Gamer Caduco Futebol Virtual Clube

Olá meus caros, como estão?

Sim, eu sei, falar sobre jogos de futebol faltando uma semana para começar a Copa do Mundo é completamente clichê, mas eu não tô nem aí com isso e resolvi escrever sobre boa parte dos jogos que joguei na vida do esporte mais popular do mundo.

Sei também que tem muita gente insatisfeita com esse lance de Copa no Brasil, mesmo aqueles que gostam do esporte. Eu mesmo também não gostei de como as coisas foram feitas e faz bons anos que deixei de gostar de futebol profissional por uma série de motivos. Mas como aqui é um blog sobre videogames, vamos todos deixar essas birras todas de lado e vamos relembrar diversos clássicos e até jogos mais recentes do esporte.

Importante ressaltar que apenas estou relembrando os jogos, e não fazendo nenhum review deles. Se fosse assim, o texto ficaria bem maçante e longo. Bem, longo ficou um pouco. Mas isso é padrão por aqui, né?

Prontos ou não, aqui vai ter Copa sim! Então vamos lá!

Pele’s Soccer / International Soccer – Atari 2600

Vocês sabem que sou um velho Caduco, então não me sinto mal em dizer que os primeiros títulos futebolísticos que joguei na vida eram de Atari 2600. O duro que esses jogos eram pra jogar de duas pessoas, não tinha como jogar contra o computador. A parte boa é que naquela época era muito comum as crianças e adultos se reunirem para jogar jogos juntos, diferente da época em que vivemos.

01-Futebol-International-Soccer

O primeirão mesmo foi International Superstar Soccer. Eu lembro que rolava de rir com o fato do jogador que está sem a bola sair pela parte de cima do campo e aparecer na parte de baixo (ou vice-versa). Ainda mais quando fazia isso pra um tomar a bola do outro.

Já o Pelé’s Soccer eu não cheguei a jogar tanto, achava o jogo muito esquisitão. Ainda mais que os jogadores pareciam de futebol de botão, mas com perninhas na hora de chutar a bola. E você movimentava três… hmmm… botões com perninhas ao mesmo tempo.

02-Futebol-Peles-Soccer

É difícil avaliar os jogos, ainda estávamos nos primórdios dos videogames. Mas não seria justo não lembrar deles.

Great Soccer (World Soccer / Super Futebol) – Master System

03-Futebol-Super-Futebol-Master-System

Esse aqui eu achava o máximo na época! Mas não tive a mesma impressão quando fui jogar recentemente.

O campo se divide em 3 telas e isso atrapalha um bocado, cada vez que vai trocar de uma pra outra dá uma pausa que as vezes é bastante irritante. Controlar o goleiro também atrapalha demais, especialmente nessas trocas de tela.

Lembram que nessa época tocava música durante as partidas? Pois é, saudades disso!

E dá pra ver o quão antigo o jogo é pelo uniforme dos jogadores, que usam shorts curtos. Como os da época mesmo.

World Championship Soccer (Super Futebol / World Cup Italia ’90) – Mega Drive

04-Futebol-Super-Futebol-Mega-Drive

Joguei este jogo incansavelmente também. Só que ele é diferente de tudo que temos hoje em dia. Um jogo de futebol com visão aérea, sem faltas (pode descer o carrinho em todo mundo) e com o goleiro controlado por humanos. Isso atrapalha um bocado, como no título para Master System. Imagine que você está controlando o jogador, de repente o adversário chuta a bola no canto contrário do direcional que você está segurando. Até o goleiro chegar na bola, meu amigo, é tarde demais!

Mas foi neste jogo que, pela primeira vez, pude ver os nomes e selecionar os jogadores antes de entrar em campo. Eu sinceramente acho que não faz a menor diferença escolher um ou outro, mas os nomes e características de cada um está lá disponível na tela para seleção.

Outras coisas interessantes no jogo foram as animações nas cobranças de bola parada ou na comemoração do gol. Simples telas que faziam a diferença na época.

05-Futebol-Super-Futebol-Mega-Drive

Além disso, até onde me recordo este foi o primeiro jogo onde encontrei jogadas manjadas para fazer gols. Era só tocar bola alta dentro da grande área e cabecear contrário, era raro o goleiro fazer a defesa.

O legal desse jogo também é que a música mudava dependendo do continente da seleção escolhida. Eu só lembro de cabeça das músicas da América do Sul e da Europa.

O jogo é tão antigo que a vitória na Copa vale dois pontos, ao invés de três. Nas animações dá pra ver inclusive que os shorts dos jogadores continuam curtos. Ou seja, é sexy um clássico!

Sempre que meu pai via este jogo na tela da televisão, dizia que eu estava jogando o “Futebol dos Passarinhos“. E faz sentido mesmo, a seta atrás do jogador parece um rabo. Já viram de onde eu herdei meu humor, né?

Vale lembrar também que não tinha faltas neste jogo, então dava pra sentar a botina em todo mundo. E não adianta pedir pra não dar carrinho!

Tecmo World Cup 92 – Mega Drive

06-Futebol-Tecmo-World-Cup-92

É engraçado, eu lembro de ter alugado este jogo trocentas vezes e jogado a beça, mas as minhas memórias com este jogo não são muitas. Será que ele não foi tão marcante assim?

De qualquer forma, ele foi o primeiro que eu vi que tinha cartões amarelo e vermelho.

Também foi o primeiro jogo da era 16 bits que vi em que o jogo se passava lateralmente, como o Super Futebol do Master System.

O jogo era cheio de músicas divertidas também, fora que tinha uma dificuldade até que razoável para jogos de futebol da época. Não me lembro de gols manjados para terem idéia.

O efeito sonoro de buzinas (ou sei lá como posso chamar) quando o jogador com a bola está na cara do gol sim é bastante marcante. Mas só, viu…

World Trophy Soccer – Mega Drive

07-Futebol-World-Trophy-Soccer

Este aqui eu joguei muito!

Outro jogo de progressão lateral, com jogadas manjadíssimas para fazer gols. Tinha uma jogada tão manjada, lançando a bola alta do meio de campo e cabeceando assim que o goleiro pula pra pegar o lançamento. Era gol certo! Tanto que vetamos esta jogada quando jogávamos multiplayer, mesmo contra o computador nos campeonatos.

