Meme – O que você jogou em 2012?

meme2012capa-edt

Alguns de vocês devem se lembrar que no final do ano passado rolou um Meme onde diversos blogs participaram contando o que jogaram durante o ano. E para 2012 não vai ser diferente e neste post estarei compartilhando minhas principais experiências com jogos no ano que está para acabar (se o mundo não acabar antes).

Este ano foi cheio de mudanças na minha vida, porém consegui consegui um pouco de tempo pra jogar bastante coisa. E o mais importante: consegui deixar de lado boa parte dos títulos “intermináveis“, como jogos de futebol, corrida e música. Por conta disso, consegui terminar uma porção de jogos. A lista é um pouco grande, então tentarei fazer uma descrição de cada experiência o mais breve possível pro post não ficar muito extenso (embora esse seja o padrão por aqui).

Em 2012 resolvi mergulhar de cabeça no mundo online. E todas as experiências deste tipo foram bem interessantes, especialmente as que envolvem jogos cooperativos. Por conta disso, além dos jogos que finalizei durante o ano, neste post estarão presentes também os jogos que joguei online. Os jogos (offline) que não finalizei serão deixados de lado.

Vale lembrar que na véspera do Natal de 2011 eu resolvi seguir seguir a idéia do Ighor do Videogame & Etc e postei uma extensão do Meme dizendo o que eu pretendia jogar durante este ano. Algumas coisas se concretizaram, outras não, como vocês verão a seguir. A lista está na ordem cronológica em que os jogos foram jogados.

E os jogos foram:

Sonic Generations (PS3)

Começando o ano com uma platina!

Começando o ano com uma platina!

Já falei sobre o jogo no post do ano passado. O que deve ficar registrado aqui é que cumpri o que prometi: terminei e platinei o jogo!

Sonic CD (PS3)

Muito bacana incluirem o Tails como personagem jogável.

Muito bacana incluirem o Tails como personagem jogável.

Finalmente pude conhecer melhor o jogo, algo que devia pra mim mesmo de tão bem que falam dele por aí. Só que elevaram tanto a minha expectativa que eu não achei tudo isso. Tá certo que não fiz tudo que o jogo tem a oferecer, mas fui até o final e achei ele é muito superado por outros títulos da franquia. Falarei mais sobre esse e outros títulos da franquia na Maratona Sonic, não se preocupem.

Assassin’s Creed: Brotherhood (PS3)

O melhor título da série que joguei até o momento.

O melhor título da série que joguei até o momento.

A Ubisoft caprichou neste jogo, conseguiu superar o II que já é excelente. Notei a presença de alguns bugs, mas nada que tenha afetado a diversão. Pra quem curte a série, eu recomendo.

Mario Kart 7 (3DS)

Único problema do jogo é te deixar com dores nas mãos, por causa da pegada do portátil. Não deve acontecer com o XL.

Único problema do jogo é te deixar com dores nas mãos, por causa da pegada do portátil. Não deve acontecer com o XL.

Divertidíssimo! Foi por causa deste jogo que acabei optando por um 3DS enquanto escolhia um portátil novo. E não me arrependo. O jogo manteve a mesma fórmula de sempre com pouquíssimas inovações, e é justamente por conta disso que eu me diverti bastante. Jogá-lo online é um baita desafio! No começo apanhei demais e sempre terminava entre os três últimos, mas com o tempo peguei o jeito do jogo e cheguei até a vencer corridas seguidas, virando alvo direto depois.

Journey (PS3)

O mais legal é jogar com desconhecidos te ajudando só podendo fazer a comunicação através de sinais. No final do jogo você descobre quem foram seus companheiros na jornada.

O mais legal é jogar com desconhecidos te ajudando só podendo se comunicar através de sinais. No final do jogo você descobre quem foram seus companheiros na jornada.

Uma das experiências mais incríveis que tive com jogos. Não pense que você vai encontrar desafio, ficar irritado por pular errado num buraco ou qualquer característica de jogos retrô. Não sei nem se dá para chamar de jogo, está mais para uma manifestação artística interativa e, de certa forma, emocionante. Muito recomendado pra quem não tem nenhum tipo de preconceito contra jogos nesse formato.

Sonic the Hedgehog 4: Episode II (PS3)

Gráficos lindões... mas a trilha sonora decepcionou um bocado!

Gráficos lindões… mas a trilha sonora decepcionou um bocado!

Evoluiu demais em relação ao primeiro episódio, chegou até a incomodar (no bom sentido) em uma das fases, mas ainda não conseguiu refletir a mesma sensação de jogar os clássicos do Mega Drive. Mesmo assim o jogo é sim divertido e recomendo pra quem não é retrogamer xiita.

Sonic Generations (3DS)

Mais um Sonic terminado!

Mais um Sonic terminado!

A versão para o portátil é completamente diferente da versão para console de mesa, inclusive quase todas as fases (exceto a primeira) são referentes à outras fases de jogos da franquia. A única coisa que me incomodou, por incrível que pareça, foi o fato de não terem diferenciado muito a jogabilidade do Sonic clássico para o moderno (ambos possuem perspectiva 2D). Mesmo assim é um ótimo jogo, empolgou o suficiente para que eu fizesse tudo que dava pra fazer nele.

New Super Mario Bros (DS)

Mais um Mario terminado também!

Mais um Mario terminado também!

