Desafio: Mega Man 3 – parte 6 (final)

Olá pessoal, como estão todos?

Primeiro gostaria de me desculpar pelo sumiço. Como mencionei rapidamente no Facebook, tive algumas mudanças de rotina que complicaram todo meu tempo nesses últimos dois meses e acabou refletindo um bocado aqui. Mas vocês não vieram aqui pra saber da minha vida pessoal e sim da minha vida gay mística gamística, não é verdade? Então vamos lá.

Resolvi aproveitar um texto que estava pronto pra colocar aqui no ar e encerrar de vez o primeiro desafio do blog. Finalmente a última parte do Desafio Mega Man 3! O texto tá um bocado longo por contar a experiência de todos os estágios da fortaleza do Dr. Wily, não tinha muito como quebrar isso. Pra ajudar, acabei incluindo também minhas considerações finais sobre o jogo.

Vou dividir em estágios da fortaleza do Dr. Wily, aquele cientista bigodudo doidão.

O tortuoso caminho que devemos seguir.

Ah sim, as partes anteriores para quem ainda não viu:

Parte 1
Parte 2
Parte 3
Parte 4
Parte 5

Chega de enrolação e vamos lá! Ótima leitura para todos!

Stage 1

Primeiro eu achei que começaria do segundo estágio, pois havia vencido o primeiro na última vez que joguei. Mas não aconteceu, me mandaram de volta pro começo da Dr. Wily’s Fortress. Caçarola, não creio! Beleza, vamos encarar de novo então.

Matando e rodando, OE!

Olha, foi fácil. Fácil demais. Eu já havia passado uma vez, não teria motivo pra ter dificuldades. Claro, morri no chefe tentando fazer gracinha, mas depois lembrei que o jogo te pune por querer bancar o engraçadão. Peguei a Top Spin e destruí o inimigo sem dificuldade. Próximo, quero logo minha revanche contra o melecão amarelo!

Stage 2

Oi, meu nome é Yellow Devil e eu sou um troll maldito!

Joguei até decorar como passar a fase toda sem gastar todo o Rush voador e sem levar nenhum dano. Tudo por conta do Yellow Devil. Bicho desgraçado dos infernos! Eu morri muito nele. MUITO! Xinguei todas as gerações do maldito designer que o idealizou e o maldito programador que o implementou. Como era triste ver que sobrou três barrinhas de life do bichão amarelo e eu vendo o nosso herói explodir. Rapaz, que ódio! Não foi uma vez que aconteceu, foram três ou quatro se me lembro bem. E em uma eu cheguei a deixá-lo com apenas uma barrinha de vida antes de perecer. Nesta ocasião, meu coração estava completamente disparado, me lembro muito bem. Que decepção, foi quase.

Lá vem o tiro me acertar de novo…

Senhoras, senhoritas, senhoritos e senhores, quantos Game Over. Mas depois de muita insistência, de memorizar o padrão de movimentação dele de um canto pra outro pra tela e de minimizar a quantidade de erros bobos durante a luta intensa, aconteceu o que era tão esperado: um tiro vinha na direção do Mega Man, seria o golpe final e mais uma vida perdida, mas não, meu tiro o atingiu antes… ele estava finalmente derrotado! Eu explodi na hora, levantei da cadeira num pulo e dei um soco no ar, parecia que estava comemorando um gol. E gritei uma série de palavrões, evidentemente. A grande gosma amarela maldita havia sido vencida! Que venha o próximo estágio e os robôs de novo.

Mais ou menos assim!

Stage 3

Logo de cara fiquei apanhando feito idiota no primeiro inimigo que aparece. Claro que só na primeira vez, nas seguintes eu já nem levava mais dano. Mas o pior mesmo era passar pelos inimigos gigantes que pulam sem perder energia. No começo tentei passar por baixo e sempre me ferrava. Com o tempo fui pegando o jeito, eu precisava chegar no final do estágio sem levar dano, então aprendi como fazer. O motivo de chegar com a vida cheia? O chefe.

O tal primeiro inimigo. Depois descobri que a Shadow Blade atira pra cima e tudo ficou mais fácil ainda.