Uma coisa bem legal desse jogo era a possibilidade de editar os uniformes das equipes. Tanto camisa, quanto meiões e calções. Se me lembro bem, o jogo trocava quando uma (ou mais) dessas partes era repetida entre os times em campo. Ou seja, dois times de meião da mesma cor, nem pensar!

08-Futebol-World-Trophy-Soccer.png

O engraçado é que uma das versões piratonas alternativas que jogávamos tinha um bug na hora de editar os uniformes, e a única coisa que aparecia na tela eram as cabeças dos jogadores. Até dava pra acessar os menus, mas não dava pra ver os itens de menu nem o cursor e menos ainda as cores escolhidas. Imaginem o carnaval que virava os uniformes!

Neste jogo, pela primeira vez vi o lance de substituição de jogadores. Eu não sei se havia diferença entre as habilidades, mas quando eu estava em fria eu sempre colocava o mesmo jogador em campo pra tentar reverter a situação.

Outra curiosidade é que existe uma versão desse jogo que contém clubes europeus, chamada European Club Soccer. E no Japão existiu também outra versão, a J League Champion Soccer. Eu sinceramente não joguei estas versões.

Acho que sou capaz de escalar a formação do Brasil até hoje. Vocês acham o Allejo e o Janco Tianno incríveis? Certeza eles se inspiraram no camisa 9 da seleção deste jogo, Jose Argot!

FIFA International Soccer – Mega Drive

10-Futebol-FIFA-International-Soccer

E finalmente apareceu um dos jogos que existem até hoje. Um dos primeiros jogos lançados sem músicas durante as partidas. Tentaram deixar o jogo mais sério, e conseguiram. Se tenho saudades de ouvir músicas durante as partidas? Muita! Acho que aqui é que muito da graça do gênero começou a se perder, para o velho Caduco aqui.

Vocês devem se lembrar que os primeiros FIFA tinham visão isométrica, ou seja, o campo ficava meio que “inclinado” na tela. Para achar pontos onde o chute era sempre fatal, facilitava muito!

O engraçado era comemorar os gols com botões. Um deles pra buzina, um para fogos e outro para grito GOAL, que ficava se esgoelando enquanto você segurava o botão.

Outras coisas engraçadas era a possibilidade de fazer gol “tomando” a bola do goleiro. Vocês se lembram, né? Ficar parado na frente do goleiro, ele chutar no peito do atacante, daí você poderia driblá-lo e fazer o gol. Era épico! Mas era grande sacanagem. Também foi vetado pela “comunidade futebolística virtual” da época. E o comando de “porrada” (acho que era o B e o C juntos)? Era chance enorme de expulsão. Mas era divertido de fazer.

Só não me lembro se era possível dar carrinho no goleiro e ser expulso. Alguém lembra? Eu fazia isso em todos os jogos onde era possível, sempre achei engraçado.

Foi neste jogo que pela primeira vez notei que os atributos de cada jogador fazia diferença dentro de campo. Quem sabia chutar e era veloz fazia muita diferença. Muita mesmo.

09-Futebol-FIFA-International-Soccer

Janco Tianno deve ter feito muitos gols pelo Brasil inteiro, né? Para quem não sabe, este era o atacante principal da seleção canarinho, o camisa 11, com certeza inspirado no Romário. Mas a EA ainda não tinha licença para usar os nomes reais dos jogadores.

FIFA Soccer 95 – Mega Drive

11-Futebol-FIFA-Soccer-95

Este pouco mudou do anterior, descrito acima.

Tiraram o “bug” de “tomar” a bola do goleiro. Não me lembro de ter botão da porrada, ou parei de usar.

Mas neste jogo eu dei muitas surras nos amigos. Me orgulho de tê-los deixado bravos! Era uma goleada atrás da outra, sabia todos os pontos de onde dava pra fazer gol, então eles não podiam me deixar com a bola. Pensando bem, tinha sim o botão da porrada, eles usavam bastante!

Outra grande novidade foi a presença de clubes, além de seleções. Com nomes oficiais, embora os jogadores não tinham e muitas cores não estavam corretas. O Corinthians, por exemplo, era branco e roxo. Mal sabiam eles que um dia no futuro o clube adotaria esta cor em seu terceiro uniforme. Será que eram videntes os produtores do jogo?

International Superstar Soccer Deluxe – Mega Drive e Super NES

12-Futebol-International-Superstar-Soccer-Deluxe

Embora jogasse de vez em quando na casa de amigos a versão do Super Nintendo,  acreditem, este foi um jogo que joguei pouco na vida. Surpresos? Pois é.

Pior que tive a versão de Mega, ganhei de aniversário de um destes amigos que tinham o SNES e o jogo. Mas ainda assim joguei pouco por ter sido a fase que passei a jogar mais no PC do que no Mega Drive. Uma pena, deveria ter aproveitado mais o jogo, ele é ótimo.

Todos se lembram do grande mito, Allejo, né? Nem preciso falar dele.

13-Futebol-International-Superstar-Soccer-Deluxe

Mas vale lembrar que aqui começavam a fazer efeitos durante as partidas outros detalhes, como condição dos jogadores e tudo mais. Fora que os jogadores nem sempre eram todos iguais. Era notável o Valderrama dentro de campo, por exemplo.

Fora que este jogo tinha alguma narração. Mas ela não supera a do jogo que destacarei na seqüência.

Campeonato Brasileiro 96 – Super NES

14-Futebol_Campeonato-Brasileiro-96

A tal versão pirata do International Superstar Soccer. Acho que joguei mais que o original. E não devo ser caso raro no Brasil.

Destaque para a narração, no melhor portunhol da história da humanidade. Tirô! Peligro! Saque do Golênho! É muita nostalgia lembrar de todos estes jargões!

FIFA Soccer 98 – PC

15-Futebol-FIFA-Soccer-98

Esse aqui foi a grande revolução dos jogos de futebol, o jogo parecia totalmente realista quando foi lançado! E eu acabei mergulhando de cabeça nesta evolução.

Mas o jogo era cheio de bugs místicos. Chutar a bola bem pro alto e ela pingar na frente do goleiro era quase sempre gol, sempre encobria o pobre coitado. Entre outras coisas que não me recordo agora.

Também era possível editar os jogadores, grande novidade para a época. Ainda mais que eles eram totalmente modelados em 3D.

O que me lembro bastante é que eu conseguia criar um jogador igualzinho ao Mirandinha, um atacante do Corinthians na época. Era outra coisa que eu achava muito engraçada na época.

Mas o melhor de tudo mesmo era a música de abertura: Blur – Song 2. Épico!

