MeMe – O que você jogou em 2011?

Olá para todos. Mais uma vez decidi encarar um MeMe, depois de gostar muito de ter participado do Retromorri. Desta vez a brincadeira foi criada em conjunto pelos sites MarvoxBrasil, Vg&Etc, Fórum Retrogames Brasil e Canal Primastart. O objetivo é falar sobre os jogos que foram jogados em 2011, aproveitando que o ano está se encerrando. Joguei muita coisa este ano, muita coisa mesmo, então resolvi aproveitar a idéia de que sempre coloco o TOP 15 de cada console e resolvi colocar os 15 principais jogos que joguei este ano. Vale lembrar que não estão em ordem de importância. Quem tiver interesse de ver os outros blogs participantes do MeMe, poderá acessar os links no final do post. Espero que gostem e vamos lá.

Assassin’s Creed (PS3)

Achei o jogo bom. Apesar de ser um pouco repetitivo, tem ótimo personagem principal e a estória empolga bastante, embora eu tenha detestado o fato de não ter legendas. Tive que improvisar e ficar com o texto aberto no computador enquanto jogava pra entender tudo. Enfim, quem não conheceu o jogo, vale a pena. Ele não é tão comprido.

Assassin’s Creed II (PS3)

Foi o jogo dessa geração de jogos que eu terminei em menos tempo (não de horas totais de jogo, mas o intervalo entre o dia que comecei e o dia que terminei). O jogo é muito melhor que seu antecessor, pois flui bem mais solto. Em momento algum tive a sensação de repetição como no primeiro jogo da série. A minha empolgação com ele foi tão grande que eu o platinei. Tudo ficou mais interessante, fazer as missões paralelas, procurar coisas, etc. Fora a história, que parece cada vez melhor. No primeiro dia, acabei jogando quase 10 horas seguidas, com pequenos intervalos, o jogo me empolgou muito mesmo. Seu único defeito é ser fácil, como a grande maioria dos jogos da geração atual. Em breve começo o Brotherhood.

Batman: Arkham Asylum (PS3)

Sem exagero, um dos melhores jogos que joguei em toda minha vida. Acabei me arrependendo de deixá-lo tanto tempo encostado. Tive que jogá-lo bem aos poucos por ter problema de “motion sickness” (aka doença do movimento ou Cinetose, me sinto enjoado e zonzo jogando alguns jogos). Mas gostei demais das partes que exigem certa estratégia, combinada com agilidade ao combater os inimigos e mais o bônus dos desafios impostos pelo Charada. Mal posso esperar pela continuação, que parece melhor ainda. Mas, não comprarei agora por questões financeiras.

Castlevania: Lords of Shadow (PS3)

Conheço quem tenha ficado com bronca do jogo por não ter muitas referências ao restante da série, mas são os fãs mais apaixonados, eu entendo a irritação. Eu particularmente gostei muito do jogo, que diferente de muitos outros jogos parecidos que existem por aí (os hack’n slash da vida), tem uma certa dificuldade. Ou você aprende a se esquivar e defender, ou você não aguenta o tranco. Saber usar as habilidades conta muito também. Um jogo ótimo com final surpreendente.

Dance Dance Revolution (PS3)

Sempre gostei dos jogos desta franquia da Konami (exceto um: Oha Star). Jogo desde 2001 no Playstation Um. A inovação dessa vez se deu por conta do Move Play, que inclui o PS Move como parte do jogo. O jogador (que é filmado pela PS Eye) deve levar o sensor de movimentos até os círculos presentes nas quatro diagonais da tela conforme surgirem as setas para as diagonais. Gostei bastante desse novo modo de jogo, mas detestei as músicas. Ao invés de contar com as músicas “clássicas” que eram em sua maioria feitas especialmente para o jogo, dessa vez resolveram colocar músicas licenciadas. E, me desculpem se eu ofendo alguém com isso, mas eu detesto Lady Gaga e afins. Felizmente, foram lançados por DLC alguns pacotes com músicas clássicas. Infelizmente, cada pacote por 5 dólares. E eu não sei dizer quanto aos pads (tapetes) dos jogos anteriores, sempre joguei com os tapetes genéricos vendidos por aí, mas o desse jogo é feito de um material que a parte inferior gruda no chão. Isso ajuda bastante no desempenho e diminui a possibilidade de acidentes. Pra quem gosta de jogos assim, vale o investimento.

