo loiro de verde que ela começou a jogar de novo. Aí…faço o convite. Tomara que ela tope!!!
    PSII, nossa… Como eu fui tapada nesse…
    Eu ficava pê da vida no começo porque tinha aquela tal de Nei, que quando eu entrava numa batalha, a imprestável ficava lá… Só apanhando… Aí eu pensava: “Mas que desgraça! Por que essa condenada não ataca? Quis me acompanhar por que, se é uma completa inútil???” aí depooois eu fui descobrir que tinha que comprar um par de garras e equipar nela. Parabéns Cherry Pie! Você soltou com o diabo em cima da coitada sendo que o erro foi seu!!! Kkkkkk (troféu joinha pra mim!!)
    É… PSIII tem que pegar senha e esperar no fim da fila… Isso se a gente não entrar na “Greve dos Bancários” (neste caso, greve dos Gamers) também…
    Aaaahhh meu querido… Pelo sim pelo não achei por bem me prevenir…..huhahahahahaha. Ta para nascer alguém mais besta quadrada do que eu!! Kkkk zoofilia aqui não! Por favor!!
    Abrir um blog??? Num sei…
    Meu, isso não ia dar certo! Seria uma completa diarréia verbal! Acho que você num tá entendendo: a gente é um bando de loucos! (quase que no sentido literal da palavra!) Do tipo que pula o muro do hospício com o portão aberto.
    Empolgação tem… Mas acho que não ia prestar… hahaha
    Aqui todo mundo bebe groselha Milani, cheira meia… É tensa a parada! Acho que o mais normal é meu irmão, mas mesmo assim… kkk
    Os comentários iam chover de telefones de clínicas de reabilitação mental…
    Quanto ao Full Throttle, vai por mim: nada que um gole de groselha não resolva!
    Se um dia você resolver tentar… Acho que vale a pena!
    Ah sim, mas os Mega Man que você está falando são os antigos para baixar??? Ou são novidades??? Desculpa… Acho que o frango do almoço não caiu bem. Não estou conseguindo raciocinar direito…
    No ‘Tartarugas Ninja’, eu amava quando eles ficavam batendo com o cara de um lado para o outro e também quando amerreçavam o cara na tela!
    Aliás, se a memória não me falha, acho até que tinha um chefe que você tinha que derrotar desse jeito, tacando os caras! E, em minha opinião, o Mike era o melhor!!!
    É isso aí!!
    Bjs e inté.

    • Gamer Caduco disse:

      Que correria, hein? Ainda bem que vc sempre descola um tempo pra dar uma passada!
      Nossa, eu ri alto aqui do My Heart Will Go On, imaginei em câmera lenta e o time do jogador levando uma bela goleada do computador! hauhuahuahua. Eu já fui viciado em jogos de futebol, mas hj em dia eu larguei. Até tentei o FIFA 13 com amigos, mas… larguei logo.
      Narração em japa do Winning Eleven era um charme a parte! O narrador gritando GOL igual maluco era legal demais, até hj tem um amigo que quando faz gol jogando grita desse jeito… GORO GORO GORO GORO (não confundir com Mortal Kombat). É hilário!
      Ahhhhh, até vc zuou o Zelda! ahuahuhauhuahua… gostei! Mas sim, termine PSIV… o duro é que se vc fizer isso e me falar aqui, vai me incentivar a querer detonar o jogo. E o tempo? Lascou tudo!
      Não se sinta mal com a falta de ataque da Nei, eu passei por EXATAMENTE A MESMA SITUAÇÃO! Não que tenha durado muitas batalhas, mas demorou um pouco pra eu entender que faltava armas para a moça. A única raiva foi tê-la evoluído feito um louco e depois vê-la morrer. Eu lembro de ter berrado um belo palavrão! kkkkkk
      Pô, e pq não um blog “groselhado” de games? Eu já vi alguns por aí que fizeram bastante sucesso enquanto vivos. A maioria parou, uma pena, eu sempre lia e ria um bocado, muito melhor que aqueles blogs que falta colocar terno pra falar de jogo de tão sérios. Eu particularmente não sou muito chegado.
      O Mega Man 9 e 10 de PS3 são relativamente novos! São de 2008 e 2010 (esse último não tenho certeza) respectivamente. Mas fizeram como se fossem antigos, com tudo igual aos MM do NES. Exatamente igual. Mas eles são vendidos por download sim, só não os procure em PSOne Classics que eles são jogos pra PSN mesmo.
      Eu também gostava mais (e ainda gosto) de jogar com o Michelangelo! SEMPRE! A tartaruga mais sem noção, desmiolada e divertida de todas, com a cor de faixas exatamente a que eu mais gosto. Não poderia jogar com outro, mesmo que fosse mais fácil.
      Bom, é isso!
      Bjs