International Superstar Soccer 64 – Nintendo 64

16-Futebol-International-Superstar-Soccer-64

Joguei incansavelmente na casa de um amigo, vira e mexe a gente estava jogando este jogo.

O que lembro também é que antes desse jogo sair, existia uma versão dele com os times do Campeonato Japonês, a J-League (J-League Perfect Striker). O jogo era todo em japonês, a gente decorava as coisas pra poder jogar. E fora que era possível editar os times, uma vez tentamos achar todos os jogadores brasileiros que disputavam o campeonato japonês e montar um time. Achamos alguns, mas ficou algo meio misturado. Depois acho que deu algum bug no Memory Card do 64 desse meu amigo e perdemos o time.

17-Futebol-J-League-Perfect-Striker

Depois migramos pra versão americana e pelo menos sabíamos o que estávamos fazendo.

Mas o jogo era bem mais divertido que o FIFA 98, não sei se por jogar no controle (e não teclado), por jogar com amigo (e não sozinho), ou se era o jogo mesmo que era melhor. Sei que eu gostava mais.

Ruim era o esquema dos pênaltis com mira. Demoramos muito pra descobrir que era possível desligar a mira, já que era fácil demais saber onde o outro ia bater e a maioria dos pênaltis eram defendidos se não fossem cobrados rapidamente.

FIFA Soccer 99 – Playstation

18-Futebol-FIFA-Soccer-99

Só uma coisa pra dizer: graças a este jogo que eu tive um Playstation (One).

Obrigado FIFA 99, por sua causa eu conheci muitos RPGs épicos, entre outros ótimos jogos!

Só isso. O jogo era razoavelmente divertido. Poucas lembranças dele…

FIFA Soccer 2000 ~ 2002 – Playstation

19-Futebol-FIFA-Soccer-2002

Aqui eu já tava meio que de saco cheio dos FIFA.

Eu sempre dizia que se eu jogasse metade do que o goleiro dos jogos em questão jogava, estaria na seleção. E era verdade, você chutava de dentro da pequena área no ângulo e o goleiro voava e ainda encaixava a bola com toda naturalidade.

Foram jogos que eu mais jogava em galera pra me enturmar do que qualquer outra coisa, sincera e honestamente.

Lembro que detestava o esquema de bolas paradas destes jogos.

International Superstar Soccer 3 – Playstation

20-Futebol-International-Superstar-Soccer-3

Caramba, como eu joguei este jogo. Treinei tanto contra o computador que sempre que jogava com algum amigo, ganhava. Foram poucas as vezes que empatei. E não perdi nenhuma, é sério! Cheguei num ponto de vício muito alto.

Os gols do jogo eram manjados também, aquele esquema de correr pela lateral, entrar na área e tocar pra trás. Mas pelo menos o jogo parecia muito mais interessante que os FIFA da época: os goleiros rebatiam a bola, jogadores erravam, e por aí vai.

International Superstar Soccer Pro Evolution – Playstation

21-Futebol-International-Superstar-Soccer-Pro-Evolution

Só me lembro de três coisas.

Primeiro que não gostei tanto quanto gostava do 3.

Segundo que, para mim, esse jogo chamava International Superstar Soccer 4. Também, joguei o jogo na época em que quem fornecia as mídias alternativas adorava trocar nome de jogos e capas. Isso também me traz uma certa nostalgia.

E terceiro que isso pode ser por causa da sonora goleada que levei de um amigo logo quando comecei a jogar. Foi um 4X0 bem ridículo.

Depois melhorei no jogo, mas me pegava várias vezes trocando o disco pelo 3 no console. Acho que aqui comecei a me distanciar um pouco de futebol, até a chegada do PS2.

Detalhe que aqui os jogadores passaram a ter os nomes parecidos com os dos verdadeiros jogadores. Mas R. Corlos é de doer, não?

Se lembro bem, partir daqui já era possível colocar ele e o Ronaldo no ataque e se tornar um time invencível.

Winning Eleven 7 ~ 10 – Playstation 2

22-Futebol-Winning-Eleven-7

Esta foi a fase de maior vício em jogos de futebol da minha vida gamer.

Também foi quando o jogo da Konami passou a utilizar os verdadeiros nomes dos jogadores e de clubes. Tá certo que não eram todos, mas pelo menos tinha bastante.

Era legal pegar versões editadas dos jogos, o Uíngui Elévi Winning Eleven 7 tinha uma música na Master League que eu gosto muito. Quando começou a tocar a primeira vez eu me espantei fortemente. Acho que parte da culpa do meu vício foi querer ficar jogando a Master League pra ouvir a música e pegar gosto pelo modo de jogo.

23-Futebol-Winning-Eleven-8 24-Futebol-Winning-Eleven-9

Aliás, o 7 era bem bacana, eu gostava bastante dele. O 8 achei mais fraco, mas joguei bastante. O 9 eu não gostei, quase não joguei. Nos dois primeiros (7 e 8), eu tinha um time na Master League que jogava com um amigo. Então sempre que ele estava em casa a gente estava detonando o computador, com nosso querido centroavante Padaria. Eu não lembro o verdadeiro nome do cara, mas a gente trocava o nome de todos os jogadores que não conhecíamos. Era engraçado e divertido.

25-Futebol-Winning-Eleven-10

Já o 10 foi o melhor jogo de futebol que joguei em toda minha vida. Nesse eu lembro de surrar o Barcelona por 14 X 0 com um time que eu criei e fui evoluindo na Master League, no nível mais alto. O computador ficou fácil depois de certo tempo. Mas também joguei muito, mas muito, mas muito mesmo esse jogo! E o mais legal era pegar este time da ML, salvar no Memory Card e visitar os amigos e jogar contra os times deles, também salvos em seus Memory Cards. Aí o bicho pegava, não tinha favorito.

Este último para mim foi a fase de ouro dos jogos de futebol, lembro de muita coisa mesmo dessa época, só não vou contar tudo aqui pro post não ficar maior do que já está. E está enorme.

Engraçado que meu atacante era o Fernando Torres. E ele fazia gol pra caramba, viu…

Pro Evolution Soccer 2010 ~ 2011 – Playstation 3

26-Futebol-Pro-Evolution-Soccer-2010

O 2010 era jogável, o 2011 não. Tanto que larguei por 2 anos jogos do gênero após pegar todos os troféus offline do jogo.