Já havia jogado a versão do Wii, achei que seria o mesmo jogo, mas é diferente… AINDA BEM! Combina bastante com o clima de “portátil” (jogo mais simples e rápido). A única coisa que me incomodou foi não poder salvar em qualquer momento no mapa enquanto não terminar o jogo. Isso atrapalha um pouco no momento em que você precisa largar o portátil.

Mario Kart Wii (Wii)

Foi aqui que começou toda a aventura de jogar online com frequência.

Foi aqui que começou toda a aventura de jogar online com frequência.

Sim, eu já falei desse jogo no ano passado, mas esse ano aconteceram jogatinas bem divertidas online com o Rafa Tchulanguero Punk do Vão Jogar! e o João Roberto do Espaço João Roberto. Infelizmente não posso mais participar das sessões (temporariamente), mas recomendo que combinem de jogar com eles, é muito divertido e vale muito a pena.

Super Mario 3D Land (3DS)

Morri pra caramba pra fazer 100% no jogo, hein?

Morri pra caramba pra fazer 100% no jogo, hein?

Um dos melhores jogos que joguei este ano. É impressionante como Mario funciona bem em um ambiente 3D e em jogos mais rápidos/curtos. Poderiam lançar mais fases por DLC, eu compraria com certeza!

Mega Man 3 (Nintendo)

Foto repetida no blog! Mas foi tirada da TV, contemplem novamente!

Foto repetida no blog! Mas foi tirada da TV, contemplem novamente!

Eu finalmente terminei um jogo da franquia do Blue Bomber. Mas vocês já sabiam disso, não?

Sonic Colors (DS)

Talvez eu esperasse mais, mas o jogo divertiu sim.

Talvez eu esperasse mais, mas o jogo divertiu sim.

Achei a versão de Wii melhor, mas a do portátil não deixa de ser divertida. Entretanto, se é pra jogar um Sonic bom de DS, joguem Sonic Rush, que não vou listar aqui por não ter terminado, mesmo tendo jogado bastante.

Sonic Unleashed (PS3)

A trilha sonora desse jogo é fantástica! Dá um baita de um UP no jogo!

A trilha sonora desse jogo é fantástica! Dá um baita de um UP no jogo!

O tal do jogo que os reclamões costumam chamar de “o jogo do ‘lobisomem’não é tão ruim quanto dizem por aí, mas está cheio de detalhes que incomodam (agora no mau sentido). Mesmo assim me diverti jogando, existe uma certa dificuldade em alguns estágios. Vou fazer um review melhor dele durante a Maratona Sonic, aguardem.

Teenage Mutant Ninja Turtles III: The Manhattan Project (Nintendo)

"Alô? Seu Destruidor? Nós pegamos eles!"

“Alô? Seu Destruidor? Nós pegamos eles!”

Fui até a casa de um amigo e este quis me dar uma “aula de NES“. Começamos a jogar o TMNT III meio que descompromissadamente e acabamos nos empolgando. Com um certo esforço conseguimos ver o final do jogo. Rendeu boas risadas e muita diversão, nada como multiplayer cooperativo local. Depois desse dia passei a considerá-lo o melhor TMNT de console que existe.

Super Smash Bros Brawl (Wii)

Sua hora chegou, Mario! Diga suas últimas palavras!

Sua hora chegou, Mario! Diga suas últimas palavras!

Nunca tinha jogado Smash Bros, nenhum dos títulos. Achei interessante e me esforcei pra jogar o modo campanha até desbloquear o Sonic. Duro foi descobrir que ele só aparece na véspera da luta contra o último chefe. Fui trollado! Mas valeu a pena.

Diablo 3 (PC)

...

Sinceramente? Gastei dinheiro a toa!

Outland (PS3)

Gráficos, sons, jogabilidade, desafio e diversão: tudo é bom neste jogo!

Gráficos, sons, jogabilidade, desafio e diversão: tudo é bom neste jogo!

Um jogo que ficou gratuito para assinantes da PS+ e que resolvi experimentar por ter visto alguns sites falando bem. E realmente o jogo é muito interessante! A mistura de ação com puzzle é bem divertida, fiz questão de pegar todos os colecionáveis do jogo e, consequentemente, completar a lista de troféus.

Bayonetta (PS3)

A homenagem à Space Harrier me deixou com um sorriso de orelha a orelha!

A homenagem à Space Harrier me deixou com um sorriso de orelha a orelha!

Fiquei longe desse jogo por muito tempo por ter visto/ouvido/lido muita gente reclamando que era o Devil May Cry pornô, jogo de nerd que “faz justiça com as próprias mãos” (if you know what I mean), etc. Mas depois fiquei sabendo que fazia referências à jogos antigos da SEGA e resolvi encarar. Resultado: curti demais! Acho que quem viu o jogo como softporn não o entendeu direito, o jogo é cheio das maluquices da cultura japonesa que nós ocidentais nunca vamos entender muito bem. Pra mim ele foi mais uma grande piada do que um jogo que parte pro apelo sexual. Parém de tentar levá-lo a sério. Como jogo ele é bem bacana, tem uma certa dificuldade. O tal problema da taxa de FPS caindo que tanto falaram que acontece com a versão do PS3 não ficou tão aparente pra mim.

New Super Mario Bros 2 (3DS)

Ainda tenho coisas pra fazer no jogo. Que bom!

Ainda tenho coisas pra fazer no jogo. Que bom!