Pois é, eu estava crente que enfrentaria todos os robôs novamente, mas não foi o que aconteceu. A sala do chefe possuía o chão e mais dois níveis de plataformas, além de uma máquina estranha no centro de cada uma delas. Eis que surgem três Mega Man, um em cada piso. Atirei no primeiro e o tiro passou batido. Os três entraram em suas respectivas máquinas e saíram de novo, então tentei o do meio e deu certo. Ótimo, descobri em quem atirar. Quando eles entraram e saíram de novo, atirei no do meio e os tiros passaram batido. E agora? Esses malditos alternam entre as plataformas quem é o verdadeiro. E o pior é que os três atiram na direção onde você está, ignorando chão, teto, etc. Um deles vai te acertar.

Mega promoção: pague 3 e leve 4!

Fiquei um bocado frustrado de tanto morrer e pensei em deixar pra outro dia. Mas aí me lembrei que se fizesse isso, teria que encarar tudo novamente, inclusive o Yellow Devil. E agora? Desliguei a TV, deixei o videogame ligado e fui fazer outra coisa pra relaxar, fiquei muito tempo preso no chefe do estágio anterior, precisava me acalmar um pouco. Fiz isso e com o tempo voltei pro videogame.

Um Mega Man atingido, adivinhem qual?

Depois de pegar o jeito de passar a fase sem apanhar e tendo em mente que eu não sabia identificar qual dos três era o verdadeiro inimigo a ser atingido, bolei uma estratégia maluca: ficar em uma das plataformas e se o inimigo aparecer nela eu mando bala, senão me preocupo em desviar dos tiros. Uma coisa que aprendi com God of War foi apertar o quadrado feito um maluco, e lembrem-se, estava jogando no PS2 e o botão de tiro é justamente o quadrado. Bem, na segunda tentativa nessa estratégia eu consegui. Colava no “verdadeiro” inimigo e esmagava o botão como se não houvesse amanhã. Inimigo derrotado.

Se alguém tiver uma estratégia melhor, pode contar nos comentários. De preferência com a Buster. Agora que terminei não ligo de trocar estratégias.

Stage 4

Finalmente a parte onde nos encontramos novamente frente a frente com os chefes dos oito estágios iniciais. E um cara que conseguiu derrotar os chefes em outras oportunidades conseguiria vencê-los facilmente, certo? Errado! Estava um bom tempo sem jogar, até lembrar qual era a arma certa pra cada um dos chefes e quais eram seus padrões de ataque foram muitas vidas, telas de Game Over e Continues. Até mesmo associar o personagem ao seu nome estava complicado. Pois é, o “Caduco” pelo visto não é só apelido, não?

Em qual entrar primeiro?

Eu morri tanto que cheguei ao ponto de parar pra fazer o jantar. Entre uma olhada e outra na panela com macarrão cozinhando, eu voltava pro videogame e tentava vencer um ou mais chefes. Nesse período pude ir relaxando fazendo duas coisas ao mesmo tempo e relembrando calmamente cada detalhe de cada um dos oito inimigos.

Não, não foi assim que comemorei a vitória contra o Yellow Meleca!

Depois de terminar de preparar o jantar e de comer tudo, voltei pra valer pro videogame. E ao encarar os inimigos pela última vez, até perdi vidas e tudo mais. A primeira eu fui perder no que considero o chefe mais difícil entre os oito, o Shadow Man. Vocês devem se lembrar que ele foi o segundo que derrotei. Mesmo assim ele é um bocado complicado. O problema é que nessa perda de vida eu acabei com a Top Spin, arma específica para derrotá-lo. O que fazer numa situação dessas? Acabei ignorando o robô e parti para eliminar os outros, o que aconteceu até com certa tranquilidade após todo treino que fiz.