Os online eu fiz questão de nem tentar. Primeiro por não gostar de troféus online. Segundo que eu sinceramente não curti a experiência online para este tipo de jogo. Futebol é para se jogar com os amigos do lado, não numa conexão sem saber o que tá se passando do outro lado.

Mas cheguei a montar um ótimo time na ML do 2010.

FIFA 13 – Playstation 3

27-Futebol-FIFA-13

Eu respeito muito a série FIFA, acho que ela evoluiu muito desde o 11. Como dizem, se tornou um grande simulador de futebol. Mas aí é que está o problema, o fato da EA tentar transformar o jogo em algo o mais realista possível. Isso para mim não agrada, respeito quem gosta, respeito o jogo, mas não é pra mim mais. Meu tempo agora é dedicado a outras coisas, não dá pra ficar aprendendo dribles e o escambau pra poder jogar pra valer.

Ainda assim, resolvi dar uma chance ao ótimo jogo e me diverti um pouco jogando um campeonato brasileiro, vendendo e comprando jogadores, vendo as notícias dos resultados. Isso tudo ficou bem bacana, não sei como era nas versões anteriores, mas pelo menos nesses momentos de manager eu me diverti como nos tempos da Master League.

Mas foi o jogo que me fez ter saudades de uma época onde valia mais a diversão, e não a “seriedade” ou “realismo”. Ainda assim, recomendo aos fãs de futebol.

PES 2014 – Playstation 3

28-Futebol-PES-2014

Sinceramente, só joguei por ser de graça para assinantes da PS Plus. Pouco me diverti. Comecei uma ML, montei lá meu time, com Allejo no ataque (SIM, o atacante existe no jogo, no time default da Master League) e tudo mais.

Venci a segunda divisão e, durante a primeira, larguei. Não pretendo voltar. Acredito que, pelo fato do jogo ter ficado atrás do FIFA no quesito simulação e realismo, sem falar no licenciamento de equipes e torneios, a Konami ficou um tanto quanto perdida para fazer este jogo. Pelo menos foi esta a minha impressão. Acabou resultando em um jogo travado demais, movimentação meio lenta, não sei explicar ao certo. Sei que não me animou.

29-Futebol-PES-2014-Allejo

Colocaram esquema diferente de lançamento e chute, até eu descobrir que isso era configurável e podia ser desligado, já havia levado uma goleada do computador. Depois devolvi o dobro de gols, na dificuldade maior do jogo. Mas ainda assim, incomodou. Deu mais saudades ainda de uma época onde a empresa não se importava tanto assim com certos detalhes e fazia apenas um jogo que agradava.

Até o esquema de contratações mudou, ficou difícil, ficou estranho. Não importa se o seu jogador se destacou, ninguém faz proposta. Os jogadores da sua lista de vendas também não recebem ofertas de ninguém, tudo ficou bem estranho. Realmente não curti.

O jogo deixou a desejar em muitos pontos. Saudades do Winning Eleven 10. Só isso.

Bem, aqui encerro o post, saudosista com outras épocas divertidas do gênero.

Vale lembrar que as opiniões aqui são baseadas nas minhas memórias e gosto pessoal, então quem é da “nova geração” e quiser discutir que FIFA é melhor que PES e vice-versa, melhor não perder tempo por aqui. E pode ser que eu tenha esquecido algum detalhe de algum jogo ou ter falado algumas besteiras sobre eles, podem ficar a vontade pra me corrigir, eu sinceramente não pesquisei para relembrar estes jogos, apenas puxei da minha memória que já não é mais tão boa quanto antigamente.

Tiveram mais jogos que joguei ao longo da vida, mas creio que estes aí são os que mais se destacaram. E vocês, jogaram outros jogos? Quais vocês mais curtiram? Não esqueçam de dizer nos comentários!

Espero que tenham gostado e que tiveram paciência para ler todo este texto.

Grande abraço a todos!

Até o próximo post, juro que não terá a ver com futebol.

Anúncios

Sobre Gamer Caduco

Menino novo, com mais de 30 anos de idade, fanático por games de todas as gerações.
Esse post foi publicado em Atari, Jogos, Master System, Mega Drive, Nintendo 64, PC, Playstation, Playstation 2, Playstation 3, SNES e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

19 respostas para Gamer Caduco Futebol Virtual Clube

  1. POOOO O nome correto é LUIS ELEVIN !

  2. Dactar disse:

    International Super Star Soccer Deluxe.Foi o único jogo de futebol que joguei muito em consoles.Falando em esportes,os jogos de vôlei /vôlei de praia no NES e Super NES eram muito bons também,mesmo não gostando deste esporte,os jogos eram legais.

    • Gamer Caduco disse:

      Bem lembrado os jogos de vôlei! O do SNES de quadra era bem legal, se for o que eu tô pensando, um que também existia pro Mega, mas sem o modo maluco lá dos robôs. Claro que joguei mais a versão do Mega, inclusive recentemente baixei pra emulador e fiquei jogando no celular nas filas e transporte público! hehe
      Gostava também do que saiu pra Master System, bem antigo… era bem feinho e até tosco (pra época mesmo), mas eu me divertia!
      Pena que ninguém pensa em fazer jogos do esporte com a tecnologia que temos hj, ao invés disso fica todo mundo tentando fazer futebol realista…
      Valeu Dactar!

  3. kanonclint disse:

    Cara eu sabia que você gostava de jogos de futebol. Mas não não imaginava que tivesse jogado tantos assim. Foi uma carreira futebolística extensa heim ?!
    Bem..eu lhe digo que também sou um admirador do Futebol, tanto do virtual como do real . E por isso gostei muito do post e do tema.
    É verdade que o ultimo jogo que desfrutei em sua plenitude foi o Pro Evolution Soccer 2009. De lá pra cá, eu joguei bastante os PES 2010,2012 nunca (nunca gostei muito de Fifa). Mas aproveitei apenas o multiplayer , local, e principalmente o online. Eu respeito sua opinião quanto ao multiplayer online neste tipo de jogo, mas eu vejo a questão de maneira diferente.
    Eu sou um jogador que tenho uma veia competitiva relativamente latente. E em generos que gosto procuro melhorar cada vez mais. Eu sou defensor do multiplayer online em qualquer tipo de jogo. Você melhora em todos os aspectos, pois joga com os mais variados tipos de jogador. E isso lhe proporciona uma experência muito rica. Fora que hoje em dia, com trabalho, Famila , e estudos é cada vez mais dificil reunir a galera das antigas pra jogar. Isso não quer dizer que eu não goste do multi local, nada disso. Nada substitui estar ao lado dos amigos. No entanto acho o multi online tão lega quanto o local , eles apenas tem proposta sutilmente diferentes.