Depois de curtir o primeiro NSMB, tive que jogar o segundo. A princípio, achei que a idéia de ficar coletando moedas era um pouco besta, mas aquele maldito contador de moedas me deixou paranoico e eu fazia de tudo pra terminar as fases com o máximo de moedas possível. Ainda não fiz tudo que tem disponível pra fazer, como por exemplo abrir os mundos secretos. Missão pra 2013!

Double Dragon Neon (PS3)

Um dos vilões mais legais dos últimos tempos: Skullmageddon!

Um dos vilões mais legais dos últimos tempos: Skullmageddon!

Tenho que confessar: se o jogo não ficasse gratuito para assinantes da PS+ eu não o teria jogado, mesmo se tivessem zilhares de reviews falando bem. Só que felizmente pude conferir o game e digo com tranquilidade que foi a mais grata surpresa de 2012! Um baita beat’em up divertido e com referências aos jogos clássicos e à outros jogos antigos também. Foi feito com muita competência e a trilha sonora do jogo é fantástica. Entre os melhores jogos que joguei este ano e recomendo para todos.

Resident Evil 5 (PS3)

Chego à conclusão que jogar em co-op online pode tornar qualquer jogo divertido!

Chego à conclusão que jogar em co-op online pode tornar qualquer jogo divertido!

Alguns de vocês podem estar questionando o fato de eu estar listando que joguei um Resident Evil, uma das franquias para o qual não dou a mínima e chego até a não gostar de alguns jogos. Pois é, meus caros, este é mais um jogo que ficou gratuito para assinantes da PS+, eu não gastaria com ele, nunca! E fui convencido a jogá-lo online, com direito a falar muita abobrinha no Skype durante a jogatina. E está sendo algo muito divertido! Ainda não terminamos, difícil manter uma regularidade em jogo cooperativo online (ainda mais com outros jogos interferindo, vocês verão abaixo). Eu mesmo fiquei surpreso com o fato de ter gostado e querer continuar. É ótimo jogar com alguém que tem experiência com jogos da série, acaba te guiando. Mas em single player eu imagino que seja um porre!

Rayman Origins (PS3)

Nostalgia pura em um jogo relativamente novo!

Nostalgia pura em um jogo relativamente novo!

Prometi no ano passado que jogaria este jogo, e cumpri. Que o ouriço azul me perdoe, mas este foi o melhor jogo de plataforma que joguei no PS3! Tanto em dois jogadores como sozinho, o jogo é simplesmente sensacional. Não a toa acabei platinando ele também. O que mais gostei foi de jogar as fases onde é necessário perseguir o baú em velocidade para conseguir os dez diamantes. Sem falar nas fases que simulam os jogos “de navinha“. Rayman Origins me fez xingar muito o videogame pra cumprir alguns desafios, mas aquele xingo que te faz vibrar muito quando você consegue a superação. Jogo altamente recomendável para todos os fãs do gênero plataforma.

Dungeon Defenders (PS3)

Escolha sua classe e me chame pra jogar online!

Escolha sua classe e me chame pra jogar online!

Não dei nada para este jogo quando baixei e joguei a versão demo. Mas aí ele ficou gratuito para assinantes da PS+, um amigo se empolgou jogando e me convenceu a dar mais uma chance. Resultado: estou viciado! Não tanto quanto ele e seus companheiros, mas estou viciado! E como o jogo comporta até 4 jogadores em um mesmo cenário, passo várias madrugadas jogando com eles, os 3 em um console e eu online em outro. E ainda viciei mais um amigo e comecei a jogar online com ele também. Tanta empolgação e esqueci de dizer do que se trata… é um Tower Defense onde você controla e também pode atacar com um personagem, escolhido entre as classes Mago, Monge, Paladino e Caçadora. Cada um possui seus tipos de defesa, existe level up dos personagens e tudo mais. Bom, eu não recomendo que vocês joguem, ou irão viciar também. E, caso viciem, me adicionem na PSN e me chamem pra jogar junto que a experiência cooperativa é sensacional!

The Walking Dead: The Game (PS3)

Gostei do formato do jogo, com o tempo limitado para que façamos escolhas e alguns (poucos) Quick Time Events.

Gostei do formato do jogo, com o tempo limitado para que façamos escolhas e alguns (poucos) Quick Time Events.

Depois do jogo vencer o Video Game Awards, fiquei curioso pra ver o quão bom o jogo é. E me surpreendi! Primeiro porque o jogo é realmente bom, e segundo por ter descoberto que curto o gênero Point and Click (diferentemente do que acontecia no passado). Os dois primeiros episódios ficaram gratuitos para assinantes da PS+ e foram estes os que joguei do começo ao fim, ainda preciso obter os seguintes.

Enfim, foram estes os jogos que joguei em 2012. Ainda tiveram outros como Mario Tennis Open (3DS), Sonic Rush (DS), e alguns jogos de luta e corrida online. Fora que comecei também o Demon’s Souls (PS3).

E vocês? O que jogaram de bom este ano? Se quiserem compartilhar como foi a jogatina de vocês durante o ano que está encerrando, fiquem a vontade e usem o espaço dos comentários. Serve também pra quem quiser se pronunciar sobre a minha lista, é claro.