  12. Cherry Pie disse:

    Olá!
    Pois é! É correria mesmo! Mas faço questão de passar! Kkk
    Jack… Jack… Não morra Jack!!! Quando eu vou ver… Já era!
    Huahuahua
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Fiquei imaginando o Goro jogando futebol, pulando em cima de todos os jogadores!!!
    Zidane, isso é pela Copa de 98!!! FINISH HIM!!! KKK
    É. Acho que acabei incluindo “Gnomo loiro de verde” definitivamente em meu vocabulário gamístico… Devo isso a vc… kkkkk
    Relaxa, vc dá um jeitinho!!! 😉
    Nossa! Vc deve ter querido se matar com a faquinha do rocambole quando ela morreu…
    Creio que você deva ter gritado um “P*##@” bem alto quando aconteceu… Acertei??
    Ah, gostei da idéia. Mas é que no fundo, eu não sei nem por onde começar.
    Não tenho muita noção das coisas para dar um pontapé inicial sozinha…
    Vou pensar no caso, mas acho que por enquanto, vou deixando como está. Se um dia vier uma luz de inspiração forte, eu caio dentro, com certeza!!!
    Mas eu curti muito a sua sugestão!!! n_n
    Eu concordo plenamente! Deixemos a seriedade apenas para funerais, resolução de problemas cabeludos e outras coisas mais que a requisitarem! A vida já é um tanto chata conosco às vezes. Se a gente for chato até para falar de coisas legais, aí dana tudo! Né não??
    Deixa o terno e a gravata para o William Bonner usar!!!
    Ahhh, que pena! Só saiu para Play 3??
    É que era o meu Nego quem estava interessado. Ele tem um X-360. Meu irmão é quem tem o P3, e pra piorar, não é nada interessado nesse tipo de jogo.
    Aliás, fora uma exceção ou outra, ele é o típico tipo que passa a vida jogando futebol… Nem sei o que o motivou a comprar o S&SASR… Eu até estranhei quando ele me chamou para mostrar o jogo e a gente começou a destrinchar ele… Deve ter sido numa fase que ele estava mais de boa comigo, sei lá… (contudo, eu o agradeço infinitamente!!!)
    Não que ele não goste, mas é que como ele tem este comportamento (meu irmão é meio ‘de lua’, sabe?? Um dia me ama, no outro me ‘odeia’, mas eu vou tocando a vida…) eu acabo não me sentindo no direito de pedir para ele, até porque eu nunca sei como o humor dele vai estar….. kkkkkkk
    Ahhhhhh o amor fraternal… Sem comentários!!! Kkkkk
    É, o Mike é o cara mesmo! Me identifico bastante com ele!
    Só não digo que ele usa a minha cor favorita. Acho que ele não iria ornar muito bem com uma faixa rosa… A menos que ele caísse naquela situação dos ‘Transformistas’ que comentamos no outro post… (opa, deixa eu parar antes que eu acabe encontrando outra ‘surpresinha’ daquelas por aí… )huahuahuahuahahahaha!!!
    É isso aí então.
    Bjks.
    =3

    • Gamer Caduco disse:

      Ih, o “Goro” de dois braços deu xabu na Copa de 98… e o Zidane virou personagem de Final Fantasy. Difícil.
      O palavrão que gritei tem mais letras, pode ter certeza. E faca do rocambole seria uma morte menos dolorosa, preferia ser perseguido pelo assassino da colher mesmo.
      Funerais? Engraçado, me ensinaram que esse é o lugar onde devemos fazer mais piadas. E o terno aí vai pra única pessoa que definitivamente não vai rir de NENHUMA piada. Só vai acontecer se Zeus aparecer e gritar RUAAAAIS FÓRNO GREISSSS! Não vejo acontecendo…
      Caramba, difícil conseguir então nesse esquema instável do seu irmão. Melhor desencanar disso! hehehehe!
      É, pois é, Tartaruga transformista seria algo bem estranho! Apesar que ninja com detalhes em rosa não é necessariamente transformista, né? Só ver os dois jogos do Shinobi pro Game Gear. O Ninja Rosa é bem útil e não me parece afeminado. Ou ele esconde bem, vai saber? Nada contra, claro! hehehe
      Valeu! 😉

  13. Cherry Pie disse:

    Kkkkkkk
    Oh my goooddd!!! Kkkkk Ô_Ô
    Mudando de assunto;
    No meu caso, eu acho que é melhor mesmo levar os funerais a sério. Do jeito que minhas piadas são horríveis é capaz do defunto se levantar da cova, se transformar num lobisomem ou num dragão e devorar o meu cérebro!!!
    Vc falou td agora!
    Então, eu acabei comentando só por burocracia. Na vdd, sou totalmente contra esse sexismo com cores… Rosa é para menina, azul é para menino… Isso é tão nada a ver…
    Habilidades ninja são sempre admiráveis, independente de qquer cor!!!
    Ninjas rules!!!
    Uhhhuuulll!!!
    Bjs.