    Meu auge como futebolista virtual se deu a partir do surgimento de International Superstar Soccer no Snes. O 16bits da Nintendo foi muito presente na minha carreira naquela época. Eu disputei varios campeonatos nas locadoras aqui em Santo André, e modestia a parte conquistei varios titulos. Antes O Great Soccer do Master tinha sido o “futiba” mais jogado, seguido pelo Tecmo World Soccer 92. Os games do Atari, passei longe, e o World Championship Soccer do Mega, nunca me agradou.Fifa também nunca foi minha praia, ou seja Futebol Virtual pra mim foi Konami na cabeça.
    Mas nada superou International Superstar Soccer 64, o game de futebol mais lendário, mais cheio de histórias e rivalidade , e até de intrigas de toda minha vida gamer.
    Que se dane Mario 64,o motivo que me fez comprar um N64 foi futiba da Konami. ISS64, e sua posterior versão ISS98 ocuparam cerca de 85% do tempo que dediquei ao console da Nintendo.
    Aliás, você citou uma dificuldade em fazer gols de penalty por causa da mira visivel. Pois bem , existe um macete pra nunca perder penaltys, mesmo seu adversário sabendo onde você vai chutar: Basta mirar no travessão , bem no meio e chutar. O goleiro involuntariamente fara um movimento de ponte, mas a bola vai voltar nos seus pés, com o goleiro caído é só chutar com gol aberto. Ai ai ai ….são tantas lembranças acerca deste game, que mesmo neste blog, onde a gente se empolga pra escrever não teria espaço hehehe.

    Concordo contigo quanto ao Winning Eleven 10 ser o melhor, e foi o ultimo jogo do gênero no Playstation 2 que eu me dediquei a valer.

    E nesta ultima geração me foquei fundamentalmente no multiplayer nas verões 2009,2010, e 2012 de Pes. Não cheguei a baixar o 2014 , mas talvez dê uma chance já que tá free na plus.

    Bem… desejo a todos uma boa Copa do Mundo, e que vença o melhor

    • Gamer Caduco disse:

      Sabe como é, né? Com essa idade toda, eu tinha que ter tido uma grande experiência mesmo! hahaha! Mas é pq acho que a vida inteira eu tive pelo menos um amigo que gostava de jogar futebol em videogame, mesmo que essas pessoas foram mudando ao longo do tempo, umas saindo, depois voltando, e por aí vai. Tanto que nem dei nome aos bois no post pq senão ia ficar cheio de personagens, ia deixar o texto tão confuso quanto a história do Final Fantasy Tactics! kkk
      Eu também não sou fã de FIFA, respeito, mas não gosto. Gostava dos antigos e do 98, acho que o texto reflete bem isso.
      Sobre jogatina online, eu não sei, não consigo me prender a isso, ainda mais jogando com desconhecidos. Tanto é que se eu joguei 5x online futebol foi muito, isso que estou com o PS3 há quase 4 anos (falta um mês pra isso). E eu joguei bastante o PES 2010.
      Mas acredito que é pelo fato de eu gostar de ter competitividade com pessoas que conheço e na presença delas. Nunca fui muito fã de jogar nada com desconhecidos, sei lá, não me sinto a vontade. No seu caso, com essa “veia competitiva relativamente latente”, mais do que natural gostar do online e de desafiar e ser desafiado por qualquer pessoa do mundo. Eu entendo perfeitamente! Conheço quem tenha essa vontade toda com outros gêneros, em especial luta. Aposto que é seu caso também! Já eu fujo dessas coisas! hehe
      Esse lance que vc falou de não conseguir reunir os amigos e familiares pra jogar é bem triste, o online ajuda a “reunir” as pessoas pra jogar. Mas sem estar falando com a pessoa fica ruim, quando não tem canal de áudio no jogo é uma tristeza. Ainda bem que Skype (entre outras ferramentas) ajuda a suprir isso.
      Sério que vc chegou a ganhar campeonatos de ISSD? Bom saber, já vou colocar vc na minha Black List do jogo pra eu não ficar levando goleadas de graça… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Olha, vc falou uma coisa que eu gostei muito de ler: que se dane Mario 64 mesmo, o jogo mais divertido do N64 é o ISS64! Inclusive que raiva que me dava chegar na casa das pessoas e elas colocarem Mario Kart 64. Acho que isso explica pq eu não curto muito esse jogo, o único Mario Kart que eu viro a cara! hehehe… preferia jogar o ISS64 mesmo, era muito bom esse jogo na época, talvez continue sendo até hj (nunca mais joguei pra poder afirmar). Não sabia o lance dos pênaltis, que sacanagem! hahaha!
      Ainda bem que vc parou no WE10 viu… os PES que saíram pra PS2 não eram divertidos, eu tentei os dois seguintes (não me lembro quais eram) e não consegui ir muito longe.
      Vale a pena baixar de graça o PES 2014 para experimentar, legal até que vc pode ter uma impressão melhor do jogo e, se quiser, a gente conversa sobre. Eu fiquei frustrado. De verdade. Achei que deixou a desejar, sinto que cada vez mais eles querem “FIFAR” o PES.
      Valeu Kanon!
      Que vença o melhor!

  4. Adinan disse:

    Rapaz, realmente você jogou um monte de jogos de Futebol hein? Da geração 16-bits pra baixo joguei quase todos os que você jogou, mas depois na era PS1 não joguei nada, só fui jogar Winning Eleven no PS2 dos camaradas na época de facu, e já não curtia tanto quanto eu curti o International Superstar Soccer Deluxe. Não sou muito fã de simulações e depois que os jogos se tornaram simuladores perdeu o encanto pra mim. Sinto falta de jogos de futebol/esporte em geral mais arcades. Dei uma chance para o PES 2014, por causa da Plus tb rsrsrs mas foi diversão por duas ou três partidas e nem quis mais continuar.
    Agora dos retrôs tenho boas lembranças do Pelé Soccer, International Soccer, Super Futebol…no Pelé Soccer dá pra jogar sozinho sim, apertando o botão de mode tem alguns modos lá na frente onde o time vermelho é controlado pelo computador, é uma IA bem porquinha mas já serve pra jogar sozinho.
    Agora no SNES eu segui outro caminho, joguei Super Soccer, Soccer Shootout, Megaman Soccer (zuadaço), e claro Fifa International (adorava), International Superstar Soccer Deluxe (meu predileto até hoje!) e o famigerado Campeonato Brasileiro 96 (Tirô! Peligro! Abobô! rsrsrs).
    Vou conferir as sugestões de Mega do seu post, e já aproveito para sugerir Sensible Soccer, tem gráfico bem simples mas é incrivelmente divertido, usa apenas um botão só mas é incrível como o jogo é complexo apesar disso!
    Abraços