Abaixo a lista dos blogs participantes do Meme este ano:

Cosmic Effect
Edi (FZ2D) Retro Reviews
Espaço João Roberto
Forum SEGA Forever
Fúria: blog sobre games
Gagá Games (Gagá)
Gagá Games (Piga)
Gagá Games (Cássio Raposa)
Gamer Caduco
GLStoque
Passagem Secreta
Marvox Brasil
Nostallgia BR
Retro Journey
Revista Game Sênior
Shugames
The Twosday Code
Vão  Jogar!
Video Game.etc
Zir0 Video Game Nerd

Grande abraço à todos e desde já Feliz Natal e Feliz Ano Novo!

Até 2013!

Anúncios

Sobre Gamer Caduco

Menino novo, com mais de 30 anos de idade, fanático por games de todas as gerações.
Esse post foi publicado em 3DS, DS, Jogos, Memes, NES, Playstation 3, Wii e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

34 respostas para Meme – O que você jogou em 2012?

  1. Fúria disse:

    Foda essa lista! Tenho uma curiosidade enorme pra conferir o game de The Walking Dead hahaha

    Rayman Origins me deixou boquiaberto só conferindo os vídeos, se eu jogar…

    Abraços,

    Fúria

    • Gamer Caduco disse:

      Opa, valeu cara! 🙂
      The Walking Dead é bastante interessante, viu? Eu pelo menos curti pacas. O jogo te coloca numas situações bem tensas de escolhas que te faz ficar pensando até depois de parar de jogar. E o legal é que os episódios são bem curtinhos. Vale a pena, mas se pá o melhor é esperar a edição GOTY, vão colocar extras e tal.
      Rayman Origins é fantástico, pra quem curte jogo de plataforma e shmups (embora a dificuldade seja BEM menor neste jogo), vale cada centavo. Tenta baixar a demo dele, eu acabei comprando o jogo por ter baixado a demo e tal.
      Valeu Furia!
      Abraço

  2. João Roberto disse:

    Fala, Cadu! Meio sumido, neh? hehe
    Esquenta, não…

    Grande lista. Cara, você não faz ideia da vontade que eu tô de compra um PS3, que eu acho que vai rolar antes do Wii U (esse eu sei que vai demoraaaaaar) Tem o Sonic Generations, Assassin’s Creed, GOD OF WAR ! e tantos outros. E eu vou fazer como você deixar os games de futiba e corrida de lado (o único que me fez querer jogar é o Forza Horizon, mas como eu quero um PS3, é fácil não jogar este hehe). Fora que o conteúdo online dele me parece ótimo…

    Dos jogos que você citou, bem, o que posso dizer? Grande lista!! (Essa frase já tah ficando batida, de tanto que eu toh escrevendo ela na lista dos outros participantes, mas fazer o quê? rsrs) Quero também jogar o Bayonetta, me interessou bastante (mas não pelo “just use your hands” ok?)

    Já os jogos de 3Ds é covardia eu falar, já que sou Nintendista confesso hehe. No mais, grande post…
    Abs e T+

    • Gamer Caduco disse:

      Pô João, tô sumido mesmo, vc tem razão!
      Mas é que tá faltando tempo pra colocar posts mais elaborados. Por sorte, post falando de jogos que jogamos durante o ano são mais fáceis de fazer, vc não precisa pesquisar nem usar tanto a memória pra lembrar das coisas… hehe!
      Se vc comprar o PS3, já sabe, vai ter que me add lá na sua friend list e vou ficar te torrando a paciência pra jogar online, pq esse ano eu virei jogador online de coisas como vc pode ter reparado no post! hahaha
      Eu colocaria em maiúsculo Sonic Generations (no lugar do GOW), tenho certeza que quando vc jogar esse jogo, vc vai se empolgar! A não ser que vc seja completamente xiita com jogos do Sonic (do tipo Mega Drive é bom e o resto é lixo).
      Bayonetta é interessante, mas dizem que a versão do X360 é melhor. E eu acredito mesmo, os próprios desenvolvedores afirmaram isso. Mas a versão de PS3 não tem nada de ruim, os tais slowdowns que tanto falam não aconteceram comigo.
      3DS é outro que se um dia vc comprar, teremos de jogar online. Ainda mais Mario Kart 7. Ainda espero que vc e o Tchulanguero entre para esse mundo muito em breve, já que não tenho mais o Wii (eu falo disso toda hora, né? ahuhaua).
      Valeu!
      Abraço

  3. Jogou bastante hein Caduco? A maioria aê eu não faço a mínima idéia porque nunca nem joguei um PS3. Mas espero que você esteja bem melhor no Mario Kart 3DS do que no Mario Kart Wii, hwa hwa hwa.

  4. O quão díficil foi platinar Sonic Generations? Estava pensando em pegá-lo, mas sei que tenho mania de querer patinar alguns jogos e esse seria um deles.

    The Walking Dead: The Game é incrível! As escolhas fazem a diferença no último capítulo, o qual eu me surpreendi. Não sei porque não deixei claro no meu texto que esse foi o melhor jogo que peguei em 2012. Sugiro que assim que possível pegue os outros capítulos. Vale muito a pena.

    Ah, que bom saber que tenho um amigo na PSN que também está viciado no Dungeon Defenders. Depois me passa pelo e-mail seu ID para jogarmos alguns níveis juntos. Abraços.