    • Gamer Caduco disse:

      Vamos combinar que o Ninja Rosa com essa cor é macho pra caramba! Pq todo mundo vê de longe a cor, não? huahuahuauhahua
      Ninjas rulez, certeza!! 😀
      E calma, que se nenhum defunto levantou com as minhas piadas infames, nenhum outro defunto levanta… sem o grito de Zeus, estamos salvos, sem defuntos transformistas… digo… transformadores!

  14. Cherry Pie disse:

    Olá!
    Tô colando na grade de novo para não perder o costume! rsrsrsrs
    E também para aproveitar e dizer que não só de piadas sem graça e trocadilhos infames que a Cherry Pie é feita! Tava relendo este artigo e vi que deixei alguns buracos… Me desculpe. Sou muito pamonha às vezes… (na verdade, quase sempre!). É tanto pensamento na cachola que meus dedos no teclado não conseguem acompanhar meu raciocínio e com isso acabo deixando muita coisa sem falar, mas na minha cabeça eu falei, só que no final eu não falei mesmo… (nem tente entender… estou tentando me entender há 26 anos – sem sucesso…)
    Bem, mas vamos pular a enrolação e vamos ao que interessa!
    Então, eu (re)vi que você tinha perguntado minha opinião a respeito dos Donkey Kongs 2 e 3 de SNES. Assim, na minha humilde opinião, eu prefiro o 3 ao 2. Achei o 2 muito escuro e sinto falta dos macacos poderem “voar” (a Dixie – a macaca loira com roupa rosa – do DK3 pode voar rodando o cabelo que nem o pião do Silvio Santos). E pra falar bem a verdade, sou na realidade suspeita para falar, uma vez que eu nem cheguei a jogar o DK1 e joguei muito pouco o 2 (acho que nem completei a 1ª ilha). O único que eu consegui fechar foi o 3 mesmo… Apesar dos pesares pesados (aquele macaco azul PRECISA entrar no medida certa do Fantástico URGENTE!!! ETA PRIMATA LERDO! ELE É UM ATRASO DE VIDA! SE ALGUM DIA VC RESOLVER JOGAR DK3 SÓ USE ELE EM ÚLTIMO CASO!!! KKKKKKK).
    Outra coisinha: NOVIDADE! Estou encarando o Phantasy Star 4! Já estou na parte que a tchurma encontra o Land Rover e parte para buscar o cajado místico na Torre Ladea para curar a Alys que foi tomada por uma força do mal após ser atacada por um dos capangas do Zio (na verdade, o capanga é o “braço direito” dele – o Corisco do Lampião… kkkkkk). Você tinha toda a razão! Nada como alguma coisa nova para reacender a chama perdida! Fazia tempo que não sentia tanto entusiasmo para jogar um (j)RPG (como você diz) kkkkkk
    Te devo (mais) uma!
    Viu, mais uma coisa: aproveitando os agradecimentos, gostaria de acrescentar aqui que SIM!!! EU COMPREI O SONIC ALL STARS RACING TRANSFORMED!!! E NÃO! O PROBLEMA NÃO ERA NA PECINHA!!! (BEM, MAIS OU MENOS… KKKK)
    Estou jogando esse com meu sobrinho. Nós fechamos todas as copinhas e habilitamos a ‘catiguria’ “S”. Agora, estou (tentando) fechar o ‘World Tour – Career Mode’. Descobri que sou PÉSSIMA NOS BOOST CHALENGES E RING RACES! E, PARA MINHA TRISTEZA, EM TODOS OS DESAFIOS QUE NÃO SEJAM CORRIDAS. Mas, pelo menos, no tocante às mesmas até que tá dando certo na medida do possível. E a pista do After Burner é show!
    E, para encerrar, SIM, EU ESTIVE NA LIBERDADE! Encarei um trem e dois metrôs, mas cheguei lá viva. Foi massa! Pena não ter achado um Opa-Opa por lá, (e olha que eu andei mais do que cachorro que caiu da mudança)… Apesar de eu ter conseguido conversar com um vendedor no SoGo Plaza, que possui um DE VERDADE(!), mas que, para minha infelicidade, é de coleção pessoal. Até cogitei em propor uma negociação, mas algo me dizia que caso ele topasse, ele não pediria nada mais nada menos do que “um bilhão de mesetas”. E, como eu não estava com um “pote de Laconian” na bolsa para tentar negociar uma troca, o negócio foi deixar quieto. Maaaas, como disse outra vez, “quem tem padrinho não morre pagão” recebi uma excelente surpresa! O pessu do meu trampo fez uma ‘vaquinha’ e mandaram fazer uma baby look e uma caneca do Opa-Opa pra me dar de ‘cumpleaños’! (Bem… acho que… Me diz uma coisa: Será que estava muito na cara o que eu queria uma vez que a minha mesa de trabalho está LOTADA de desenhos e eu estou sempre comentando dele (Opa-Opa) com todo mundo, a ponto de ficar ‘enchendo o saco pra valer’ de todos ao meu redor?? ANHHH… NÃÃÃÃÃO…)KKKKK
    Não deu para achar um Opa-Opa de verdade, mas mesmo assim valeu muito a pena! Comprei uma toquinha do Sonic, entre outras bugigangas. A propósito, estou para voltar lá para umas “comprinhas de fim de ano” de alguns itens pelos quais me interessei, mas não pude adquirir naquela oportunidade…
    É isso aí! Resumindo: thanks for everything!
    Bem, então… É isso aí! Cherry Pie vai ficando por aqui.
    Até a próxima!
    Cãmbio e desligo!
    =^..^=
    P.s.: Tenta arrumar um tempinho para jogar PSIV, pois está valendo a pena! Espero conseguir terminar dessa vez! Deseje-me sorte!
    T+!!!
    🙂