DJ Hero / DJ Hero 2 (PS3)

Gostei demais do DJ Hero, a segunda versão ficou ainda melhor. Para quem não conhece, cada “música” é na verdade um mix já pronto entre duas músicas (salvo algumas exceções). Alguns desses ficaram muito bacanas, outros são pop demais e me irritam, mas o jogo no geral me diverte mais que seu irmão roqueiro. Acho o jogo um pouco mais fácil também, embora seja mais cansativo. Conseguiu até empolgar alguns amigos que não são tão apegados a videogame, talvez pelo fato de serem DJs. Isso porque o que DJs fazem e o jogo não tem nada a ver (mesmo esquema de Guitar Hero / Rock Band comparando a tocar de verdade).

Gran Turismo 5 (PS3)

Tive a oportunidade de jogar este jogo tanto com o joystick quanto com o volante (Driving Force GT) e tenho que dizer: é como se fossem dois jogos completamente diferentes. O joystick torna o jogo mais fácil, enquanto o volante torna o jogo mais realista e te força a tomar alguns cuidados, mas a sensibilidade dos pedais de freio e acelerador deixam o jogador com mais possibilidades para encarar retas e curvas. O jogo em si dispensa comentários, é excelente por si só. Jogar online contra amigos também é garantia de diversão, é mais um daqueles jogos em que você pode até perder que não fica incomodado, apenas pede uma ou mais revanches e parte pra mais alguns minutos de diversão.

Mario Kart Wii (Wii)

Mario Kart é sempre um clássico que dispensa qualquer comentário, independentemente da versão/plataforma. Divertido para single player ou multiplayer, só não arrisquei o online até agora. Estou numa luta pra conseguir habilitar todos personagens, veículos, pistas e etc. Mas o Wii não fica em casa, então não consigo investir tanto tempo. Acho que falta pouco, de 2012 não passa (sem piadas sobre o fim do mundo, por favor).

MegaMan Powered Up (PSP)

Eu sempre fui uma piada jogando qualquer jogo da série Mega Man (“normal” ou X), então nunca tive muita paciência pra jogar a série pra valer. Mas essa versão lançada para PSP me empolgou bastante, acho que a jogabilidade ficou mais solta que a da versão original de NES (e outras plataformas lançadas posteriormente). Adorei também a possibilidade de jogar com os outros robôs, inclusive enfrentando o Mega Man. Ainda não fechei com todos eles, mas farei isso o mais breve possível.

Mortal Kombat (PS3)

Confesso: eu sempre detestei a franquia Mortal Kombat. Joguei o primeiro, gostei um pouco do segundo e o resto achei um lixo, embora tenha terminado e até gostado do Shaolin Monks (um dos jogos mais bugados que já joguei). Mas essa nova versão está fantástica! Para mim, o melhor jogo de luta do ano. O modo história ficou muito bacana, os extras também empolgam bastante. Também achei muito legal legendarem em Português-BR (apesar de alguns erros terem passado). Esse jogo vocês podem pedir de Natal para o Papai Noel, caso ainda não o possuam.

New Super Mario Bros Wii (Wii)

Na minha opinião é o melhor jogo do bigodudo já lançado. Eu sempre gostei muito de Super Mario World, mas acho que esse superou pelo multiplayer que é o tempo todo cômico. Quanto mais jogadores, mais difícil é e mais engraçado acaba se tornando. Um sempre acaba atrapalhando o outro. Todo mundo virando bolha ao mesmo tempo sem querer é gargalhada na certa. Antes que fãs mais invocados me xinguem, eu nunca joguei o Super Mario Bros 3 e prefiro jogos 2D (por isso “ganha” do Galaxy). Gostaria de mencionar também que peguei todas as Star Coins e passei todas as fases (em multiplayer).