Apanha…

Mas eu tinha que encarar o Shadow Man de novo, certo? Eu não queria ter que dar Game Over e tentar tudo de novo somente pelo fato de não ter a arma adequada. Fui encarar na arma normal mesmo. Mas no meio da batalha ele estava prestes a vencer, daí eu cometi uma mancada em relação ao desafio proposto e usei um “E”. Sim, meus caros, eu reenergizei o Blue Bomber e parti pra cima do Shadow Man novamente até vencê-lo. O desafio não me permitia usar deste artifício. Mas, na boa, né? Um “E” pro jogo inteiro e sendo meu PRIMEIRO Mega Man? Tá bom demais, poxa! Mesmo assim, defini uma punição para mim. Terei que vencer o Shadow Man sem usar armas especiais. Eu farei isso. Na verdade eu até fiz, mas pretendo filmar de novo e colocar o video aqui. Que tal?

Maldito Shadow Man, mal posso ver seus movimentos!

Enfim, chefes vencidos, vamos para a próxima etapa!

Stage 5

Só falta um passo: derrotar o Dr. Wily. Chegando na sala me deparo com uma máquina estranha, que anda de lado feito um caranguejo. Atira, atira, atira… nada. Quando surge um canhão e começa a atirar em mim. É pessoal, é? Certo, toma tiro de volta! Atirei feito um maluco, consegui fazer cócegas no robô, mas fui derrotado. Nova tentativa, derrotei o canhão, o Wily apareceu. Mas o robô me prensou no canto e eu perdi mais uma vida.

A arma do Spark Man também faz estrago aqui.

E fiquei nessa algum tempo, até que me irritei por estar tomando muito tiro do canhão e comecei a testar armas especiais nele, até descobrir que a Hard Knuckle machucava o canhão pra valer. Sabendo disso, derrotar o canhão ficou fácil. Mas e esse segundo formato? Com o Wily aparecendo o padrão de ataque muda, e ele passa a tentar te esmagar com a nave indo em sua direção enquanto atira em você. De tempos em tempos ele abaixa o compartimento dele. Tentei acertá-lo nesses momentos e não conseguia. Morri mais duas vidas, vi Game Over. Até que parei pra pensar: se ele fica no alto, tem um jeito de derrotar ele facilmente: o Rush Voador (eu ainda não sei o nome disso). Aí foi fácil, Hard Knuckle no canhão, Rush Voador somado com tiros no God of War Mode e pronto, Wily derrotado.

Voando fica mais fácil!

Felicidade, terminei o jogo! Enquanto o Wily se ajoelhava e pedia desculpas, sua cabeça soltou e ficou presa numa mola. Raios, não era o Dr Wily de verdade. Que maluco! Ri um bocado da situação e vi que a tela mudou para o mapa da fortaleza de novo. Mais fases pela frente.

/trollface

Stage 6

Já fui direto pra sala do chefe e dei de cara com uma outra engenhoca gigante que atirava na minha direção. Só que a cabeça dela fica no alto e tem umas barras laterais. Qual a única arma que eu conhecia que era possível atirar pra cima? Shadow Blade! Desviei dos tiros eficientemente enquanto acertava a tal cabeça, até ela sumir e aparecer o Dr. Wily no lugar. Agora eu arranco seu bigode, maldito! Mas aí me deparei com um problema: a Shadow Blade não estava fazendo dano nenhum.

Primeira parte? Shadow Blade!

Percebi a presença de uma plataforma mais alta ao lado de onde o Dr Wily se encontrava e fui até lá com o Rush Voador. Atirei um monte de vezes e os tiros eram todos ricocheteados. Então pensei em trocar de arma, mas acabei morrendo antes de começar a testar os tiros. Na nova tentativa eu já fui mais esperto, derrotei a primeira cabeça e comecei a testar as armas.

Shadow eu sabia que não funcionava, então foi Spark, Needle, etc. Não lembro a ordem, mas lembro que sobraram duas que eu não havia testado: as que “peguei emprestado” com o Snake Man e com o Top Man. Top Man não fazia muito sentido na minha cabeça, então testei a primeira. Eu sequer tinha usado essa arma o jogo inteiro, nem sabia como funcionava. Os primeiros tiros falharam miseravelmente em chegar no Wily, mas depois que entendi como ela funcionava, consegui acertar um tiro e ele deu dano na máquina do perverso vilão. Aí ficou fácil, derrotei o oponente sem grandes problemas.