    • Gamer Caduco disse:

      Rapaz, não foi tão complicado platinar o Sonic Generations, foi mais questão de paciência pq eu me neguei a ver FAQs e qualquer outra coisa que facilitasse conquistar os troféus, exceto um escondido que eu não sabia o que tinha que fazer e acabei “colando”, mas que não foi fácil de realizar. Achar os Red Star Rings leva um tempinho também, já que tem várias rotas nas fases e algumas se vc errar acabam ficando inacessíveis… então precisa ter paciência e tempo. Em um mês e meio eu platinei, mas eu tava jogando tipo 1 hora ou mais por dia. O jogo me viciou demais, mas eu sou totalmente suspeito pra falar de Sonic. Eu digo que vale a pena, mas aí pense vc que é opinião de fã! hahaha! Dê uma jogada nas demos da Green Hill Zone (Acts 1 e 2) e vc acaba tendo uma noção melhor do jogo e se vc vai curtir e tal. Na PSN sei que ainda estão disponíveis, não sei quanto ao Steam e à XBLA!
      Sobre o TWD, preciso ainda adquirir estes últimos capítulos, mas estou maluco pra ver o que mais vai acontecer naquela estória. Dá muito desespero em algumas situações, tá doido! Eu curti demais! Vou ler seu texto em breve, estou com um pouco de dificuldades de arranjar tempo por conta do trampo. Se não tem spoiler, melhor ainda! \o/
      Vou te passar o meu login da PSN no mail sim, daí a gente joga por lá. Já que tô altamente viciado (e maluco pra continuar jogando mesmo com falta de tempo! hehe). Já conseguiu fechar todas as telas? Eu ainda tenho algumas pra fechar, mas é pq cismei de jogar os challenges e/ou jogar no insane.
      Valeu!
      Abraço

  5. MarvoxBrasil disse:

    Sonic Generation é muito bom, e esse lance do Bayonetta é real mesmo, muitas vezes deixamos de lado um jogo consideravelmente bom pelas críticas da galera. Mas tem que experimentar mesmo, vai que você entende e curte, como foi o que aconteceu contigo. Mario Kart Wii é legal D+, os pegas na internet são ótimas também, e destravar todos os veículos do game cansa mas vale a pena. Curti a lista, games com universos diferentes um do outro. Mandou bem!

    • Gamer Caduco disse:

      Sonic Generations é demais mesmo! Mas como falei pro 64Gamers, eu sou fã demais pra dar opinião.
      Aliás, vc mencionou das críticas, um dos jogos que eu mais evitei ao longo dos anos e depois que joguei me diverti pacas (embora tenha ciência de que não é um jogo bom) é justamente o Sonic Unleashed que mencionei no post também. A gente tem que aprender que nem todo mundo tem o mesmo gosto e que nem todo jogo mal falado é sinônimo de “não-diversão”. Como vc falou, tem que experimentar… pra ter opinião própria, claro! Não dá pra viver de opinião de site especializado, né? 🙂
      Cara, desbloquear tudo no MK Wii é um inferno! Tem coisa que até hj não consegui desbloquear, e com o Wii tendo saído da minha lista de consoles, vai ficar mais difícil ainda se um dia eu voltar a ter! hehehe!
      Valeu!
      Abraço

  6. Edi (FZ2D) disse:

    Porra malandro.
    Você encabeçou a lista de forma épica. Sonic Generations é muito foda. E todos os outros jogos que citou ai também são nota dez.
    Sonic CD é foda. As fases são puro tumulto. Uma verdadeira bagunça!

    • Gamer Caduco disse:

      Rapaz, Sonic CD é de fato uma bagunça, e justamente alguns levels que são bagunçados demais é que me deixaram um pouco desanimado com o jogo. Vc passa por uma placa de PAST ou FUTURE e não consegue correr, não atinge a velocidade necessária pra viajar no tempo e fica frustrado por perder o “poder”. Mesmo assim é um jogo divertido.
      E Sonic Generations é fantástico, chegou a fechar ele também?
      Valeu!
      Abraço

  7. aki é rock disse:

    Ficou demais essa sua lista kra.

  8. kanonclint disse:

    AH seu bandido, começando o post com fotinha do Sonic ganhando platina hein ????!! XD. Depois fica falando ai ” não o que importa é a diversão” e blá blá blá kkkkk.
    Tenho notado que seu numero de troféus tem se aproximado perigosamente do meu heheh, mas eu ti digo que isso tem um motivo. Este foi um ano que terminei pouquíssimos jogos.
    Em primeiro lugar ,dois elementos contribuíram significativamente para que os jogos ganhassem uma longevidade gigantesca em minhas mãos. O primeiro deles é o suporte a troféus, não tento platinar todos os jogos, apenas os que mais gosto, e é ai que que o bicho pega. Com o tempo cada vez mais escasso ( achou que bebês fossem como bonecas né) eu acabo filtrando mais o jogos, e consequentemente, jogando os que mais me chamam atenção, e deixando de experimentar outros, fora que jogando só aqueles que gosto, fico na obrigação de platina-los ai já viu né. E o segundo fator: O multiplayer online, só pra se ter uma idéia, foi praticamente o primeiro semestre inteiro, gasto em campeonatos , e partidas online de Soul Calibur V. Eu e meu irmão somos fanáticos pela série desde os primórdios do PS1 ( Soul Edge), e a possibilidade de podermos enfrentar jogadores de todas as partes do mundo, evoluindo e aprendendo mais ainda não teve preço ( Ryu feelings ).
    O fato é que antigamente eu terminava muito mais jogos, eu terminava a campanha principal , e depois já partia para outros games, e assim por diante. Mas com estes dois fatores que citei, a coisa mudou radicalmente.