    • Gamer Caduco disse:

      Pois é, Adinan. A carreira gamer já é um pouco longa, idade vai chegando, claro que eu aproveitei diversos games do esporte que quase sempre gostei! Uma pena que não consegui em todas plataformas, mas isso faz parte da vida.
      Vejo que muita gente é fã do ISS Deluxe, realmente é um jogão, como falei é uma pena que aproveitei tão pouco! E o pessoal da nossa época no geral não é muito de simuladores mesmo, detalhe curioso que percebi com os comentários, inclusive o seu.
      Sério que vc também não se empolgou com o PES 2014? Pelo visto não fui só eu mesmo, acho que muito da magia dos jogos do esporte popular se perdeu com o tempo, né?
      Não sabia que dava pra jogar sozinho o Pelé Soccer, ótima informação. Qualquer dia vou tentar, se não me fala a memória, um dos meus cartuchos com 4 jogos tem este jogo!
      Dos jogos do SNES citados, cheguei a jogar também o Megaman Soccer. Eu não acho tão zuado, sei lá se é armadilha da nostalgia (não joguei depois de velho! hehehe). É engraçado, um jogo mais pra vc zoar do que qualquer outra coisa. E a narração em portunhol é um grande clássico, eu tinha esquecido do Abobô! huahuauhahuhuahuahuahau
      Lembro do Sensible Soccer por ver fotos em revistas, mas confesso nunca ter jogado. Vou dar uma chance, jogo complexo com um botão só me cheira jogo estratégico, acertei? Se for isso, deve ser bem interessante, valeu pela dica! 😀
      Valeu Adinan!
      Abraço