    • cherry pie disse:

      Oi.
      viu, eu não quero terminar o ano deixando uma marmelada dessas aqui sem uma retrataçao…
      por favor, quero pedir desculpas pelo meu pecado gamistico de ter sido tão sem noção contigo no comentário acima (e talvez em alguns mais)…
      é que eu estava tão feliz quando o escrevi que nem me dei conta de que sai soltando spoilers e abobrinhas a torto e direito…
      sim, eu sei que “vc já viu este filme” e que isto pode estar soando como mais um daqueles meus comentarios “mais do mesmo”, mas de vdd…
      não quero terminar 2013 com este pecado na consciência….
      espero que a revelação que fiz não tenha comprometido o desejo de jogar este RPG que eu particularmente estou apreciando tanto…
      quanto ao resto, é puro regozijo mesmo. Bem, entao… Era isso o que eu queria dizer por hora. Prometo que, não havendo problemas para você-é claro-, em 2014 estarei de volta contunuando a prestigiar esta bela casa e seu exímio trabalho! (sim! E de preferência com mais maturidade e lucidez… A comunidade gamer agrdece…kkk… Só não prometo nada talvez quanto as piadas ruins… Claro que da pra melhorar, mas em se tratando de cherry pie, é meu dever ser sincera, pois infelizmente há coisas na vida onde não da para fazer milagre…) assim sendo, peço a vc que, por favor, mais uma vez me perdoe. Espero que minha estada aqui no exercício de 2013 não tenha causado desgostos para nenhum dos membros desta irmandade gamer tão distinta… Então, pra terminar, quero deixar aqui os meus mais sinceros votos de um feliz ano novo, com muitas realizações, muito Mario, muito Sonic, muito PlayStation, x-box, paz, saúde e prosperidade e muito mais o que a vida tiver de melhor!
      que cada vez mais a lista de “pecados” fique menor e a de realizações seja cada vez maior!
      um super, hiper, mega e ultra abração e até a próxima!
      kisses!
      😉

      • Gamer Caduco disse:

        Ah, pode ficar tranquila e sem a consciência pesada, já que não consegui responder no final de 2013, pelo menos posso te falar pra ficar com a consciência leve o resto de 2014! hehehe
        As piadas ruins fazem parte, já estou marcado na “comunidade blogueira retrogamer” como mau piadista, então estamos no mesmo nível, talvez eu seja até pior… ou melhor… não sei qual o certo! kkk
        Obrigado pelos votos, por enquanto tá devagar mas espero que a vida gamística continue este ano. Desejo tudo disso a vc também! hehehe
        Valeu Cherry!

  15. Pingback: Meme – O que você jogou em 2013? | Gamer Caduco

  16. Pingback: Summary Review: Super Mario Galaxy (Wii) | Gamer Caduco

  17. Pingback: Wii U: O primeiro Nintendo de mesa do Gamer Caduco | Gamer Caduco

  18. Pingback: Meme – O Que Você Jogou em 2015? #oqvj2015 | Gamer Caduco

  19. Pingback: Super Nintendo: O Console do “Pulinho” na Casa dos Amigos | Gamer Caduco

  20. Pingback: Review: Donkey Kong Country (Super NES) | Gamer Caduco

  21. Pingback: Meme – O Que Você Jogou em 2016? #oqvj2016 | Gamer Caduco

  22. Pingback: Algozes Gamísticos no Master System | Gamer Caduco

  23. Pingback: Pecados Gamísticos: Nintendinho | Gamer Caduco

Deixe seu comentário sobre este post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s