    Mas, a cerca de uns dois meses atrás, fui surpreendido mais uma vez.

    Ano passado, em novembro, eu adquiri logo no dia do lançamento uma cópia de Elder Scrolls V – Skyrim. Naquela época, eu estava totalmente imerso em Dark Souls, mas já mirava um próximo jogo no mesmo gênero.
    Skyrim foi considerado o jogo do ano de 2011 como todos sabem, no entanto……
    Eu iniciei 2 campanhas no game, afim de realmente joga-lo a valer , mas por incrvél que pareça, mesmo o game tendo todos os elementos de que gosto , não rolou …….. Não sei o porque o jogo não me conquistou,…..sei lá o que aconteceu.

    Mesmo assim não me desfiz do jogo, mesmo recebendo varias propostas de compra , ou de troca.
    Logo após a platina em Infamous 2 ( Jogaço que tá free na Plus) , eu fiquei meio sem saber o jogar. Tinha 4 joos inéditos ainda, Darksiders, Red Dead, Need for Speed , e o Skyrim. Isso foi logo de manha, depois de uma bela noite sono, e um café da manha reforçado, olhei pra estante peguei a caixinha do Skyrim, e disse : ” É hoje Skyrim !!!” Só fui parar de jogar as 4 da manha , finalmente eu havia me envolvido de corpo e alma com game, finalmente eu havia entendido sua proposta, seu sistema de combate, e a maior sensação de liberdade que se pode sentir em um game… definitivamente …… INCRÍVEL.
    De lá pra cá eu não jogo mais nada, já são mais 280 horas de jogo, e nem a campanha principal eu terminei, tamanha a quantidade de quests paralelas que o game tem, é absurdo.

    Desculpe pelo tamanho do post, e por ter saído um pouco do tema. Aqui inclusive, vai uma sugestão de titulo a você para um possível novo post, ” A primeira impressão NÃO é a que fica” . Pois é outros jogos já passaram por esse ” processo” que o Skyrim passou, Dragon Quest 8, Vagrant Story, Ghost Hunter, Dark Cloud, jogos que no inicio eu torci o nariz, mas que no fim, eu aplaudi de pé.

    Pra finalizar minha jogatina em destaque no ano foram: Soul Calibur V, Infamous 2, e claro Skyrim.

    HÁ , e se quiser platinar Resident 5 , tamos ai !!!

    • Gamer Caduco disse:

      HUAHAUHAUHAUA!
      Ué… a diversão é o que importa mesmo, e platinar Sonic Generations foi bem divertido! \o/
      O pior é que eu platinei e continuei jogando, não sei como viciei tanto nesse jogo. Tive que me proibir de continuar jogando ou a lista de jogos pra terminar ia continuar crescendo muito. Mas enfim… não foi o único que fiz questão de platinar no ano! hehe
      Mas eu entendi o pq da reclamação, vc tá é preocupado que eu estou atingindo o mesmo nível que vc na PSN… aaaahhhh, tá explicado! kkkk. Mas fica tranquilo que de platinas eu tô fraco ainda.
      Falando sério, os jogos de hj com troféus realmente acabam durando mais quando são interessantes e vc não quer largá-los tão cedo, mesmo terminando. Os outros a gente termina por terminar ou nem isso mesmo, já parte pro próximo de bate-pronto.
      Sobre Skyrim, eu vejo vc jogando o jogo o tempo todo, inclusive nesta última madrugada e neste exato momento eu tô com o PS3 ligado e vc tá jogando! hehe!
      A minha dúvida agora vai ser parecida com a que vc teve do Bayonetta quando eu tava jogando: essa versão (PS3) é tão bugada e com slowdowns como andam dizendo por aí na Internet? Pq eu joguei o Oblivion no PS3 e até tive interesse no Skyrim, mas falaram tão mal dessa versão que eu nem fui atrás. Outro motivo pelo qual evitei o jogo foi o medo de ficar muito imerso nele e gastar MUITAS horas. No Oblivion eu nem fiz a campanha principal, só fiquei fazendo paralelas pra virar Arch Mage, líder da Thieves Guild, etc. E vi que vc tá bem imerso mesmo, 280 horas de jogo é coisa pra caramba!
      Valeu pela sugestão de tema, é uma idéia muito boa. Inclusive aconteceu comigo recentemente com o tal do Resident Evil 5 que detestei quando tentei jogar a primeira vez e hj estou curtindo jogar online. Aliás, podemos marcar de tentar platinar ele sim, tô na missão 5-3 e logo acabo o jogo.
      Dragon Quest 8 é fantástico, não? Eu pelo menos curti pra caramba e no começo não dei nada também. E o joguei justamente na fase “Winning Eleven” da vida, imagina se fosse hj em dia que estou mais preocupado com jogos “termináveis”?
      E não peça desculpas por escrever comentários gigantes, são esses os comentários que gosto ainda mais quando eles são ricos de conteúdo, que sempre é o seu caso. É sempre bom abrir novas discussões e ter umas dicas não só de jogos como de posts! 🙂
      Valeu Kanon!
      Abraço