  5. Cherry Pie disse:

    (ATENÇÃO!!! ALERTA DE COMENTÁRIO EXTRA-LONGO… PRA VARIARRR ¬_¬) KKK
    Ohohohooo!
    Gamer Caduco no padrão Fifa!!! 😉
    Bem amigos, comeeeeça mais um comentário…. kkkk
    Nooossa! Internacional Soccer do Atari??? Me lembro muito bem dele! E de seus maçantes e exatos 45 minutos de duração! Sim, não tinha como alterar o tempo! Os caras fizeram questão de serem beeem fiéis às regras do jogo no quesito ‘tempo’!! (kkkk) Também me mijava de rir com o fato de sairem jogadores extras do fundo do campo! Até a minha vó podia aparecer do nada e marcar um gol! Banheira ao extremo!!! Huahaha Nem lateral tinha… a bola ficava quicando nas paredes… isso é que era “tabelinha” kkkkk
    Pelé Soccer… ô jogo difícil da peste pra fazer gol… a dificuldade era alterada aumentando ou diminuindo o tamanho do gol. E o goleiro era 100% manual. Uma verdadeira desgraça! Mas os “foguinhos de artificio” que saíam na hora que se conseguia essa façanha eram legalzinhos… mas tem razão… futebolzinho esquisito esse… “estrelão virtual”… enfim, C’est la vie… 🙂
    Aff… Super Futebol… a tela ficava travando entre a “troca de setores”… e eu partucularmente sempre achei muito esquisito hogar futebol com a tela na horizontal… jogo travado. Me irritava um bocado! Eu gostava mesmo era de ficar escutando os hinos na tela de seleção e também achava legal a cobrança de pênaltis, quando o goleiro não conseguia chegar na bola ele caía e ficava chorando… e a dancinha do jogador que fazia o gol era bem engraçada… o goleiro da Alemanha, se não me engano, usava um bonezinho e era a cara do Benge dos Super Campeões… very cool… >_<
    Nooossa! O Copa 90 (vulgo ‘Sega Soccer’)!!! Joguei muito as versões de Mega e Master! (mais a de Master…) o modo copa do mundo era meeega dificil! Quando você chegava no mata-mata, a música mudava conforme o placar do jogo…(na versão master). Se vc estava ganhando, começava a tocar uma música alegre. Se vc tomava um gol começava a tocar uma música tensa. Os “efeitos especiais” da versão Mega, sem palavras… ria um bocado das cobranças de escanteio, que a bola saia numa “tortura” imensa dependendo da direção que vc chutava! Bem, tem tbm o fato das cobranças de pênaltis que já mencionei em um outro post e… nesse jogo também a gente contava com a presença do famoso jogador “Etc”, que sempre aparecia quando vc fazia mais de três gols em uma partida. Lembrando que o tempo era contado. Não havia prorrogação. E poder descer a botinada sem dó era uma apelação tremenda. Esse é bom pra murchar a bola daqueles caras xaropes que você nem pode dar um peido e o cara já reclama que foi falta. Sem dúvida, separa os homens dos meninos…kkkkk
    E esse também tinha os famigerados “gols de tumulto na área” além, é claro, do goleiro manual. (Desgraaaaça!) kkk Futebol de castores!
    Tecmo World Cup 92??? Ué, mas não teve copa em 92… (tu dum tssshhhhh)
    Bom, deixa pra lá. Esse eu não joguei. Um que eu joguei demais foi o World Cup 94(A melhor Copa pra mim até hoje…quem não se lembra do famoso É TETRAAA, É TEEEETRAAAAAA, ÉÉÉÉÉÉÉÉ TEEEEEEEEEEEETRAAAAAAAAAAAAAA?? hahaha https://www.youtube.com/watch?v=6pYVZZmCIkU ), para Master System! (segue abertura do game http://www.youtube.com/watch?v=REM-CrRWVmQ )Esse tinha uma jogada manjadíssima! Era só chutar do bico da grande área e pronto! Era caixa, na certa!!! Me lembro também que esse foi o primeiro jogo de futebol onde eu descobri que dava pra fazer gol de tiro de meta! Ô_Ô esse jogo era muito legal, desde a escalação até todo o resto… sem falar que todos os menus tinham o Striker, meu mascote favorito das copas até hoje! Cortava o coração vê-lo chorando quando nossa seleção era eliminada. Muito triste… snif… 😥
    Mas tudo bem, o importante é que o Brasil foi tetra naquele ano e quebrou o jejum.
    Enfim, continuando…
    Um outro que também não está aqui, mas eu me lembrei por ter sido feito o comentário sobre jogos de futebol alugados foi o ‘Ultimate Soccer’ do Master (http://www.youtube.com/watch?v=evN6Hu7wIxU ), com uma musiquinha que era legal mas corroía o nosso cérebro e uma porrada de times e seleções de tudo quanto é canto do Mundo, a exemplo de Ciprus e Malta, só para começar! (era tanto time que não raras vezes a gente se confundia com a cor dos uniformes quando eram parecidas… meu, agora imagine eu jogando isso numa TV-PB??? Pois é, conhece aquele ditado “é o que tem pra hoje”? é, minha vida era assim…huahahaha. Maaano, que jogo longo da peste! Acho que se eu tivesse pegado pra jogar o modo “Liga”, com o tanto de times e seleções que havia, eu teria começado naquela época e… estaria acabando hoje! Kkkk meu, primeiro você jogava os jogos de ida contra TODOS os times. Depois tinha que jogar os jogos de volta. Aí só depois de não sei mais o quê que você começava o mata-mata… até acabar a liga eu já fiz cem anos! Tá doido! Eu ainda tenho muitos jogos pra jogar!!! Huahaha
    Nossa, o que falar dos Fifas 94/95/96?? Disputamos tantos torneios que todo mundo já tinha até suas seleções próprias. E ninguém “emprestava” seu time pro outro. Bem, a minha Holanda, coitada, nunca se sagrou campeã… (porque Holanda? Mais uma vez, é o que tem pra hoje. Meu primo que tinha o jogo sempre pegava o Brasil. O irmão dele sempre ficava com a Itália. Meu Irmão mais velho pegava a Alemanha. O do meio ficava com Inglaterra e assism ia indo até que pra não acabar finando com Japão e Estados Unidos… eu acabava ficando com a Holanda laranjinha. Claro que o fato de eu ser ruim pra caramba e bem mais nova e “café com leite” que o resto do pessoal também contribuía com os meus fracassos, mas isso é outra história. As partidas eram bem “quentes”. Lembro de uma vez que teve um jogo entre Alemanha e Brasil e meu irmão e meu primo quase se atracaram na porrada! Foi tenso… kkkkk
    Internacional Superstar Soccer Deluxe foi febre aqui na rua! (difícil é onde ele não foi…kkk)
    Que mané Neymar que nada! O Allejo é que é o cara! -_*
    Não cheguei a jogar muito de galera porque os meninos sempre me excluiam das rodinhas. Ficavam me trollando e fazendo bulling comigo pra eu não jogar. Coisa de moleque… =/
    Passado um tempo eu acabei jogando com meu irmão um outro piratex dele, dono de uma abertura mega esquisita (https://www.youtube.com/watch?v=WNjVRX_ZYpg )chamado “Ronaldinho Soccer 97”. A narração era mesmo hilária! Êta ‘portuñol’ paraguai do caramba (e isso porque no cartucho estava escrito “TOTALMENTE EM PORTUGUÊS” em letras garrafais. Muito comédia!) Segue aí uma amostra do clássico “Palmeiras X Corinthians” para ilustrar o que estou dizendo… https://www.youtube.com/watch?v=FLUp0z6jmEg
    Em minha leve passagem pelo Sega Saturn do meu primo, teve também o ‘Sega Worldwide Soccer '97’, onde eu “consegui” tomar uma goleada dele de 30 a 0, sem brincadeira, jogando sério. (tá, vou te dar uns cinco minutos pra você rir aqui…) Agora respira. OK, prosseguindo…
    Os Fifas 98 e 99 eu também não joguei. Mas um que eu joguei até à exaustão foi o Fifa 2000 (que foi o primeiro jogo de PSX que eu joguei – !!! – porque foi ele que veio com o videogame. Meu irmão do meio é fissurado em futebol, e se o vendedor da loja não tivesse esquecido o Tekken 3 que ele usou pra testar dentro do console que ele vendeu pro meu mano, esse teria sido o único jogo que eu jogaria por meses!) joguei tanto – por falta de opção – que até enjoei dele… à exceção da magnífica trilha sonora de respeito que já é de praxe nos games Fifa de lá para cá. Menções honrosas para: Robbie Williams – It's Only Us (abertura – https://www.youtube.com/watch?v=ecrph82o6FU ); Reel Big Fish – Sell Out (minha favorita ;0 https://www.youtube.com/watch?v=UWhah56hDbE ) e Apollo 440 – Stop At The Rock (https://www.youtube.com/watch?v=3Mlgeq0hzUY ) .
    Bem, pro fim, minha estada futebolística descambou pros “Uíngui Elévi” (kkk amei essa expressão!!!) da vida, que eu só joguei os de PS One. Destaque pra narraçãozinha japironga mais amada do mundo, feita por ninguém mais, ninguem menos que ele: o primeiro e único Jon Kabira!!! (https://www.youtube.com/watch?v=km9N2AuOSAE ) , com o advento de expressões como o famosíssimo “One-Two” e “aportuguesamento” de outras expressões como a clássica “caçar um peixe e matar”. Além do inesquecível e carismático “UUUUHHHHHH SSSHHHIIIIIII” e os “GORO GORO GORO GORO GORO… GOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLL” KKKKK.
    Destaque também para o “ESPN MLS GameNight” com a saudosa narração em espanhol (verdadeiro – kkk) feita pelo narrador da ESPN ‘Luis Omar Tapia’ (https://www.youtube.com/watch?v=yRPVm0dIOZk) . Jogo marcado também por possuir em sua capa o famoso Valderrama com seu inconfundível, majestoso e característico ‘Mufasa angu de caroço’, ops, digo, imponente penteado no estilo ‘black power’.
    E, depois disso, eu resolvi largar de vez o futebol.
    Bem… pra uma “Gamer Girl”, pode-se dizer que eu tenho um bom gingado, com a bola no pé e o controle na mão, não é mesmo??
    Então… é isso aí.
    Vou ficando por aqui mais uma vez.
    Grande beijo e até a próxima.
    @-}–

    • Gamer Caduco disse:

      Se o meu post grande foi o velho testamento do futebol virtual, seu comentário foi o novo, Cherry! hahahaha

      Legal que ele me lembrou detalhes que eu realmente não lembrava, tipo:
      – 45 minutos de jogo no International Soccer. De fato aparecia 45, mas o tempo corria mais depressa. Não lembro o quanto dava no total, mas lembro que era demorado;
      – “foguinhos de artifício”: putz, verdade! Não lembrava mesmo! Muito cômico isso, aliás! uhahuahuahuahau
      – A bola saindo totalmente torta nas animações do Super Futebol do Mega Drive. Era cômico demais mesmo! hahaha

      Sobre os pênaltis do Super Futebol, muitas vezes a gente escolhia essa modalidade ao invés do jogo mesmo. Era bem divertido disputar pênaltis com os amigos e familiares. E todos os goleiros apareciam de boné, os sprites eram os mesmos, só mudavam as cores mesmo! hehehe. Mas goleiro de boné realmente lembra o Wakabayashi!