Plants vs Zombies (PS3)

O dia em que resolveram colocar esse jogo de graça na PSN (para assinantes da PS+), resolvi baixá-lo pra conhecer melhor e isso fez com que os jogadores de casa ficassem viciados. O Playstation 3 ficou dominado por outras pessoas durante alguns meses. O jogo é ótimo, desenvolver estratégias para vencer cada fase é bastante divertido. O final do modo Adventure é ótimo.

Sonic Adventure DX (PS3)

Eu nunca joguei DreamCast na vida, nem mesmo Game Cube, ou seja, nunca tive a oportunidade de conhecer este título (fiquei sabendo recentemente que existe para PC também). Gostei muito, me diverti pacas jogando com todos os personagens, exceto com o Big the Cat (péssimo). A luta entre o Super Sonic e o Perfect Chaos me fez xingar o videogame como nos velhos tempos, pois basta o menor deslize para que você acabe se dando mal. Uma coisa que achei um pouco chata foram as partes em que fiquei preso procurando Action Stage sem saber o que fazer, nem sempre ficava muito claro. Agora eu espero conseguir jogar sua continuação quando tiver a oportunidade, já que falam tão bem do jogo. Para isto, usarei a versão para Game Cube (recém adquirida) no Wii. Mais uma meta para 2012.

Sonic Colors (Wii)

O segundo melhor jogo do ouriço que foi lançado nos últimos anos. A presença dos tais alienígenas que te dão poderes especiais durante as fases não interfere em nada na diversão, pelo contrário, aumenta a possibilidade de exploração de cada act. O jogo tem uma dificuldade média e tem um certo fator replay para quem se interessar em buscar todas as moedas/estrelas vermelhas do jogo e/ou tirar nota máxima em todas as fases. E o jogo é divertido o suficiente para empolgar os jogadores a fazerem isso. Se você é daqueles fãs chatos xiitas do ouriço que não jogaram o jogo por causa dos alienígenas, larga mão de preconceito e experimente o jogo. Eu agarantio. Vale dizer também que as músicas do jogo me agradaram bastante.

Sonic Generations (PS3)

O último da lista, porém longe de ser o menos importante. Comecei a jogar este jogo no último Sábado (10/12) e achei o jogo fantástico, a ponto de ter que alterar o post que estava “pronto” para incluí-lo. A jogabilidade está ótima, tanto com o Sonic clássico quanto com o arrogante moderno. Músicas ótimas, dificuldade interessante e gráficos bem bonitos. As fases de desafios são bastante interessantes, tanto quanto a idéia do “mapa”. Ainda não encontrei algo que eu possa criticar no jogo, talvez o fato dele ser bastante curto. Mas a fórmula está ótima, se a Sega mantê-la para os próximos jogos do ouriço, vai conquistar novos fãs e reconquistar os mais velhinhos antigos.

Eu indico da minha lista que vocês joguem Sonic Generations!

Outros jogos que joguei este ano: Sonic the Hedgehog 2 & Knuckles, Lego Rockband, Guitar Hero (World Tour, 5, Smash Hits, Warriors of Rock, Van Halen), Mario and Sonic at the Olympic Games 2008, Mario and Sonic at the London Olympic Games, Scott Pilgrim vs the World, Sonic the Hedgehog 4 – Episode I, Sonic the Hedgehog (Master System), Altered Beast, Golden Axe, Streets of Rage 2, Sonic the Hedgehog 2, Comix Zone, Limbo, PES2010, PES2011, Street Fighter IV, Super Street Fighter IV: Arcade Edition, ModNation Racers, Marvel vs Capcom 3 – Fate of Two Worlds, The Shoot, Kung Fu Rider, Tiger Woods PGA Tour 11, Sports Champions, Virtua Tennis 4, Daytona USA, Boom Blox Bash Party, Black Belt, Phantasy Star, Final Fantasy Tactics – War of the Lions, Castlevania Symphony of the Night, Final Fantasy IV – The After Years, Angry Birds, Angry Birds Rio, Angry Birds Seasons, Wii Sports Resort, e mais um monte de outros que não me recordo agora.