      PS: “Nota mental: nunca jogar Soul Calibur com vc ou seu irmão”… hauhauhuaua

  9. kanonclint disse:

    Heheh , essa nota mental foi boa, mas nada que um pouco de treino não resolva, e ti transforme em um bom espadachim.Soul Calibur V é um jogo excelente, ele é facil e amigavel para os iniciantes, mas extremamente complexo , e desafiador para quem deseja de fato domina-lo.
    Em relação ao Skyrim, eu acho que tem acontecido com os jogos, o que aconteceu com os consoles nesta geração, ainda que a Bathesda seja muito conhecida por lançar jogos carregados de bugs desde sempre.
    Você já ter lido por ai a expressão: “Consumidores Beta Testers” , os quias seriam aqueles caras que compram tudo no lançamento. Lembra do indice gigantesco de Xbox360, que morreram por causa da 3 luzes vermelhas quando o console foi lançado ? Pois é , esses consumidores foram quem de fato testaram o console, ou pior, fizeram o teste de qualidade do produto, coisa que a Microsoft devia ter feito.
    A partir dai , foram sendo lançadas varias versoes do console, até que hoje o indice de falha ( failure rate) do console é bem baixo.
    Com os jogos é a mesma historia, as produtoras tem prazos apertados, lançam o jogo “de qualquer jeito” , e depois fica lançando patch de correção, até o Assassins Creed 3 entrou nessa onda bugada. Apesar de ter comprado Skyrim no lançamento, eu só vim a joga-lo a uns 2 meses atrás, nesse tempo, se não me falhe a memoria, foram lançados 3 patchs, sendo 2 para correções de bugs, e um ultimo que acrescenta cenas de
    finalizações de golpes nos adversários.
    Como eu ti falei, tenho 284 horas de jogo, até esse momento, não tive problemas que me impedissem de prosseguir a diante, mas vira e mexe rola um bugsinho de colisão ali, um slowdow acolá, esse dias eu vi um mamute andando em cima do outro kkkkk hilário.
    Os problemas que ocorreram com versão PS3, que eu fiquei sabendo estavam relacionados com os saves. Toda vez que você salva o jogo, o arquivo de save aumenta de tamanho, e isso, não entendo porque, influenciava no gameplay. O jogo ficava travando toda hora, e os slowdowns eram constantes, deixando o game praticamente injogavel , se é que existe essa palavra hehe.
    Meu save tá com 12 megas de tamanho, quando comecei a jogar os patchs já foram instalados logo de cara, de modo que até agora… tudo tranquilo ( tirando o leitor do meu Ps3 que já tá abrindo o bico).
    Mas se você puder escolher, fique com a versão do X360 (maldita hora q , ou PC. Estas versões podem ser instaladas no hd, fazendo com que os loadings sejam mais rapidos, e frame-rate mais constante.

    • Gamer Caduco disse:

      Minha resposta demorou, mas veio!
      Cara, se eu ando sem tempo até pra conseguir responder os comentários do blog, imagina pra treinar Soul Calibur e chegar no nível de vcs? Com vcs treinando em paralelo então, é impossível! Nem vou arriscar! huauhahuahuahua
      Sim, eu já tinha visto a expressão de “Consumidores Beta Testers”, inclusive já ouvi na minha área profissional também, não só pra jogos (ambos são softwares, então acaba meio que dando no mesmo). Sabe que isso é uma das coisas que tá me segurando muito pra comprar um Vita e um Wii U? Fora o lance financeiro, claro! hahaha. O curioso que o 3DS não me fez pensar assim, mas acho que é pelo fato dele ser uma evolução bem direta do DS e a Nintendo sempre foi forte no ramo de portáteis, então aumenta a confiança.
      Esses problemas de Skyrim que vc mencionou eram muito comuns no Oblivion também, tenho até umas fotos tiradas com o celular que mostram algumas dessas cenas (cavalo em cima de cerca, entre outros). Assassin’s Creed já tá nessa onda de bugs desde o Brotherhood (tenho até um amigo que chama o jogo de “Bughood”), eles ficam nessa paranóia de lançar o jogo anualmente e dá nisso (FIFA que o diga).
      O lance do save do Skyrim é justamente o que eu temo até hj. Pelo que entendi o save vai aumentando tanto com tantas informações sobre as mudanças ocorridas naquele mundo que quando ele começa a ser lido e gravado com frequência o jogo começa a ter que esperar demais pra ler/gravar informações. A forma (mais comum) que o save é feito nos jogos também não é muito rápida mesmo, nem muito segura (vide as tais mensagens sobre não desligar o sistema enquanto salva pra não corromper). Isso é um outro assunto, mas é que eu me empolgo falando de tecnologia e soluções de software, então deixa eu parar por aqui antes que esse texto fique realmente grande! huahuahuauha
      Sobre as versões, eu vou ficar longe de todas… meu PC não aguenta nem Worms e eu não tenho um X360 (nem pretendo ter, por questões financeiras apenas). Então infelizmente ficarei sem conhecer o jogo da Bethesda, infelizmente.
      Mas valeu pelas dicas! 🙂
      Abraço

  10. ganon,o destruidor disse:

    fiz uma coisa que ja devia ter feitoa muito tempo e finalmente jogei chrono trigger .resultado :todos os outros games que jogei ficam mascarados .nem lembro se finalizei muita coisa esse ano . lembro que finalmente dei uma chance a top gear 2 e se vcs acharam o comeco ruim e desistiram jogem depois fica muito foda.