      Bom, eu nunca entendi também pq Copa do Mundo 92 se em 92 não teve Copa. Mas aluguei bastante esse jogo num passado distante, naquelas idas atrasadas à locadora, quando todos os jogos famosos tinham sido alugados.

      O World Cup 94 do Master joguei uma vez só, mal tenho recordações dele. Não lembrava da abertura, bem caprichadinha para 8 bits! E interessante ver que o produto era realmente licenciado, eles mostram umas 500x pra provar e comprovar isso! hehe

      O Ultimate Soccer eu achei engraçado, nunca tinha visto. Musiquinha maldita! kkkkk. Mas o pior são as jogadas que possuem efeitos sonoros que mais parecem jogos de tiro contra alienígenas e naves espaciais! kkkkkkkkkk… eu não encararia esse aí não, muito menos a liga centenária dele!

      Pô, a Holanda é uma das minhas seleções favoritas. Acho que preferia jogar era com ela se entrasse em um campeonato. E porradaria e futebol infelizmente são primos bem próximos, mesmo no virtual. Já vi confusão por causa de campeonato virtual… e “de verdade” também. Não foram poucas.

      Internacional Superstar Soccer Deluxe foi febre no Brasil todo pelo visto, como vc mesma disse: “difícil é onde ele não foi”. E joguei também o Ronaldinho Soccer 97, mas o Campeonato ‘Brasileño’ 96 foi mais impactante na minha vida gamer.

      Como nunca joguei Saturn na vida (seguista fajuto), nunca joguei o SEGA WorldWide Soccer ’97, mas até sei que jogo que é. Mas 30×0 foi triste, hein? huahuahuahuahuahuahu

      Apollo 440 – Stop At The Rock é uma das músicas favoritas do velho Caduco aqui, lembro bem de tê-la visto (ou melhor, ouvido) num FIFA. Não é a primeira pessoa que me conta uma história de vendedor que esqueceu jogo dentro do console. Mudança de cartucho pra disco teve suas vantagens aqui! hehehe!

      A narração do Jon Kabira é lembrada por alguns amigos até hj, é ter campeonatinho entre amigos e sair um gol que o autor da façanha começa a gritar GORO GORO GORO pra provocar… hehehehe!

      Esse ESPN MLS GameNight eu nunca nem ouvi falar… que coisa! hehehe!

      E realmente vc teve uma carreira futebolística extensa para uma gamer girl, totalmente incomum no nosso mundo machista! Muito legal saber!

      Valeu Cherry!

  6. Acho que o que mais joguei foi o International Superstar Soccer Deluxe (e suas variantes) mesmo. De lá pra cá não consigo mais gostar dos jogos de futebol, acho que bem por esse lance que você falou, de terem virado simuladores demais. Se quiser algo mais zuado, porém difícil pra kct, recomendo Super Mario Strikers, he he he. Agora aqui, nunca jogou nenhum Super Sidekicks não? Lembro que sempre brincava nos fliperamas. Atualmente o único jogo do tipo que possuo é o incrível Fifa 98 World Cup para Sega Saturn… um primor! Hwa hwa hwa, abraço!

    • Gamer Caduco disse:

      Pelo que vejo, a “simulação” afastou a maior parte dos gamers que jogam videogame pra valer desde os tempos mais remotos! hehehehe
      Nunca joguei Super Mario Strikers… vc sempre dá um jeito de enfiar algo da Nintendo, até mesmo em futebol. Tá doido, hein? ahuahuahuuaha
      Cara, o Super Sidekicks eu não lembrava, mas depois de ver iBagens eu lembrei que jogo que é. Nunca arrisquei. Era daqueles jogos que eu gostava de assistir os outros jogando, mas não me metia a besta de jogar pq sabia que perderia. Eu sempre fui meio assim com jogos competitivos em Arcade, só jogava com amigos! hahahaha
      O FIFA 98 Road to World Cup é igual ao de PC?
      Nunca joguei Saturn, lembre-se que sou um seguista fajuto! huahuahuauhahua
      Valeu Tchula!
      Abraço

      • Hey, não me culpe… culpe a Nintendo por fazer zilhões de jogos esportivos do Mario, rzs.

        Olha cara, nunca joguei a versão de PC, mas se for ruim, então é parecida. Ainda tenho que escrever sobre ele, rzs.

    • Cherry Pie disse:

      Hello!
      Falando sobre irreverência futebolística, há também de se fazer ‘menção honrosa’ aqui para o famigerado MegaMan Soccer e seus 0% de simulação da realidade… Kkkkkkk
      Beijos Mr. Tchula! 😉

  7. Cyber Woo disse:

    Eu nunca curti futebol, mas jogava muito ISS Deluxe com meu pai e irmão. Quando cheguei aos tempos de Fifa 98, abri mão, hahaha! Só jogava contra o computador e por causa da musica, hahaha!

    Pra não dizer que odeio futebol totalmente, as vezes jogo ISS Deluxe, haha!

    • Gamer Caduco disse:

      Menos mal que ainda goste dos antigos! hehehe!
      Hj em dia eu peguei bronca do profissional, embora confesso ter acompanhado a tal Copa (mesmo com todos os problemas e questões que nem vou citar aqui pra não virar debate… hahaha), mas ainda assim acho legal jogar no videogame e até pessoalmente de vez em quando. Ainda não peguei ódio do esporte em si. Mas sei bem como vc se sente, sério!
      Valeu Woo!

  8. Pingback: Compartilhamentos Caducos 4 – O aniversário do blog | Gamer Caduco

Deixe seu comentário sobre este post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s