Esse ano que passou tive a oportunidade de jogar muitos jogos, felizmente. Acredito que este tenha sido o ano em que voltei a me interessar por jogos “termináveis”, ao invés de ficar focado naqueles que não possuem um final ou sejam de jogabilidade mais rápida (por exemplo: jogos de música, de esportes, entre outros). Foi o ano em que eu “destroquei” meus vícios, ou seja, deixei de alimentar um dos vícios que vinha alimentando há alguns anos (música) e passei a alimentar o vício que eu carrego desde criança (games). Aproveitei bastante o ano e pretendo aproveitar tão bem quanto em 2012, só preciso controlar um pouco mais os gastos.

É isso aí! Espero que tenham gostado da leitura, quero saber de vocês também o que jogaram em 2011.

Lista dos blogs participantes:

Marvox Brasil
VideoGame.Etc (Ighor)
VideoGame.Etc (NostallgiaBR)
VideoGame.Etc (Fúria)
Canal Primastart
Fórum Retro Games Brasil
Retroplayers (Parte 1)
Retroplayers (Parte 2)
Retroplayers (Parte 3)
Gagá Games (André)
Gagá Games (Orakio)
Gagá Games (Piga)
Passagem Secreta (Parte 1)
Blog do Kyo
Glstoque
Cosmic Effect
Gamer Caduco
The Twosday Code
Meio Orc
Santuário do Mestre Ryu
Memórias de Um Lobo de Madeira
Alforje
How Far You Can Get
Stage Bonus
Vão Jogar!
Museu dos Games
Blog Edi (FZ2D) Retro Reviews
Só para Gamer
ZirO Video Game Nerd
QG Master
Point Games Brasil
Super Tecnicamente
Comunidade Mega Drive

Até a próxima.

Sobre Gamer Caduco

Menino novo, com mais de 30 anos de idade, fanático por games de todas as gerações.
Esse post foi publicado em Jogos, Memes, Playstation 3, PSP, Wii e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

30 respostas para MeMe – O que você jogou em 2011?

  1. GLStoque disse:

    Mario Kart Wii é ótimo, mas porque diabos essa DESGRAÇA não tem multiplayer no modo principal? Por que meu Deus!? Como assim? Eles não deixaram de melhorar, mas tiraram uma coisa que SEMPRE existiu no GAME! Puta que pariu!

    Passada a revolta, no mais, ADORO Lady Gaga e fico feliz em saber dos novos bons Sonics.

    Arrasô!

    • Gamer Caduco disse:

      Sabe que eu estranhei a mesma coisa da primeira vez que joguei o Mario Kart Wii? Não que tire o brilho do jogo, mas ficou faltando a cereja do bolo, na minha opinião. Mancada da Nintendo.
      Ri bastante com a revolta, mas o pior que é a mais pura verdade.
      E estão saindo bons jogos do Sonic sim, acho que os fãs podem se sentir menos carentes em relação a isso. hehehe

  2. Pingback: O Que Você Jogou em 2011? | Vg&Etc..

  3. Todas as força do cenário retrô parecem conspirar para eu ter vontade de jogar Assassin’s Creed. Vou acabar desembolsando uns trocados ainda nesse fim de ano para adquiri o título e tirar minhas conclusões.

    Dance Dance Revolution comprou o bundle ou só o jogo? é necessário o eye e o move para jogar?

    Concluindo, a sua lista e o que eu quero de moderno para o meu 2012. Um WII e um PC potente é só o que me falta, pois o PS3 arrumo um jeito de.

    • Gamer Caduco disse:

      Olha, eu gostei bastante do Assassin’s Creed, viu? Especialmente do segundo, que me motivou até a platinar. Acho que vale a pena, não sei qual o seu gosto pra jogos, mas não conheço quem não goste do jogo.
      O DDR comprei o bundle sim, aproveitei uma promoção maluca que vendeu o tapete + jogo pelo preço do jogo. Não precisa da PS Eye e do Move pra jogar, só servem para um dos modos de jogo.
      E eu não entendi muito bem o final do comentário, mas pra mim está faltando um PC potente também. Duro é juntar grana pra isso.