    • Gamer Caduco disse:

      Se vc terminou Chrono Trigger, realmente tudo fica escondido mesmo. É um dos melhores (ou o melhor) RPG de todos os tempos, uma obra-prima. Fez todos os finais dele?
      Top Gear não é das minhas franquias favoritas, apesar de isso não ser muito comum, não me lembro como era o 2, joguei mais o primeiro mesmo.
      Valeu!
      Abraço

      • ganon,o destruidor disse:

        voce e todo mundo jogou mais o primeiro kkkkkkkk inclusive eu nessa jogada ,mais top gear 2 muitos se lembram como o jogo que comecou com as mecanicas de melhoris no seu carro podendo meio que tunar o carro .
        chrono trigger e um jogao assim que tiver um tempo vou fazer todos finais .

  11. ganon,o destruidor disse:

    nossa interessante isso da falta do “h´´ sempre achei que er mancad dos criadores,ou por que o nome do personagem era esse e o nome do jog era por causa daquele ovo eu acho que ressucita o “crono´´.aqui voce me recomenda algum final em especial ja fiz o original com o mgus o crono e sem querer a mae da lucca morreu .qual vc acha que eu faco agora

    • ganon,o destruidor disse:

      faltram alguns “a´´ na resposta

    • Gamer Caduco disse:

      Rapaz, eu não me lembro de todos os finais que o jogo tem, eu joguei o jogo no PSX e usei o “New Game+” pra ficar terminando o jogo várias vezes e vendo todos os finais.
      O dia que for jogar no DS e quiser fazer todos os que já existiam mais os extras, eu tô ferrado! hehehe

      • ganon,o destruidor disse:

        cara eu pulei o psx totalmente ,eu jogei um dbz la(cara eu ja devo te zerrado uma porrad de dbz o tanto de tempo que eu usei jogando dbz e gigantesco),um digimon que eu ia joga no ps2 e nao rodou e acabei jogando o inicio no emulador um BEYBLADE (sim beyblade nao zoe o meu colega que pos),e tb vi meus primos jogarem power rangers e inuyasha .
        que eu saiba o ds so tem mais um final extra que o liga a chrono cross ,como eu dise pulei o psx e nao sei se ese final ta nele .
        comentario pessoal: a square enix e muito afim de dinheiro tem chrono trigger para:ps3 ,psp,snes ,ds ,virtual console (wii),psx ,android(os burros pagam 30 reais pelo jogo e esquecem que no emu de snes se so perde um final e em portugues e de graca ,se tivesse custecenes ai pelo menos valeria um pouco mais),e ainda um versao de iphone .

        • Gamer Caduco disse:

          Poxa, é só um final a mais? Eu jurava que eram dois, já que a versão do PSX tem 12 e a versão do DS dizem ter 14. Ou eu posso ter visto errado mesmo.
          O final liga à Chrono Cross? Não sabia disso também. Quem sabe explica o lance que me fez desistir de jogar essa “continuação” do PSX (não joguei o Cross, me nego).
          Sobre a emulação X console, sei lá, aí entra uma questão muito pessoal também. Tem muita gente que curte comprar original, tem quem também prefira jogar sentado no sofá ao invés de jogar no computador (eu tô nesse caso), daí acabam fugindo da emulação por essas e outras razões. Não diria que é burrice, diria que é opção mesmo. Mas jogar no iPhone não dá, faltam botões físicos, definitivamente. Não é o tipo de jogo que eu teria paciência de jogar em uma tela touch com o dedo pegando 35% da tela! Tá doido! hahaha!
          Valeu Ganon!

          • ganon,o destruidor disse:

            na verdade a versao de snes tem 13 finais e as versoes posteriores 14 se nao me engano ,o que eu sei e que a de ds e a de psx tem custecenes e as de iphone e android nao.
            quanto a usa emuladores no pc eu nao tenho tanto disso .o que eu acho ruim sao os controles ,por exemplo ,quando eu comecei a joga 64 eu jogava no teclado era muito estranho(por que a manete de 64 ja e sinistra) .
            quanto ao touch eu tambem detesto essa parada so jogo jogos de rpg no emulador mesmo imagina jogar mario no touch .quanto a nao conseguir jogar no touch e uma coisa que pessoas de dedos grandes sofrem e nao tem como evitar kkkkkkkkkk .
            mas chrono trigger mesmo no touch ainda me vicia eu jogo um tempao sem percebe ,quando estava jogando no ps2 eram 6 horas e eu falei pra mim mesmo que iria jogar ate as 7 e 30 quando eu parei eram 10 e 30 kkkkkkkkk.
            e alias voltando ao remake pra iphone eu prefiro joga no emu a nele porque para vc selicionar o ataque o espaco e o de uma agulha e eu tava jogando numa luta de chefe imagina como foi divertido dar os ataques errados .isso pelo menos serviu pra eu ver que baixar essa versao nao da pra min odiador eterno do touch .quanto a pessoas que ligam pro original eu respeito elas quererem tudo original eu tb queria o chrono original no inicio so que esse negocio do touch me fez desistir

  12. Pingback: Meme – O que você jogou em 2013? | Gamer Caduco

  13. Pingback: Meme: O que você jogou em 2014? | Gamer Caduco

Deixe seu comentário sobre este post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s