Depois eu fui descobrir que com a única arma que não testei, a Top Spin, é mais fácil ainda. Um golpe só e tchau Dr. Wily!

A mesma cena do Wily pedindo desculpas se repetiu e eu fiquei esperando a próxima piada. Mas não, era mesmo o final do jogo. Sim, meus amigos, venci o jogo, venci o desafio (com uma lev”E” ajudinha). De repente a fortaleza começa a desesperar e o Mega Man é salvo por aquele que aparecia o tempo todo para enfrentá-lo: Proto Man. Vai entender esse maluco?

Talvez isso explique o tal do Proto Man e suas atitudes! (foto da TV)

Respirei aliviado e apreciei as imagens finais deste incrível game.

Outra da TV. Não ficou boa, mas… ta aí!

Considerações Finais

Sem nenhum exagero, Mega Man 3 foi um dos jogos mais incríveis que joguei na vida. Uma experiência muito bacana e eu só tenho a agradecer ao TH, que me convenceu a parar de enrolar e jogar o jogo até o final.

Achei o tempo todo que o jogo tem o desafio bem na medida, tanto para um marinheiro de primeira viagem (como eu) quanto para alguém mais experiente com a franquia. Com paciência e persistência, o jogo pode ser vencido em questão de tempo (muito menos tempo que vocês levaram para ler a série de posts, imagino).

Todos os personagens são extremamente carismáticos, os gráficos são excelentes para um console de 8 bits e a trilha sonora já faz parte no mínimo do meu Top 10 de melhores trilhas sonoras dos games que já joguei.

Se você ainda não encarou nenhum Mega Man da era 8 bits, comece por este! É a sugestão que escutei e é a que passo pra frente.

Se você já é experiente na franquia, não duvido que considere este um dos melhores e aposto que você riu bastante das minhas patetadas.

Espero que todos tenham se divertido com essa série de posts. O próximo jogo a ser encarado é o Mega Man 4 (que inclusive já avancei bem), mas prometo contar a experiência toda em um ou dois posts sem ser muito detalhista como foi com o terceiro jogo do Blue Bomber.

Porém, o Desafio terá uma breve pausa, pois tenho outros planos para o blog, ainda tenho promessas para cumprir por aqui. Logo menos vocês verão!

Fico por aqui.

Grande abraço a todos e até o próximo post!

Nota: quem quiser continuar acompanhando o Desafio e ver o post sobre Mega Man 4, só clicar aqui.

Anúncios

Sobre Gamer Caduco

Menino novo, com mais de 30 anos de idade, fanático por games de todas as gerações.
Esse post foi publicado em Desafio Mega Man, Desafios, Jogos, Mega Man 3 e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

15 respostas para Desafio: Mega Man 3 – parte 6 (final)

  1. graziani disse:

    parabéns até finishim!!!!!!!!!
    mega man 3 é muito legal mesmo, foi um dos primeiros da série que eu joguei,só não me lembro se foi o primeiro, pois joguei a versão de mega drive na época willy wars,depois joguei no nes e o 5 tem uma história bem caprichada .aconselho vc a jogar todos não irá se arrepender.

    • Gamer Caduco disse:

      Obrigado pelo comentário e pelos parabéns!
      Vc jogou o Wily Wars na época em que ele foi lançado? No Mega mesmo ou em emulador?
      O 5 tá na lista, mas será um dos últimos que vou encarar.
      A ordem (por enquanto) será: 3, 4, 2, 1, 5 e 6. E depois 9, 10, 7 e, por fim, o 8. Mas pode ser que eu mude de idéia no meio do caminho.
      Valeu!

  2. Valeu, Caduco! Seu desafio publicado também é uma grande (e merecida) homenagem ao fantástico MM3. E que venha o MM4!

  3. aki é rock disse:

    Cara esse Mega Man eu cheguei longe mas não cheguei a zerar por ser de um amigo do meu irmão fiquei pouco tempo com esse jogo mas o MM4 esse sim eu zerei viu muito bom.Umas das músicas desse jogo que eu curto é da primeira fase do castelo do Wily na parte da neve tem uma melodia muito boa de ser ouvir e a abertura .