  4. Pingback: O que você jogou em 2011? «

  5. Pingback: ED.Nº 61 – MeMe: O Que Você Jogou Em 2011? « Blog MarvoxBrasil [2 Anos]

  6. Heider Carlos disse:

    Muitos Sonics este ano 😀 Eu estou doido pra conhecer estes jogos, assim que meu wii chegar eu tiro um pouco o atraso.

    Muita gente reclama do MegaMan Powered Up, eu adoro. Pena que não tenha vendido bem, adoraria ver o mesmo tratamento dado a outros jogos da série clássica. Os modos de dificuldade são uma boa, mas acho fácil demais de destravar os chedes para jogar. Mas isso é chatice minha mesmo 😀

    • Gamer Caduco disse:

      Cara, tomara que chegue logo seu Wii, todos os que eu citei aqui são ótimos jogos, tanto o Sonic Colors quanto o Mario Kart (esse eu nem precisava dizer, né?) e o NSMBW. Como disse, este último é cômico em multiplayer, certeza que você vai xingar muito quem estiver jogando com você por ter te jogado em um buraco ou qualquer coisa do gênero.
      Não acho que seja chatice sua a facilidade para desbloquear os chefes, eu acho que poderia ser melhor explorado isso sim. Seria um atrativo pra passar mais horas quebrando a cabeça no jogo. E eu não sabia que ele não foi bem aceito, talvez os fãs hardcore de Megaman sejam tão xiitas quanto os fãs hardcore de Sonic pra não ter gostado, o jogo é divertido.

  7. Becker disse:

    Foi mal pelo atraso, mas está aí minha participação:
    http://supertecnicamente.wordpress.com/2011/12/16/o-que-voce-jogou-em-2011/

    He, boa sorte com o megaman!

    • Gamer Caduco disse:

      Becker, vou precisar de mais do que sorte com o Megaman, eu só apanho nesse jogo. hahaha
      Mas ainda vou tentar fazer uma maratona e encarar todos os que já saíram.
      Obrigado pela visita, pelo comentário e pelo boa sorte.

  8. Pingback: O que joguei em 2011 « Blog do Kyo

  9. Pingback: “O Que Joguei em 2011″ – Daniel Demonho | Comunidade Mega Drive

  10. Pingback: O Que Você Jogou Em 2011? « Cosmic Effect – Videogames Ontem e Hoje

  11. Kamek disse:

    Sonic Generations eu já estou maluco pra jogar. O Sonic Colors me deixou curioso, tenho o emulador Dolphin aqui no PC, mas não sei se rodará muito bem… E o Castlevania: Lord of Shadows parece ser muito bom. Bem que essa bobagem de “exclusividade” em certos títulos poderia ser abandonada pelas produtoras…

  12. Gamer Caduco disse:

    Eu concordo. Esse negócio de “exclusividade” é ruim para nós, gamers. Por causa disso acabei deixando de conhecer muita coisa legal de Saturn, Dreamcast, Game Cube, Xbox, entre outros. Quem sabe um dia isso acaba e vira uma plataforma unificada? É um sonho.
    E ambos os Sonics valem MUITO a pena, se você curte os jogos do mascote da Sega, vai gostar desses dois com certeza.
    Obrigado pela visita e pelo comentário.

  13. Esse seu texto só serviu pra me deixar mais empolgado com o Wii, rzs. To “namorando” um kit com Wii Preto + Mario Kart + Volante a um tempo, só estou esperando passar essa loucura de final de ano e tentar pegar num preço mais camarada em Janeiro.

    Plants Vs Zombies é extremamente viciante mesmo, quando minha esposa tava com o iPhone eu ficava seqüestrando dela direto só pra jogar, rzs.