    • Gamer Caduco disse:

      Eu estou exatamente nessa maldita fase de neve no MM4, morri várias vezes nela mas acho que no final acabei pegando o jeito. Faz um bom tempo que não o jogo (eu encarei durante o feriado de 7/9, depois vou recomeçá-lo assim que possível). A música é realmente muito boa!
      Jogue o MM3 até o final que vc vai curtir tb, tenho plena certeza disso!
      Valeu!

  4. Aew, mas até que enfim hein? Hwa hwa hwa…

    Quando eu comprar meu Nintendinho vou fazer questão de arrumar este cartucho, ae depois eu te falo se o jogo é difícil mesmo ou você que é muito ruim 😛

    • Gamer Caduco disse:

      Cê viu? Demorou uma eternidade, já faz um século e meio que eu terminei o jogo e escrevi tanto que acabou demorando pra contar toda história por aqui! hahahaha
      E sobre seu questionamento, tenha certeza de uma coisa: as duas afirmações estão corretas, o jogo é difícil e eu sou muito ruim! hauhauhauhauhua
      Valeu!

  5. João Roberto disse:

    Cara, muito bom. Parabéns!!!!!

    Eu acredito que seja o jogo pra ficar marcado, é pra toda vez que você ouvir/ler algo a respeito dele, encher o peito e dizer: “Eu zerei!”

    • Gamer Caduco disse:

      Opa, valeu João!
      Pode ter certeza que eu já peguei um carinho enorme pelo jogo, ter zerado ele foi uma grande honra, mas ainda assim eu não posso me orgulhar tanto. Não até eu vencer o jogo todo (pelo menos os robôs iniciais) usando apelas a arma original do Mega Man. Aí sim ficarei orgulhoso! hehehe
      Valeu!

  6. Dactar disse:

    Mandou bem Caduco!
    Encarar um Mega Man até o final é para poucos mesmo.Nem tanto pela dificuldade mas tem que ter saco e muuuuita paciência,e você conseguiu!
    Cozinhando com videogame?Gostei do seu momento Ana Maria Braga e Games…daria até um novo modelo de programa de TV…ou não?He he he.
    O Dr Wily fake foi muito engraçado também, ha ha ha,pura “Trollada By Capcom”.
    As suas “imagens da TV” são muito legais porque da um ar de registro bem bacana ao post,não tem essa estória de imagem ruim ou sem nitidez etc,o que vale mesmo é o registro,se fosse um Wallpaper aí sim a definição importaria,valeu?Ficou muito legal mesmo.Aprovado.
    Caduco eu fico por aqui,grande abraço.

    • Gamer Caduco disse:

      Opa, valeu mesmo, Dactar!
      Tive que ter bastante paciência sim pra encarar o jogo até o final, mas acabei relembrando como é bom encarar um jogo com este tipo de desafio. Eu nem lembrava mais. Maldita nova geração… e maldita falta de tempo também!
      Cozinhando com videogames seria um programa bom, mas eu vejo 3 problemas:
      1) Eu cozinho mal, acho que ninguém iria gostar das receitas;
      2) O público que assiste Ana Maria Braga acredito que é o que critica videogames e acha que é coisa pra criança ou pra delinquente;
      3) Eu não vou pintar meu cabelo de loiro e nem vou aguentar um papagaio como Player 2!
      ahuahuahuahuahuahua
      Que bom que curtiu as imagens da TV, é bem difícil conseguir enquadrar e tudo mais. Mas eu também acho que pro registro vale qualquer imagem e as vezes é mais legal mesmo colocar as mais feinhas pra dar mais ainda a sensação de nostalgia pra quem jogou esse jogo na época e tudo mais. Vou tentar manter o padrão! 🙂
      Valeu Dactar!
      Abraço

  7. Pingback: Desafio Mega Man | Gamer Caduco

  8. Pingback: Desafio: Mega Man 3 – parte 5 | Gamer Caduco

Deixe seu comentário sobre este post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s