    Sonic Adventure eu joguei os dois no Dreamcast e o segundo no GameCube, mas não gostei muuito deles não, além do excesso de bugs e a maldita câmera, são poucas as fases que me empolgaram, ainda mais as daquele gato roxo que não sei o que os caras da Sega fumaram pra criar aquilo, he he he.

    • Gamer Caduco disse:

      Se bobear o preço deve cair lá pro final de Janeiro, normalmente é o que fazem as lojas (é quando acaba a procura). Se você não for ansioso, daí consegue isso tranquilamente. O Wii vale bastante a pena, tem muita coisa divertida para o console.

      Plants vs Zombies é o jogo que falta no Android, felizmente, porque o dia que sair eu vou viciar jogando no celular, certeza. haha

      E o Sonic Adventure tem seu charme, mas a câmera é realmente um saco (fora que me deixa enjoado) e o Big de Cat foi a pior porcaria que a Sega inventou em toda sua existência. Não vi muitos bugs no jogo, não sei se mudaram alguma coisa na versão da PSN. Tinha uma parte logo na primeira fase que o Sonic caía em um buraco imaginário, esse aconteceu 3x e me irritou demais, mas de resto não aconteceu mais nada de extraordinário comigo. Já o segundo ainda não joguei, jogarei também a versão do GameCube (2012 com certeza).

      Obrigado pela visita e pelo comentário.

  14. Pingback: O que jogamos em 2011 ? | Comunidade Mega Drive

  15. Pingback: MeMe: O Que Você Jogou Em 2011? | howfaryoucanget

  16. Gebirge disse:

    Apesar de não ter PS3, consegui acompanhar alguns desses jogos na casa de amigos ou no pc, msmo. Ótima lista, tem muito jogo que me deixou viciado por um bom tempo como Plants vs Zombies e New Super Mario Bros Wii.

    Os outros jogos que citou no finalzinho são bem nostálgicos e pode ter certeza que também joguei esse ano Streets of Rage 2, Altered Beast, Final Fantasy IV, Tactics, etc.

    É isso ae cara, revivendo o vicio de infância, espero que em 2012 sejamos possuidos pelo menos vicio xD

    Ótimo post

    • Gamer Caduco disse:

      Os dois jogos são muito viciantes, especialmente o PvZ. Quando vejo, passou horas e eu não quero parar. 🙂

      Já os demais são muito nostálgicos mesmo, não tem como não relembrá-los de vez em quando. FF Tactics eu sou suspeito a falar, desde que foi lançado pro PSX, acabei o jogando todos os anos. É o tipo do jogo que não enjoa de jeito nenhum.

      E espero que o vício nos possua menos, mas acho difícil, viu? hahahaha

      Obrigado pela visita e pelo comentário.

  17. Pingback: Extensão do MeMe – O que eu pretendo e irei jogar em 2012? | Gamer Caduco

  18. Cara, esqueci de comentar: você também sofre da maldita MOTION SICKNESS?
    É a pior síndrome que um gamer pode ter…
    Lembro de como sofri na primeira vez em que joguei Quake no PC: só faltava vomitar a alma quando teimava em olhar pra tela!

    • Gamer Caduco disse:

      Cara, eu sofro disso também sim. Desde pequeno eu tenho os sintomas ao viajar no banco de trás do carro e etc. A primeira vez que eu percebi que acontecia com jogos também foi jogando Descent, também no PC. Eu comecei a passar muito mal e não entendia pq. Na terceira ou quarta vez eu tive a certeza que era por causa do jogo. Esse foi um dos motivos que me fizeram abandonar o PC como plataforma de games.
      Mais pra frente eu vou fazer um post sobre esse terrível “Status Effect” que assombra alguns gamers. Preciso dar uma estudada melhor antes. De fato é a pior síndrome que nós podemos sofrer em nossas vidas gamísticas.
      Abraços

  19. Pingback: Aniversário de 1 ano do Gamer Caduco | Gamer Caduco

  20. Pingback: Meme – O que você jogou em 2012? | Gamer Caduco

  21. Pingback: Meme: O que você jogou em 2014? | Gamer Caduco

Deixe seu comentário sobre este post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s